Viaje pelo tempo e espaço com o RPG de Doctor Who

Doctor Who AITAS destaque

Agosto é realmente um mês muito especial. Além de ser o mês do meu aniversário, também é quando recomeçam as aventuras do viajante do tempo mais famoso do mundo: Doctor Who! Mas por que eu estou falando disso na coluna de RPG? Porque o Senhor do Tempo também tem seu próprio Role Playing Game!

Publicado pela editora inglesa Cubicle 7 Entertainment, ‘Doctor Who: Adventures in Time and Space’ é um RPG ambientado no universo da cinquentenária série de ficção científica da BBC. Neste jogo, você pode assumir o papel do Doutor (em qualquer uma de suas regenerações); ser um de seus companions; criar o seu Senhor do Tempo e seus próprios companheiros de viagens, e partir na sua própria TARDIS; fazer um grupo (des)organizado de agentes temporais perdidos no tempo; ou montar base da UNIT para proteger alguma parte da Terra.

DW PGO Sistema

Primeiro, escolha um personagem. Para os novatos, é melhor começar usando personagens prontos – Doctor e companions, até estar familiarizado com o sistema. Quando você pegar o jeito, começará a criar novos e diferentes tipos de personagens. Para realizar suas ações, os personagens possuem seis atributos (Consciência, Coordenação, Criatividade, Presença, Determinação e Força), doze habilidades, além de características, equipamentos e nível de conhecimento tecnológico (humanos do século 21 têm 5 níveis, e Senhores do Tempo, 10).

Doctor Who: Adventures in Time and Space tem uma regra básica e fácil que estimula o raciocínio rápido, a solução de quebra-cabeças e o senso de aventura. Tudo o que você precisa são dados de seis lados e amigos para se aventurar pelo espaço e tempo. O sistema é bastante simples: role dois d6, adicione o resultado a um atributo mais uma habilidade e compare o total com o nível de dificuldade. Quanto mais complicada a tarefa, maior o nível da dificuldade, que pode variar de 3 a 33, ou até mais. Uma ação normal tem dificuldade de 12 e o Mestre do Jogo tem à disposição uma lista de dificuldades sugeridas. Se o resultado for igual a este ou superior, então você vai conseguir fazer o que você planejou. Se for inferior, você vai falhar. Dependendo do resultado, você pode realizar façanhas incríveis, ou sofrer falhas desastrosas.

Os viajantes do tempo e espaço podem usar ainda os Story Points. O Mestre dará aos jogadores uma peça para cada ponto que tiverem/receberem. Os Story Points podem ser usados para adicionar dados extras à rolagem, para ter sucesso em alguma ação (adicionando dois dados extras ao resultado), ou para garantir o sucesso num teste em que você falhou. E ainda para curar as feridas, ou ter sorte de encontrar o que está procurando no momento exato em que você precisa. Um bom uso de Story Points pode permitir escapar de armadilhas do vilão, introduzir elementos próprios na aventura, fazer funcionar engenhocas malucas e até salvar o dia de forma espetacular. O Mestre poderá sugerir a melhor hora para gastar Story Points e distribuir pontos extras para ações corajosas ou fieis à natureza do personagem.

DW GMG

O sistema de iniciativa é muito curioso e encoraja os jogadores a falar, pensar e planejar suas ações do jeito que o Doctor costuma agir: sem violência. Calma! Ninguém está proibido de ter ações violentas, mas a própria dinâmica do jogo dificulta isso. Vou explicar melhor: A ordem de iniciativa varia de acordo com o tipo de ação de cada personagem. Primeiro agem os falantes (talkers), em seguida os ‘movimentantes’ (movers), depois os ‘fazedores’ (doers) e, por último, os guerreiros/combatentes (fighters). Por exemplo, um jogador que pretende convencer um NPC a não atirar, fará sua ação antes de alguém que deseja fugir e este, antes de quem queira partir para a pancadaria. Bem de acordo com o espírito da série.

Outro elemento para impedir a violência é a letalidade dos combates, que geralmente são rápidos e mortais, com danos letais e não escalonados. Os Story Points podem ajudar aos personagens a escapar da morte, mas, sempre que possível, evite combates desnecessários!

