A final do International 2014 e o que você tem a ver com isso

final_dota_international_esport

Entenda porque a quarta edição do International promete mudar a visão do mundo em relação aos games.

Como vocês já sabem (porque nós já falamos aqui), no último final de semana aconteceu a 4ª edição do International, o torneio mundial de Dota 2.
Na segunda-feira rolou a GRANDE final e os chineses da equipe Newbee foram os grandes vencedores, levando o prêmio de US$5 milhões para casa.
Aff, Tamirys. Nem jogo Dota. O que eu tenho a ver isso?
Muito mais do que você imagina, jovem padawan.

yoda

Como vocês devem ter visto no post sobre os 5 motivos para assistir ao International, o torneio prometia MUITA emoção.
Sem dúvida, a 4ª edição do campeonato foi uma surpresa para todos: os times favoritos caíram fora logo no início (qualquer semelhança com a Copa do Mundo é mera coincidência) e o grande campeão foi um time emergente e sem nenhuma tradição, criado em FEVEREIRO de 2014. Os chineses da NewBee fizeram os ucranianos (e um dos favoritos) da Na’Vi comerem poeira, assim como a Alliance, campeã do ano passado que nem conseguiu passar das eliminatórias.
Se você fez um bolão do International com os seus amigos, dificilmente iria apostar nos asiáticos da Newbee. (que era o time com menos popularidade do torneio, de acordo com uma pesquisa realizada pela própria Valve)

Os mais novos milionários do pedaço

Os mais novos milionários do pedaço

Em apenas 4 anos de existência, o International conquistou o posto de maior torneio de eSport DO MUNDO! Além disso, nesta última edição a ESPN decidiu transmitir os jogos de Dota 2 (o que foi uma grande surpresa para os espectadores do canal e do jogo). Ao todo, mais de 300 mil pessoas acompanharam as transmissões dos jogos no canal.
Parece que, finalmente, o mundo começou a ver os videogames como um esporte de verdade, e não apenas como uma diversão.
O prêmio do International deste ano totalizou mais de 10 FUCKING MILHÕES DE DÓLARES, valor alcançado com a ajuda dos fãs do jogo de maneira colaborativa. O que só comprova a paixão dos torcedores pelo game.
A grande lição que o International 2014 nos deu é: definitivamente, videogame não é APENAS diversão.
Finalmente o mundo se voltou para os jogadores profissionais de eSport, para a movimentação milionária desse meio e, principalmente, para a paixão dos torcedores (e jogadores).
Assim como a EVO (Evolution Championship Series), CBLOL (Circuito Brasileiro de League of Legends) e o próprio campeonato mundial de LoL, os games estão provando que o eSport nunca esteve TÃO FORTE!
Pra ter uma ideia disso: enquanto 26 milhões de pessoas assistiram a final da NBA (National Basketball Association), 32 milhões de espectadores assistiram a final do campeonato mundial de League of Legends.
Se tinha gente que ria quando você falava que “gostava de assistir videogame”, pode mandar essa galera rever seus conceitos.

eSports crescendo! \o/

eSports crescendo! \o/

AH, TAMMY, MAS JOGAR VIDEOGAME É FÁCIL. ATÉ EU JOGO.
Você que pensa, mermão.
O nível de complexidade dos jogos do International e das finais de campeonato vão muito além das partidinhas cotidianas que vemos por aí. Os caras treinam pesado, são atletas de verdade e praticam NO MÍNIMO 6 horas por dia.
Sabemos que o sonho de 8 a cada 10 adolescentes é ganhar dinheiro jogando videogame, e parece que finalmente esse sonho começa a ficar mais perto de se tornar possível, graças a esse incrível crescimento dos eSports e dos campeonatos mundiais.
Esse cenário já era realidade em outros países há mais de 10 anos, como na Coréia do Sul, que liberou a licença de gamers profissionais no ano 2000. Já em 2013, o canadense Danny “Shiphtur” foi o primeiro jogador de videogame a receber um visto de atleta para a entrada nos Estados Unidos. Depois disso, os atletas do eSport só ganharam cada vez mais espaço e destaque na mídia mundial.
Para ter uma ideia de imensidão do eSport, é só pensar que existem 400 milhões de jogadores online de games no mundo, enquanto existem 500 milhões de fãs de Fórmula 1. Isso transforma os games no SEGUNDO ESPORTE MAIS POPULAR DO MUNDO!

Dota 2: quase um Super Bowl

Dota 2: quase um Superbowl

Não importa se você joga Dota, ou League of Legends, ou Starcraft ou Plants vs Zombies.
A final de 10 milhões de dólares do International transmitida na ESPN nos mostra que uma nova era está por vir.
Uma era em que jogadores de eSport vão ganhar muito mais reconhecimento e os games mais destaque.
Por um mundo com mais Internationals, mais finais tão emocionantes quanto as da Copa do Mundo e mais eSports valorizados. <3

Quem escreve? Tammy

Jornalista, pedreira, uma das fundadoras do Garotas Geeks e desbravadora de indie games. Muda a cor do cabelo 1 vez por mês, é a encarnação humana do Snorlax e faz cospobre de Pikachu nas horas vagas. Me encontre em qualquer lugar com o @tammynhoca :)