Megafone transforma sua voz em personagens de animes

animegaphone-1

Arigatou gozaimasu!

Perguntinha básica para os Otakus de plantão: Quem nunca tentou imitar as vozes de seus personagens de animes favoritos? Sim… aquelas vozezinhas agudas e irritantes são difíceis de imitar… corrigindo: ERAM DIFÍCEIS!
Com o megafone da Crimson Technology agora é possível transformar a sua voz pois ele conta com a tecnologia R.C. Voice (ReaChan Voice)! Pode parecer meio bobo e por vezes inútil… mas se analisarmos por outro ângulo, esse megafone pode ser utilizado de muitas maneiras.
Imagine um ambiente lotado: um show de boyband, alguma convenção de nerds, algum encontro de amantes de gatos… pois bem… Geralmente em lugares assim as pessoas acabam não escutando avisos dos colaboradores e seguranças do local pois a emoção é tão grande e é tanto barulho, tantas vozes… O megafone que transforma a voz do usuário em personagem de anime pode se destacar facilmente no meio da multidão, o que pode ser bem útil nesses casos! Ahhh e é claro! Dá para brincar bastante em outras situações que não sejam essas mais sérias.
Para fins de demonstração, os dubladores de Hiroaki Hirata (One Piece) e Kotori Koiwai (Non Non Biyori) emprestaram suas vozes ao projeto. O novo produto se chama Animegaphone e já foi apresentado ao público no Festival de Inverno desse ano, no centro de convenções Makuhari Messe em Chiba.

animegaphone-2

Foto: Gigazine

Ainda não sabemos se o produto será comercializado ou se foi somente uma brincadeira da empresa para descontrair a plateia dos jogos de inverno, de qualquer forma, conheço muitas pessoas que dariam tudo para ter um desses!
Tem um videozinho de demonstração do Animegaphone rolando no YouTube:

Fonte: Animegaphone

Quem escreve? Barbs_

Otaku, metaleira, esquisita. Gosta de Inuyasha e de uma boa cerveja. Especialista em Zelda. Fã de HQ's e Tolkien. Ama queijo e batata frita. Sofre um pouco de fobia social e prefere ficar em casa lendo e assistindo séries. Estabanada, um pouco ogra e jogadora de Roller Derby. Veterinária e estudante de Quenya nas horas vagas.