Dica de livro: o arrepiante e cheio de suspense “O Jardim das Borboletas”

livro-jardim-das-borboletas2

Não se deixe enganar pelo título doce e amigável….

Pelo nome, O Jardim das Borboletas, esse livro parece ser super bonitinho, meio conto de fadas, né? Só que não. Essa história é sobre um serial killer que sequestra meninas por volta dos 17 anos, e as prende em seu Jardim de Borboletas.

livro-o-jardim-das-borboletas

O livro começa com Maya sendo interrogada pelos policiais Victor Hanoverian e Brandon Eddison, os agentes do FBI que estão encarregados do caso. E é através do depoimento da garota que descobrimos o que realmente acontecia no jardim. E tenho que admitir, é arrepiante.

Primeiro, o Jardineiro sequestrava as garotas e as levava para lá. Então ele tatua as costas de cada uma com uma asa diferente de borboleta e dá um novo nome para elas. Cerca de 20, 25 meninas são prisioneiras lá por vez, e ele faz isso há alguns anos, então pensa em quantas já foram Borboletas

Essa montagem aqui é para você não ficar igual louca procurando as espécies que Maya e suas melhores amigas são:

o-jardim-das-borboletas-livro-maya-bliss-lyonette

Voltando à história, os policiais sentem que Maya está escondendo alguma coisa, e começam a desconfiar que ela possa, de algum jeito, ser cúmplice desse crime horrível! Pois não pense que o Jardineiro só mantinha elas presas lá. Além dos estupros, quando as garotas fazem 21 anos… Bem, você vai ter que ler para descobrir o que acontece.

Quando contei o enredo do livro para meu pai, ele na hora lembrou do filme O Silêncio dos Inocentes. Apesar da autora, Dot Hutchinson, nunca ter comentado sobre isso, até que lembra. Além dos crimes, tem a borboleta/mariposa sempre presente.

A construção da narrativa é muito interessante, pois ela varia entre o interrogatório, o passado da Maya antes do Jardim, e sua vida lá dentro. E o livro é dividido em três partes, não em capítulos, e isso dá muito fôlego para continuar lendo. Assim fica quase impossível largar o livro. Eu li em um dia…

26829053_1543932325656700_1128734040_o

A amizade que as meninas formam é uma coisa muito bonita, e ao mesmo tempo muito frágil e necessária. É como uma família, que brigam, mas estão unidas para o que der e vier. Assim como a pontinha de uma quase amizade entre Maya e o agente Hanoverian, que é bem interessante, pois além de querer a verdade, ele quer proteger ela e as outras.

Ler O Jardim das Borboletas causa um mix de emoções em você. Em um momento está tudo calmo, então as paredes descem, algo horrível acontece, e depois eles estão tomando um café e comendo pão doce. Parece que muita coisa acontece ao mesmo tempo, mas o clima tenso aumenta até chegar no ápice, já perto do final. O coração até acelera. Apesar de achar as últimas páginas bem ok, elas são importantes para juntar todas as pontas soltas e dar um final para isso tudo.

E além de ser uma ótima leitura, que recomendo para todos, a editora Planeta fez uma edição linda, com capa dura! O Jardim das Borboletas faz parte da trilogia Colecionador, e já estou ansiosa para os próximos!

Quem escreve? Gabi Orsini

Aspirante a jornalista e bailarina. Conversa até com poste e acha que sabe cantar. Desde que descobriram que é uma sereia, não esconde mais isso. Ama tirar fotos e por o pé na estrada. Tem o dom de ler em qualquer hora e lugar. Sonserina sim.