Para quem curte um romance vampiresco!

Morando com um vampiro é um livro escrito por Jenna Levine,  traduzido por Lígia Azevedo e publicado pela Editora Intrínseca.

O livro conta a história da artista Cassie Greenberg que vive de empregos de meio período que pagam pouco e procura por um local barato para morar. Sem saber ela acaba indo morar com o vampiro Frederick J. Fitzwilliam, um vampiro que acabou de acordar de um coma de 100 anos e precisa se atualizar sobre a Era Moderna através de um roommate. No caso uma roommate porque Cassie foi a única que respondeu o anúncio do aluguel super barato. A única forma de atualização de Freddie é através do seu melhor amigo o vampiro Reginald (ou Reggie para os íntimos), que não entende tanto assim como os humanos vivem hoje em dia e vive pregando peças em Freddie.

Imagem: Editora Intrínseca

Tem quatro coisas que são bem legais no livro:

  1. A troca de bilhetes e cartas entre Cassie e Freddie. Como geralmente o horários dos dois não bate muito, essa foi a forma escolhida para se comunicarem já que o vampiro é inicialmente averso a novas tecnologias como internet e smartphone. Esse é o passo inicial para que se conhecerem e conviverem melhor.
  2. As referências da cultura pop que vão desde Taylor Swift ser tema de uma conversa em uma festa até uma noite de maratona com Buffy – A Caça-Vampiros. Além disso, Anne Rice com seu Entrevista com o vampiro e k-dramas disponíveis na Netflix, como Pousando no Amor, surgem através de pensamentos e conversas.
  3. O vampiro do universo criado por Jenna Levine é uma mistura de vampiros que já vimos em livros, filmes e séries. Por exemplo: Freddie não pode entrar na casa de alguém sem ser convidado, assim que se recupera mais do seu coma ele pode sair à luz do dia, cada vampiro possui um poder mágico peculiar (dica: o de Freddie é bem engraçado), pode encantar pessoas para não verem os seus grande caninos, entre outras particularidades.
  4. As cartas e mensagens trocadas por Freddie com a sua mãe e Reggie.

Morando com um vampiro possui cenas picantes entre Cassie e Freddie, por isso é uma leitura recomendada para maiores de 18 anos. Porém é completamente recomendado para quem gosta de histórias de vampiros e comédia romântica. Morando com um vampiro possui alguns dos clichês típicos de comédia romântica, demonstrações de ciúmes e desentendimentos sem conversar como duas pessoas adultas para expressarem os seus sentimentos e pensamentos. O livro possui uma leitura fluída e bem engraçada, principalmente, causada pelas confusões de Freddie em relação à vida do século 21.

Confira mais dicas de leitura no GG!

Compartilhe: