Um romance sensível, profundo e inesquecível sobre primeiras paixões e segundas chances!

Em Conversas na Madrugadaacompanhamos a história de Will e Rosien, que orbitam polos opostos quando se conhecem, na adolescência: ela pensa demais, ele é o amigo rebelde e imprevisível do irmão gêmeo dela; uma sonha em estudar em Oxford ou Cambridge, o outro não cogita entrar na faculdade.

Porém, quando fazem caminhadas no gelo, conversam ao redor de uma fogueira e trocam telefones que uma conexão inesperada, um vínculo começa a se estabelecer. Mas uma tragédia interrompe de vez a ideia de um futuro conjunto.

Os anos passam e os laços que unem Will e Rosie se mostram surpreendentemente fortes. Sempre que se encontram são tomados pela dúvida do que poderia ter sido deles caso aquilo não os tivesse separado.

Assim, o livro busca questionar: o que fazer quando a pessoa de quem você deve se afastar é aquela que não consegue esquecer?

conversas na madrugada

História

De início, já podemos adiantar que é um romance daqueles de alma gêmea, com uma complicação envolvendo luto, uma dinâmica familiar bem confusa, envolvendo o tropo amigos que viram namorados e também a comum falta de comunicação em relacionamentos.

Tímida e reservada, Rosie é gêmea do divertido, barulhento e charmoso Josh. Eles têm muitos privilégios, embora seus pais sejam fechados e frios. Rosie leva seus estudos a sério e está focada em seu futuro; Josh, porém, nem tanto; No último ano do ensino médio, ele é orientado por Will em matemática, e assim eles criam um laço.

Ninguém sabe ao certo o que está acontecendo com Will, criado junto com sua irmã pela avó. Sua família não tem muito, ele não tem vontade de frequentar a faculdade, anda de moto e fuma… e é perigoso por causa de algum incidente que o suspendeu da escola por um ano.

Uma noite, em uma fogueira, Rosie se senta ao lado de Will e há uma conexão inegável. Eles conversam até tarde da noite, sentindo que algo está para acontecer entre eles. Então, acontecem dois eventos que os separam.

Mas repetidamente, ao longo de mais de 30 anos, Rosie e Will se encontram. Desesperados para se separarem por causa da dor que inevitavelmente causam, nenhum dos dois consegue se afastar efetivamente. E assim, ano após ano, eles dançam músicas que só eles conseguem ouvir. É uma vida inteira de oportunidades perdidas, chances aproveitadas, riscos evitados.

Impressões

Este foi um dos livros mais surpreendentes deste ano.  Cheio de tristeza, saudade, pesar, desespero e dúvidas, Conversas na Madrugada leva os leitores a uma jornada emocional pela vida de dois personagens muito imperfeitos, mas relacionáveis.

Contado ao longo de duas décadas, seguimos Will e Rosie desde o ensino médio até a idade adulta. Ao longo dos anos, os seus caminhos se cruzam muitas vezes com resultados mistos. Essas duas almas gêmeas revelam o que há de melhor e de pior um no outro, tornando a leitura muito interessante.

Apesar da má comunicação entre os personagens, o leitor está completamente sintonizado com os pensamentos e sentimentos de cada um, tornando ainda mais frustrante que eles não consigam se recompor.

De fato, este é um romance muito íntimo, fazendo com o que o leitor se sinta na pele dos personagens, em suas cabeças, compartilhando seus pensamentos e andando no lugar deles. Também há muitos momentos tranquilos, tornando a intensidade das emoções ainda mais poderosa.

O único ponto de controvérsia é que a linha do tempo pode ser um pouco difícil de acompanhar em alguns momentos. Mas, no mais, a primeira metade do livro é excepcional, e também muito dolorosa, fazendo com o que o leitor efetivamente sinta as emoções e quase participe delas. A segunda metade, porém, já é um pouco mais previsível.

Vale a pena?

Conversas na Madrugada é um romance surpreendente, adorável, triste e devastador. Realmente é um destaque dentre os últimos romances que vemos por aí. De todo o modo, esteja preparado emocionalmente (e separe os lencinhos!) para a leitura, porque é, de fato, bastante dolorosa.


Curtiu? Então leia também Dica de Leitura: A Lista de Coisas Suspeitas

Compartilhe: