Vingadores: Guerra Infinita é um excelente argumento para defender um filme só de super-heroínas

These are the women of Infinity War

Guerra Infinita não é apenas uma reunião de grande parte do Universo Cinematográfico Marvel, mas também uma obra que demonstra por que a Marvel deve avançar em seu projeto de um filme com elenco feminino. A empresa nunca teve falta de personagens femininas em seus livros e quadrinhos, mas elas ainda não possuem tanta relevância em seu universo cinematográfico. Apesar de existirem diversas heroínas nas histórias, Homem-Formiga e a Vespa é o primeiro filme cujo nome de uma delas faz parte do título. E somente em Capitã Marvel é que a Marvel oferecerá seu primeiro filme protagonizado por uma mulher.

O texto a seguir contém SPOILERS do filme.

Por sorte, o futuro da MCU deve ser bastante feminino, de acordo com Tessa Thompson. Thor: Ragnarok apresentou não apenas a personagem Valquíria, interpretada pela atriz, mas também a sua primeira vilã principal, Hela. Com o final da fase 3 se aproximando, a Marvel terá várias oportunidades para expandir esse nicho, e o filme da Viúva Negra já está engatilhado. Mas ainda mais empolgante do que isso é a expectativa por um filme dedicado ao crescente grupo de heroínas da franquia. E se alguém imagina como poderia ser uma obra dessas, Guerra Infinita dá uma boa ideia.

avengers-infinity-war-p-5

No final do ano passado, foi divulgada a notícia de que as atrizes da Marvel haviam proposto a Kevin Feige a produção de um filme reunindo suas personagens. A ideia rapidamente ganhou adeptos na internet e diversas profissionais da área se colocaram à disposição para o desenvolvimento da ideia. Mulher Maravilha e Pantera Negra provaram como as histórias com diferentes perspectivas podem ser sucessos de bilheteria, então é difícil imaginar que a Marvel não esteja desenvolvendo algo como a série “A-Force”, traduzido no Brasil como “Força-V” ou mesmo da equipe “Lady Liberators” no momento. Seja esse o caso ou não, Guerra Infinita dá uma ideia de algumas equipes que poderiam ser formadas em um filme como esse durante a batalha em Wakanda.

aforce-1

Várias lutas menores ocorrem durante a batalha em Wakanda, mas em várias salas de cinema foi possível perceber a empolgação do público no momento em que a Viúva Negra e Okoye unem forças para lutar contra Proxima Midnight e proteger a Feiticeira Escarlate. E apesar das duas heroínas não possuírem superpoderes, se tornaram algumas das favoritas dos fãs, graças à sua coragem e habilidades de combate. A guerreira da Ordem Negra até luta bem, mas quando a Feiticeira Escarlate entra na luta ao lado de suas aliadas, Midnight realmente não tem nenhuma chance. A cena é apenas um aperitivo, já que Gamora, Mantis e Nebulosa nunca chegaram a interagir com as personagens e Shuri sequer participou da batalha. Além disso, temos a Vespa, Valquíria, Nakia e a Capitã Marvel que sequer apareceram no filme. E mesmo sem um filme da Marvel ou um crossover com as séries de TV, os filmes já apresentaram diversas heroínas que podem acabar se unindo após o final da ameaça de Thanos.

Ninguém sabe como a Fase 4 do Universo Cinematográfico da Marvel será, mas podemos esperar mudanças. O primeiro arco de filmes terminará em Vingadores 4, no ano que vem, e a partir daí, podemos ter tanto mais filmes “terranos” quanto aventuras extraterrestres. Mas entre essas previsões, podemos arriscar a existência dessa obra reunindo as nossas super-heroínas favoritas. E ainda que isso possa levar alguns anos, já dá pra imaginar que teremos novas parcerias como aquela que aconteceu em Vingadores: Guerra Infinita.

De qualquer forma, esperamos ansiosamente por isso.

A-Force_Vol_2_2_Jones_Variant_Textles


Traduzido e adaptado da Screenrant. Créditos de Imagens: Marvel Studios

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).