Sete filmes subestimados de 2018 que você (talvez) precisa ver

Underrated-Movies-capa

2018 está acabando, então é hora de olhar para trás e analisarmos como foi o ano da indústria cinematográfica!

Neste ano, alguns filmes dominaram não apenas as bilheterias, mas a cobertura da mídia e as discussões na internet. E por causa disso, diversos filmes acabaram esquecidos no meio da bagunça, e com certeza alguns deles mereciam mais exposição do que de fato tiveram.

Filmes como Vingadores: Guerra Infinita e Pantera Negra dominaram o início do ano, enquanto Jurassic World: Reino Ameaçado e Missão Impossível: Efeito Fallout acabaram roubando a cena durante o inverno. O final do ano está sendo marcado por Homem-Aranha: No Aranhaverso, Bumblebee, Aquaman e O Retorno de Mary Poppins, que são as principais obras da cultura pop. Até então, todos foram bem recebidos e o cenário do cinema este ano parece ter sido dominado por blockbusters.

Porém, com tanta atenção virada para eles (e para Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald), outros filmes passaram despercebidos. Então o objetivo desse post é apresentar os sete filmes mais subestimados do ano que talvez valha a pena conferir.

7. Tio Drew

Uncle-Drew-movie-reviews

Tio Drew é o perfeito exemplo de um filme simples que sabe exatamente os seus limites. Baseado nos antigos comerciais da Pepsi que apresentavam o astro da NBA Kyrie Irving vestido como um idoso que desafiava estranhos para uma partida de basquete, o filme é baseado no personagem Tio Drew. O filme é uma boa desculpa para reunir vários astros que passaram pela NBA, como Shaquille O’Neal, Charles Barkley e Reggie Miller, enquanto eles tentam vencer um campeonato.

Por mais que a história possa parecer tosca, ela funciona. A química entre os personagens faz o filme arrancar boas risadas. A história é bastante direta e o filme nunca atingiu o público que merecia, recebendo uma pontuação levemente positiva da crítica especializada. É provavelmente um filme para os fãs da NBA de todas as gerações, lotado de referências ao esporte, mas a natureza ridícula do Tio Drew acaba fazendo com que o filme seja divertido para qualquer público.

6. Venom

Venom-Movie-2018-Reviews

Apesar de ter sido estrelado por Tom Hardy, Venom foi alvo de muitas críticas. Atualmente, sua pontuação média no site especializado Rotten Tomatoes é de apenas 29% (Tio Drew, por exemplo, tem 63) e algumas das análises do filme foram brutais. O filme é uma verdadeira história de origem de um dos mais icônicos anti-heróis da Marvel e muitos questionaram o motivo deste filme não ter qualquer ligação com os filmes do Homem-Aranha. Apesar disso, a primeira tentativa da Sony em apresentar o vilão de Homem-Aranha no universo dos cinemas conseguiu um considerável grupo de adeptos. Não é à toa que o filme atingiu 800 milhões de dólares em bilheteria.

Enquanto muita gente pode achar que o público estava rindo de Venom, muitos na verdade estavam rindo ao seu lado. Hardy lançou todo seu repertório nesta atuação, inclusive dublando a voz de Venom. O Diretor Ruben Fleischer também foi capaz de acertar o ponto, criando um filme de ação bastante interessante. E o filme já atingiu o status de obra cult nos EUA, mas devido à péssima recepção por parte do público, o filme veio figurar na lista de filmes subestimados. Podem ter certeza que ele não se tornou um dos filmes com maior arrecadação no ano sem motivos.

5. Bohemian Rhapsody

Rami-Malek-as-Freddie-Mercury-in-Bohemian-Rhapsody

A vida de Freddie Mercury e o início da banda Queen são explorados (com muita, mas MUITA licença poética) em Bohemian Rhapsody. E isso talvez justifique a nota média de 62% no Rotten Tomatoes. Rami Malek foi o responsável por trazer de volta a vida o protagonista, em uma atuação que seguramente o coloca entre os favoritos a ser indicado ao Oscar de Melhor Ator, com chances reais de vitória. Outros fatores que podem ter influenciado negativamente a obra foram a polêmica com o diretor Bryan Singer (demitido antes de finalizar as gravações por problemas com o elenco) e a sub-representação da sexualidade de Freddie, mas o filme é uma viagem cheia de música pelos altos e baixos da banda.

O elenco é excelente, com destaque também para Lucy Boynton, que arrebentou no papel de Mary Austin. Além disso, o filme conta com cenas de shows da banda – especialmente do último show da Live Aid. Resumindo, o filme conta com atuações memoráveis, uma história comovente e muita música. Porém, não tendo sido tão bem recebido por parte do público e da crítica, ganha um lugar de destaque na lista de filmes subestimados do ano.

4. Oito Mulheres e Um Segredo

Oceans-8-Cast-Poster

Apesar de ter recebido uma avaliação positiva na crítica especializada, o filme passou quase despercebido esse ano, o que é realmente uma pena. Com um elenco maravilhoso e seguindo uma fórmula similar a dos outros filmes da franquia, o filme merecia muito mais destaque do que de fato recebeu. O diretor Gary Ross de fato conseguiu replicar o estilo da trilogia de Soderbergh e as atuações de Sandra Bullock e Cate Blanchett puxando a fila de um elenco recheado de mulheres maravilhosas são apenas alguns dos pontos positivos do filme.

Mas quem rouba a cena do filme é Anne Hathaway, que interpreta Daphne Kluger, uma atriz e modelo que tem um papel pivotal no grande roubo da equipe: a jóia mais cara do baile do MET. O elenco ainda conta com Helena Bonham Carter, Mindy Kalling, Awkwafina, Sarah Paulson e Rihanna. O filme pode não ter reinventado o gênero, mas é bastante interessante e merece muito mais reconhecimento do que teve até o momento.

3. Te Peguei!

Tag-movie-poster

Este ano foi recheado de filmes de comédia, mas Te Peguei! parece ser apenas mais um dos filmes ignorados e esquecidos em meio a um monte de comédias pastelão. A premissa do filme é bastante simples: um grupo de amigos que anualmente (e por décadas) continua jogando a mesma partida de “pega-pega”, mas o filme é mais profundo que isso. Ele te surpreende. Não se trata apenas de uma comédia, mas de um filme com um final bastante emotivo.

O elenco é recheado de comediantes famosos como Ed Helms, Jake Johnson e Hannibal Buress que contracenam com estrelas maiores como Jon Hamm e Jeremy Renner. Todos eles acabam mostrando um lado que tipicamente não conhecemos, e Isla Fisher acaba novamente roubando a cena com seu lado cômico. Mas apesar disso, o filme ainda ficou abaixo de “A Noite do Jogo” e “Não Vai Dar”, apesar de ser no mínimo tão bom quanto eles.

2. Maze Runner: A Cura Mortal

Maze-Runner-The-Death-Cure-DVD-Cover

Responsável por encerrar a adaptação cinematográfica da franquia, A Cura Mortal é provavelmente o melhor filme de Maze Runner. Porém, a franquia como um todo é altamente subestimada e o filme atingiu míseros 43% na Rotten Tomatoes. O filme, porém, faz um bom trabalho ao unir o cenário pós-apocalíptico com a pegada de filmes para jovens adultos, além de ter executado muito bem o final cheio de ação. O diretor Wes Ball apresenta o melhor da franquia neste episódio final, com a cena de abertura sendo particularmente memorável.

O filme também é uma ótima vitrine para Dylan O’Brien, que novamente provou ser capaz de assumir o papel de protagonista, o que é particularmente impressionante levando em conta o acidente quase fatal em que ele esteve envolvido durante as gravações do filme. Ki Hong Lee e Thomas Brodie-Sangster são outros destaques do filme, que sem dúvidas serve para mostrar como o elenco cresceu desde a primeira gravação.

1. Tomb Raider

Tomb-Raider-Alicia-Vikander-as-Lara-Croft-running

O filme mais subestimado do ano, porém, é Tomb Raider. Após dois péssimos filmes no início dos anos 2000, estrelados por Angelina Jolie e conhecendo o longo histórico de péssimas adaptações hollywoodianas de videogames para as telonas, havia muitos motivos para não ficarmos otimistas com a nova adaptação. Mas o reboot lançou Alicia Vikander, que demonstrou ser perfeita para o papel de Lara Croft. A vencedora do Oscar trouxe um aspecto físico para o papel que era extremamente necessário, e sua transformação na heroína acabou adicionando uma camada de profundidade às lutas do filme.

O filme é recheado de ação, exatamente da forma como os fãs esperavam que fosse. E o compromisso da atriz com a personagem em várias das sequências do filme mostram como ela não tem medo de sujar as mãos. Além disso, sua química com Daniel Wu é forte e a sinistra atuação de Walton Goggins é algo a se considerar. Com 51% no Rotten Tomatoes e arrecadação de 273 milhões de dólares, seria uma pena se ele fosse o único filme dessa nova fase.


Fonte: Screenrant

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).