Viajando pelo tempo

A primeira edição de ‘Doctor Who – Adventures in Time and Space’ foi lançado em 2009, centrada no Décimo Doutor (meu favorito!) interpretado pelo ator escocês David Tennant (entre 2005 e 2010). A caixa vem com Guia do Jogador (86 páginas); Guia do Mestre (144 páginas); Livro de Aventura (30 páginas); Guia para iniciantes (4 páginas); Fichas dos personagens prontos; Story Points; peças para marcar os Story Points e seis dados d6 e pode ser adquirido o site da Amazon UK.

DWAITASboxcontents

Em 2010, foi publicada a segunda edição do RPG, revista e renovada, com o 11º Doutor. Com nova arte e design gráfico, esta edição inclui, além dos itens básicos, novas criaturas e alienígenas enfrentados pelo personagem interpretado pelo ator Matt Smith (de 2010 a 2013), e ainda um novo livro de aventuras. Pode ser adquirido na loja virtual da Cubicle 7, além da Amazon.
DWAITAS 50Em comemoração ao cinquentenário de Doctor Who, a Cubicle 7 lançou em março de 2014 ‘Doctor Who: Adventures in Time and Space – Limited Edition Anniversary Rulebook’. A publicação de 256 páginas conta com momentos-chave da história do universo do Time Lord; fichas prontas das três últimas regenerações do Doutor, incluindo o War Doctor, e de companions do passado e do presente; o conjunto completo de regras do jogo; regras para criar novos personagens, gadgets e muito mais; um guia para criar suas próprias aventuras e imagens do episódio especial de aniversário “The Day Of The Doctor”. Esta edição está a venda somente na loja virtual da Cubicle 7.
Doctor-sourcebooksA editora também está lançando uma série de suplementos para a Doctor Who: Adventures in Time and Space Roleplaying Game com cada uma das onze regenerações. Cada livro trata detalhadamente de uma regeneração, com seus companheiros, inimigos, aliados, gadgets e muito mais. São apresentadas também aventuras, uma visão geral da ação e dos temas e sugestões de como usá-los nos jogos. Os suplementos estão cheios de imagens de cada regeneração do Doctor. Para permanecer fiel à série, os suplementos do primeiro e segundo Doutor têm somente fotos em preto e branco. Os três primeiros livros já estão à venda na loja virtual da Cubicle 7 e o suplemento do quarto Time Lord está em pré-venda.
Doctor_Who_RPG FasaMas as aventuras rpgísticas do Senhor do Tempo de Galifrey começaram na década de 80. Em 1985, a editora norte-americana FASA publicou ‘The Doctor Who Role Playing Game’. O jogo, centrado no quarto Doutor (e depois no Sexto), era composto por três livros básicos e vários suplementos aventuras. O RPG tinha um sistema de regras e criação de personagens bastante complexo, baseado em porcentagens, semelhante ao role playing game de StarTrek, também lançado pela editora.
TimeLordcoverO segundo RPG, ‘Time Lord — Adventures through Time and Space ‘foi publicado em 1991 pela editora inglesa Virgin Books. O jogo tinha um sistema muito mais simples, mas sem regras para criação de personagens próprios, ou seja, só dá para jogar com os personagens existentes. Desde 1996, todo o material, incluindo as aventuras com o Oitavo Doutor, está disponível para download aqui.

Agora só falta você escolher qual Doctor (ou quem sabe, ser um novo Doutor!), um(a) companheiro(a) de viagem, liguar a Tardis e partir para uma aventura inesquecível no espaço e no tempo!

Quem escreve? Luciana

Jornalista, Relações Públicas, Especialista em Gestão da Comunicação e Mestra em Análise do Discurso. Rpgista de longa data, trekker (Vida longa e próspera!) e whovian (Allons-y!)... Gosto da natureza, de literatura, HQs, cinema, séries de TV, rpg, board games, de música boa (rock and roll) e de nerdices em geral! Adoro preparar quitutes e receber os amigos. Insisto em ser feliz e sou altamente convivível! E amo o Leo - o maridão e personal-particular-chef!!!