[Uma das coisas que eu mais gostei ao entrar para a equipe do Garotas Geeks é o enorme fluxo de conteúdo que rola entre as garotas: notícias, ideias e muitas matérias. E numa dessas, a colaboradora Bruna sugeriu um anime que eu resolvi conferir pra fazer o post da semana. O que tenho a dizer é: Valeu, Bruna!]

Yamishibai (ou Yami Shibai) se trata de um anime de terror lançado em julho do ano passado com 13 episódios exibidos até setembro, produzidos pela ILCA. E já existe uma segunda temporada rolando desde 6 de julho de 2014, que está se saindo razoável comparada com a primeira.
Normalmente, eu não costumo me aventurar pelo gênero de terror em animes (minha preferência são os shoujos e alguns shonens), porém a premissa de Yamishibai é interessante demais para não dar uma chance.

Tiozinho esquisito da máscara sinistra que conta as histórias de terror.
Tiozinho esquisito da máscara sinistra que conta as histórias de terror.

E começa a história:
Toda semana, exatamente às 5 da tarde, um tiozinho esquisito aparece com uma bicicleta (e uma máscara sinistra) em um playground e começa a chamar as pessoas ao redor para ouvirem uma historinha de terror. O homem usa o tradicional sistema “kamishibai” pra contar as histórias, que é como um teatro de papel num palquinho de madeira. Cada episódio tem uma duração de 4 minutos (ou seja, dá pra assistir tudo em uma tacada só!) e a animação segue o estilo do kamishibai – portanto não espere uma obra prima de animação com super efeitos especiais – a ideia é remontar o clássico sistema e convenhamos, as histórias de terror e as lendas urbanas se popularizaram pelo boca a boca e técnicas mais primitivas de se compartilhá-las.
Todas as histórias do anime são baseadas lendas antigas ou urbanas e mitos populares no Japão.

yami-shibai1

Quando eu vi essa descrição, automaticamente tremi nas bases. Primeiro porque eu sou cagona por natureza – do tipo que insiste em jogar Silent Hill a noite com as luzes apagadas, mas depois não dorme por uma semana!
E segundo porque em termos de terror (na minha opinião, claro) ninguém supera os orientais. A ásia é um território dominado pela crença geral no espiritual, seja no Japão ou até a Índia, e é comum encontramos histórias sobre demônios e espíritos no mitológico popular. Na boa, mais assustador que um serial killer americano com uma motosserra é uma japa ~morta~ te perseguindo.
Os episódios de Yami Shibai recontam esses mitos populares no estilo papel/aquarela, mas não se enganem: não é menos assustador por causa disso. Como já disse, os orientais são mestres em assustar e eles sabem como usar os elementos pra isso, como o esquema de cores, o posicionamento da “câmera” e principalmente os efeitos sonoros – e é nessa parte que eu juro pra vocês; o idioma japonês consegue ser tudo que quer: fofo, forte (bonito não…) e com certeza muito assustador!

yami-shibai3

Cada novo episódio conta uma história fechada, portanto não há qualquer problema em assisti-los fora da ordem. Dá para perceber que a ideia do anime não é realmente cada episódio ter um final ou a história ser bem explicada; o objetivo é causar a sensação de medo e deixá-la pairando no ar até o próximo episódio. Ou seja, em vários deles, não há qualquer explicação para as coisas que acontecem; elas simplesmente acontecem de acordo com as lendas contadas, mais ou menos como diria Chicó: “não sei, só sei que foi assim!
Quem já tem um certo conhecimento no estilo oriental de terror vai reconhecer algumas histórias e certos elementos do gênero, como os ofudas (selos de papel para barrar espíritos), problemas com elevadores e máquinas de fotocópias, o número 4 (que é evitado em japonês por ter sua pronúncia parecida com a da palavra “morte”), entre outros.

yami-shibai-gif

Yamishibai é diversão garantida para os amantes do terror e também pra quem gostaria de – assim como eu – se aventurar um pouco mais nas obras do gênero (e de preferência conseguir dormir depois!).
Por incrível que pareça, o anime não possui uma abertura como é de praxe, apenas um encerramento que – por incrível que pareça 2 – conta com uma música cantada pela super conhecida Hatsune Miku, de Vocaloid.
Vos deixo nesse momento, caros leitores do GG, com o trailer da primeira temporada. Assistam, me digam quem conseguiu dormir, quem fez xixi na cama e se vocês gostaram ou não de Yamishibai!
Até a próxima!

http://www.youtube.com/watch?v=PzoTWyiyvY4

Compartilhe: