Primeiras impressões sobre a série de terror The Exorcist

the-exorcist-serie-terror

A nova série de terror que vai conquistar seu coração!

É inegável que a FOX está lançando séries surpreendentemente boas, e The Exorcist é uma delas. Tomás Ortega é um padre um tanto quanto diferente da maioria, discordando de algumas regras impostas pelo Vaticano e que coordena uma pequena paróquia localizada no subúrbio de Chicago. Com uma visão mais progressista e compreensiva, aproximando-se mais dos fiéis e doando-se por completo a eles, ele começa a chamar a atenção dos ocupantes dos mais altos cargos religiosos, inclusive do próprio Papa. Entretanto, um dia, Tomás começa a ter sonhos com um tal de Padre Marcus, que trabalhou em um caso de exorcismo em um bairro mais simples da Cidade do México. O sonho começou a fazer sentido quando um de seus fiéis relata um problema que pode ser um caso de possessão demoníaca. Preocupado, Tomás busca a ajuda de Marcus para ajudar a família aflita, ainda que ambos tenham visões muito diferentes da religião em si – o que, no fim, acaba ajudando no crescimento individual de cada um deles, enquanto enfrentam o maior desafio de suas vidas.

the-exorcist-serie-terror-4

Pela sinopse, parece ser mais um daqueles filmes de terror que retratam a figura do exorcismo, mas mostraremos aqui o diferencial dessa série em relação a todos os outros filmes ou seriados que retratem o mesmo tema.

Conexão com o clássico filme “O Exorcista”

É possível que você tenha notado – ou talvez pensado a respeito – que o nome da série remonta o clássico filme de terror que assustou muitos na época em que foi lançado (ou talvez mesmo até hoje): O Exorcista.

the-exorcist-serie-terror-1

A série NÃO é um remake ou um reboot do filme. Na verdade, ele é uma sequência do clássico de terror de 1973. Isso pode ser confirmado no quinto episódio “Through My Most Grievous Fault” (Através de minha grave falha).

Confira mais informações sobre isso na caixa de spoilers abaixo.

ATENÇÃO: A caixa de informações abaixo contém spoilers sobre a série. Você é o único responsável pela leitura:

clique para ler ALERTA DE SPOILER:
Em suma, Ângela, a mãe da personagem que está sendo possuída, procura o padre Tomás para ajudá-la nesta difícil missão. Neste episódio, ela revela que seu verdadeiro nome é Regan MacNeil!

the-exorcist-serie-terror-2

Confiram a fala na íntegra:

Não me lembro muito, felizmente. Amnésia pós-traumática, eles dizem. Depois, eu só queria seguir em frente com minha vida. Mas a minha mãe estava sempre encontrando novas maneiras de usar minha história para fazer um dinheirinho. ‘Este é o caminho que Deus nos deu. Use-o!’ Mas eu fugi de tudo isso. Mudei meu nome. Nunca disse a ela para onde eu fui. Nunca mais a vi. Eu me reinventei. Eu escolhi Angela. Como se um nome pudesse me proteger. Eu sonhei que poderia ter uma vida, uma chance. Mas não importa. Ele não acabou comigo. Está vindo atrás de mim, padre. Eu sei. Meu nome é Regan MacNeil.

surprised

Abordagem do tema

O tema é abordado de forma bem peculiar e um tanto quanto diferente do clássico. Principalmente pelo fato de se tratar de uma série e de termos diversos episódios à disposição, os personagens são muito mais explorados. O passado de cada um deles, os defeitos que se revelam como fraquezas e até mesmo os sentimentos e impressões mais profundos diante das situações. Isso quebra um pouco aquele marasmo que ocorre em todos os filmes de exorcismo: a família sofre, procura o padre exorcista que tem ou não o aval da igreja para realizá-lo (mas o faz mesmo assim) e no fim fica tudo bem… Ou não.

the-exorcist-serie-terror-7

Outro ponto que achei bem interessante é a abordagem diferenciada do exorcismo em si. Além do tradicional ritual em que se prende o possuído enquanto são lidos versículos da bíblia e algumas falas expulsando o demônio são ditas, a série mostra outras formas possíveis de se realizar o exorcismo – o que claramente mostra a relação entre os protagonistas e personagens secundários, além do crescimento individual de cada um deles.

Ainda falando sobre o ritual em si, também é abordada a possibilidade de falha de um exorcismo resultando na morte apenas do possuído, diferente do clássico final trágico em que o possuído continua nessa condição, mata os exorcistas e sai pelo mundão (e é aí que acaba o filme, sem nunca ser revelado o que acontecerá em seguida).

the-exorcist-serie-terror-6

Por último, porém não menos importante, todos os episódios até então terminaram em momentos de clímax muito intensos (os chamados cliffhangers), causando em nós aquele gostinho de “quero mais”, e então quando nos damos conta, assistimos a todos eles sem pausas e você deixou de lado suas tarefas de casa/faculdade/escola/trabalho e afins. (MAS VALEU A PENA Ê Ê)

(Ainda não tem no Netflix, mas quem sabe em breve xD)

(Ainda não tem no Netflix, mas quem sabe em breve xD)

Análise Técnica

Por fim, chegamos à temida parte técnica – o que gera mais reclamações nas séries (às vezes, muito mais do que problemas na trama em si).

Começaremos pelos atores. Tomás é interpretado por ninguém mais, ninguém menos que Alfonso Herrera, que outrora interpretava Miguel de “Rebelde”. Como grande fã que fui na época da novelinha mexicana, logo que o vi na telinha o reconheci. E aliás, acompanhando o desempenho do ator de perto é necessário ressaltar que o seu desempenho praticamente dobrou em qualidade. Além da atuação, algo que chamou muito a atenção é a ~QUASE~ ausência de sotaque do autor em seu inglês. O padre Tomás usa diversas vezes o espanhol para se comunicar, já que sua família é mexicana também, mas é realmente impressionante a pronúncia do inglês sem o queridinho sotaque espanhol.

the-exorcist-serie-terror-8

Ben Daniels também não fica para trás ao interpretar o Padre Marcus, que muitas vezes lembra a personalidade do icônico Dr. House: sarcástico e mal humorado. O seu desempenho como padre nos exorcismos é incrível, não podendo passar despercebido. E é claro, Hannah Kasulka, interpretando Casey, a possuída, acaba chamando toda a atenção do espectador com os movimentos inacreditáveis que só uma pessoa que está possuída por um demônio poderia ter.

the-exorcist-serie-terror-5

E aliás, falando em movimentos…

Muitas críticas em relação aos movimentos ~fantasiosos e forçados demais~ são feitas aos filmes com exorcismo, mas convenhamos que isso é o que remonta ao clássico filme O Exorcista, que deu motivação à criação da série. Em minha opinião, isso preserva a originalidade do filme xD

Considerações Finais

Em suma, achei a série muito interessante, principalmente para os amantes do gênero terror. Além de remontar um clássico – e dar continuidade a ele -, a abordagem em relação ao ritual é completamente diferente e inovadora, sem deixar de explorar o lado pessoal de cada personagem, seja ele protagonista ou secundário, e inclusive relacionando os defeitos de cada um com os exorcismos em si.

Gostou? A série ainda está em produção e é exibida às sextas feiras, à meia noite, no canal FX. Entretanto, ela também pode ser assistida pelo site oficial da FOX.

the-exorcist-serie-terror-3

Quem escreve? Mindy (Yasmim Alvarez)

Cosplayer e graduanda em Direito. Amante de World of Warcraft, invencível no Super SmashBros, Batman-lover e fã de carteirinha da Princesa Zelda. Queria ser a toda-poderosa Sailor Moon, mas se contenta em ser apenas uma princesa da Disney nas horas vagas