Pra resumir esse mangá/anime, temos garotas fofinhas fazendo coisas fofinhas de um jeito super fofinho. Se você precisa de mais glitter, risadas, amor e fofurice na vida, acabou de achar o meio mais rápido e divertido para isso.

Raramente as coisas do cotidiano chamam a nossa atenção e são vistas como espetaculares. Mas é incrível como coisas cotidianas que compõem o longo e detalhado tecido da vida – como fazer amigos, ir à escola, tentar fazer algum dinheirinho ou comemorar um feriadão  – são tratadas de uma forma super gostosa de acompanhar em Ichigo Mashimaro, uma série emocionante que segue o cotidiano cheio de pequenas aventuras de Itou Chika, 12 anos, sua irmã Nobue, 20 anos, e suas amigas Miu, Matsuri e Ana.

Na ordem:
Na ordem: Matsuri, Miu, Nobue, Ana e Itou.

Ichigo Mashimaro (Morango Marshmallow) é um mangá em andamento, atualmente com sete volumes, criado em 2002 pelo mangaka Barasui para a revista Dengeki Daioh. Em 2005, foi adaptado para anime em 12 episódios e até para um jogo de PlayStation 2. Uma série OVA de 3 episódios foi lançada em 2007. Uma segunda série OVA foi anunciada em 2008. O mangá foi licenciado e publicado pela Tokyopop nos EUA e na Alemanha. Rezo pelo dia em que ele chegará ao Brasil <3

Devo admitir novamente (ando fazendo isso muito nos meus posts sobre mangá aqui no site, lol), a primeira coisa que mais me chamou atenção no mangá foi o traço. Reparar na imagem, achar super fofo e ir atrás de maiores informações, já completamente apaixonada, foi um processo automático. Esse é um dos mangás daquele tipo que te puxa de curiosidade e já te deixa com expectativas, uma vez que você já foi tomado pela magia do traço fofinho e bem feito.

KAWAII DESUU~
KAWAII DESU~ kawaii demais, num guento

E sinceramente, não me arrependi. Ichigo Mashimaro é absolutamente incrível. A arte é tão original, tão fofinha e bem colorida (esses rostos rechonchudos e essas bochechas rosas me encantam <3) que me faz ser uma fã de carteirinha do autor e imaginar que ele deve ter tido um trabalho do cão para fazer todos esses detalhes em tamanha qualidade; além de que a história é uma das mais engraçadas que já vi em uma série slice-of-life e comédia. E é assim engraçado porque é assustadoramente realista para a vida cotidiana, mas sem torná-la chata! Afinal de contas, eu acho que isso seria impossível, uma vez que as personagens foram bem desenvolvidas e, devo destacar, de uma forma adorável. Ou sou só eu puxando sardinha porque sou mortalmente apaixonada por coisas fofas e mortalmente atraída por traços bem feitos.

ichigo_mashimaro008Mas é interessante notar que cada uma das meninas tem sua própria personalidade, aparência e excentricidade, e é essa definição de características que lhes dá uma distância bacana de personagens de outras séries do estilo, que muitas vezes cometem o pecado de massificar esse tipo de coisa.  Elas são super expressivas, coloridas e divertidas de assistir.

ichigo_mashimaro004
ʕ≧ᴥ≦ʔ

Eu curto muito o gênero slice of life, de fato é um dos meus preferidos. E acho que, com a experiência que tenho vendo esse gênero, é fantástico ver que alguns animes conseguem não se tornar maçantes mesmo sendo sobre assuntos corriqueiros. Ichigo Mashimaro mantém você atento com risos e reviravoltas, além de muita confusão. Pode parecer muito “feminininho”, mas conheço muitos caras que o acharam hilário. Acho que ele apela nos traços e acaba fazendo todo mundo submergir de cabeça na história, haha!

ichigo_mashimaro009Li as páginas do mangá com uma avidez de quem se perde no tempo, e então descobri que existia o anime. Corri! Assisti tudo corrido – não porque não tinha tempo, mas porque eu simplesmente não conseguia parar.

O mundo precisa de mais dessas séries de anime!! Dessas que completamente livre sua mente de qualquer outra coisa e faz você se soltar e relaxar.

Em geral, as piadas da história são fáceis de se entender, mas, podem ter outro lado astuto e inteligente também, o que faz com que ela passe para fora das massas de mangás/animes de comédia característico de crianças (com crianças no enredo). Além disso, endosso: ao contrário de outros animes desse tipo, os personagens de Ichigo Mashimaro, apesar de suas superficialidades quase viciosas, transmitem autenticidade.

Quando comecei a ler, achei bem parecido com Azumanga Daioh pelas piadinhas sarcásticas e humor espirituoso. A história não é complicada, mas certamente não é chata, garanto.

A única parte questionável de Ichigo Mashimaro é a perspectiva de que o autor é, de fato, do sexo masculino. Agora é só pensar sobre um baita marmanjo adulto desenhando esses puras e inocentes garotinhas em situações um tanto quanto constrangedoras (calcinhas aparecendo, cenas de banho, por aí). Se você consegue ignorar o tanto quanto óbvio “fator loli” deste mangá, então você com certeza fará um passeio agradável. Pessoalmente falando, não gosto de loli, moe, ecchi e etc. Mas não foi nada difícil ignorar uma ou outra coisa do tipo, sem contar que para algumas pessoas isso nem chega a ser um problema. Além de que… Caras, estamos falando de JAPÃO.MX-SW01

O anime é envolvente de igual forma ao mangá. O simples vira fantástico e os pequenos detalhes matam de fofura. É o tipo de anime que te faz ir de “awnn” a “omg, que lindo!” a cada minuto. Inclusive, a dublagem foi muito bem feita (principalmente a Miu, que é a mais espevitada do grupo, e a que eu mais adoro).

Não tem como não gostar, não curtir! Como uma crítica afirmou certa vez, é tão fofo que é “inodiável” (eu e meus neologismos…)!

As openings e endings fazem jus à série, e é perceptível que desde o mangá, a música é fator chave de ouro. A série é salpicada com muitas pequenas alusões relacionadas à música, como o cachorro de Ana, o Frusciante, que tem o mesmo nome de um integrante da banda Red Hot Chili Peppers ou o próprio título do mangá/anime, que foi inspirado em “Mashimaro”, um single de um artista de rock japonês chamado Tamio Okuda.

A partir daí, temos uma trilha sonora simplesmente amável. Bem levinha, bem lúdica e divertida. Com cara e gostinho de infância.

https://www.youtube.com/watch?v=C-vPlZfPRFo&index=21&list=PL507DFA328B05D370

Tenha certeza que você vai se apaixonar por essa história e pelo traço do nosso querido Barasui, que tinha até a delicadeza de vestir as personagens como todas as formas da história: FOFAS. Porque fofura e criança andam sempre de mãos dadas. O encantamento é automático e as risadas são garantidas.

Pensei em colocar GIFs aqui pra comprovar, mas isso aqui ia ficar pesadão, hue. Então vocês mesmos podem comprovar lendo o mangá aqui ou baixando o anime aqui!

Fiquem com mais imagens fofas e um beijo da Liao ;*

Compartilhe: