E como o romance deles na terceira temporada de Bridgerton foi delicioso!

O final da terceira temporada de Bridgerton está causando bastante debate online e dividindo os fãs por conta das mudanças em relação aos livros (uma mudança em específico, essa mesmo que você está pensando!), e com isso sinto que estamos deixando de comentar algo muito importante: o quão delicioso foi o romance entre Penelope e Colin!

Imagem: Netflix / Shondaland

Todo mundo ama um bom romance, e a série Bridgerton vem entregando a dose certa de fantasia e romantismo para gente desde a temporada de estreia. Vivemos indiretamente através das vivências dos personagens enquanto a série representa alguns de nossos desejos mais profundos. Um desses desejos é ouvir nossos parceiros dizerem exatamente o que os homens de Bridgerton dizem às suas mulheres.

É certo que ouviremos mais de uma confissão de amor ao longo de uma temporada de Bridgerton. Essas confissões acabam se tornando virais, indo parar em vídeos do Instagram e no TikTok no mundo todo. Na primeira temporada foi a fala de Simon:

“Eu não conseguia parar de pensar em você. Desde as manhãs que você relaxa até as noites que você acalma, até os sonhos que você habita, meus pensamentos sobre você nunca terminam. Eu sou seu, Daphne, sempre fui seu”. Seguido da icônica frase: “Eu queimo por você”, que deixou todo mundo louco.

Imagem: Netflix / Shondaland

Na segunda temporada tivemos o confronto sexualmente carregado entre Kate Sharma e Anthony Bridgerton. Anthony não conseguiu conter as emoções, principalmente quando Kate afirmou que estava de partida para a Índia:

“E não é longe o suficiente! Você acha que existe um canto desta Terra para onde você poderia viajar, longe o suficiente para me libertar deste tormento?”. Pausa dramática para a frase mais viralizada de toda a série: “Você é a ruína da minha existência e o objeto de todos os meus desejos”. Ajuda que tudo isso tenha sido dito por Jonathan Bailey em sussurros sensuais e ofegantes.

Imagem: Netflix / Shondaland

A vez do Colin!

Na terceira temporada, foi a vez de Colin. No final da primeira parte tivemos um gostinho do que estava por vir com a cena da carruagem, mas ainda não era o suficiente. Mas era só a metade da temporada! A segunda parte teve muito mais momentos entre Colin e Penelope, desde a primeira vez juntos no divã até a cena do espelho. Mas o discurso que mais me pegou foi o que Colin disse à Penelope durante o baile Dankworth-Finch.

Depois que Penelope revelou sua verdadeira identidade como Lady Whistledown, ficou na frente de toda a sociedade e se declarou, Colin se aproxima de sua esposa. Ele afirma que errou ao tentar separar Penelope de Lady Whistldown, elogia suas habilidades como escritora e continua:

“Acho que, na verdade, tive inveja de você, do seu sucesso, da sua bravura. E agora simplesmente não consigo acreditar que uma mulher com tanta coragem me ame. Que sorte tenho de estar ao seu lado e absorver pelo menos um pouquinho da sua luz. Se meu único propósito na vida for amar uma mulher tão grandiosa quanto você, então serei um homem realmente realizado.”

Imagem: Netflix / Shondaland

(me deem um minuto para o meu coração sossegar)

E por que isso é tão importante?

Para começo de conversa, Colin está se desculpando e assumindo a responsabilidade por suas emoções negativas e como ele se deixou levar por elas. Amamos um homem que pode refletir, pedir desculpas e trabalhar para melhorar. Em segundo lugar, há muitas mulheres por aí que vão muito além do que o mundo está preparado para ver delas. É difícil, pode ser exaustivo e muitas vezes passa despercebido. Ter um parceiro nos dizendo isso, reconhecendo nosso trabalho e esforço, nossa habilidade e talento, ter orgulho de estar conosco, bem, isso significa tudo.

Imagem: Netflix / Shondaland

Luxúria e desejo são muito bons – e uma grande parte do motivo pelo qual assistimos Bridgerton – mas esse tipo de reconhecimento é muito mais importante. Ter um parceiro que possa comemorar seus sucessos, que possa ver você brilhar e afirmar sua admiração por você, isso é mais importante no longo prazo de um relacionamento. Colin aqui está provando ser um parceiro digno de Penelope, não porque ele se iguale a ela em habilidade, mas porque finalmente respeita e valoriza o que ela tem a oferecer.

E é por isso que essa temporada acabou se tornando a minha preferida até agora!

Post traduzido (mas com muitas adaptações, para refletir a opinião da tradutora-autora) de The Mary Sue.

Leia mais sobre Bridgerton no Garotas Geeks.

Compartilhe: