Veja a evolução do Homem-Aranha em trajes pra lá de curiosos!

evolução-spider-man

Se você acha que o Homem-Aranha vive apenas de seu típico uniforme, prepare-se para ficar surpreso com esta extensa seleção com os trajes mais curiosos do herói!

Salvador Anguiano é uma artista que, em comemoração aos 52 anos do Homem-Aranha, fez um gráfico mostrando todas as máscaras do super-herói. Falando assim já parece legal, né? E realmente é muito interessante poder ver os diferentes trajes usados pelo personagem. E mais, se você não se aprofundou muito nas histórias em quadrinhos, é uma surpresa ver a quantidade de disfarces que apareceram nas narrações.

Então, com o gráfico de Salvador Anguiano, contaremos um pouco de alguns uniformes especiais nesses mais de 50 anos do Homem-Aranha! Das máscaras tradicionais a roupas vitorianas, poderemos ver como muitos destes trajes se adequaram aos grandes eventos da Marvel. E, por sinal, muitos destes disfarces são pra lá de diferentes e muito curiosos!

evolução-mascara-homem-aranha-01

O Homem-Aranha teve sua primeira aparição na Amazing Fantasy de 1962. Criado por Stan Lee e Steve Ditko, o personagem desenvolveu sua história como muitos heróis da época: dividia sua vida com um alter-ego, o jovem Peter Parker, um fotográfo e profissional da friendzone da cidade de Nova Iorque.  Para quem não se lembra, durante a adolescência, em um acidente, o jovem acabou sendo picado por uma aranha radioativa. Foi ela a responsável pela mutação genética que daria superpoderes ao franzino e tímido Peter Parker.

Bom, depois de relembrar a história, vamos lá conhecer alguns dos uniformes do nosso super-herói cinquentão:

1962 – O primeiro e mais tradicional uniforme

evolução-mascara-homem-aranha-03

Nas páginas da Amazing Fantasy daquela época, surgia o herói escalador de paredes e dono do spider sense mais famoso dos quadrinhos. O uniforme foi desenvolvido por Steve Ditko, junto com Stan Lee. Eles criaram o que era mais comum na época: uma roupa colada, que permitia maior flexibilidade, e que passava a caracterização do personagem, ou seja, uma aranha.

1984 – O Traje do mundo alien

evolução-mascara-homem-aranha-04

Quando organismos pra lá de estranhos se fixaram no corpo de Peter Parker, eles deram forma a um uniforme de origem de origem desconhecida. O Homem-Aranha passou a usá-lo de forma normal e parecia uma decisão inovadora. O que ninguém sabia na época é que aquilo, unido a Eddie Brock, resultaria no vilão mais famoso do Homem-Aranha, o Venom.

1984 – Cabeça de Saco ou uniforme da vergonha?

evolução-mascara-homem-aranha-05

Após um longo tempo com o traje negro, que na verdade viria a ser o Venon LOL, o jovem Peter Parker se livrou daquele uniforme com ajuda do Quarteto Fantástico. Ele pegou emprestado um dos uniformes do grupo, mas como não poderia sair por aí mostrando seu rosto e estragando toda magia da vida dupla de herói, o Tocha Humana resolveu o problema. Como? Com um saco de papel. Sério, Grazi? Sim, este viria a ser um dos momentos mais curiosos do Homem-Aranha nos quadrinhos.

1989 – Homem-Aranha Cósmico

evolução-mascara-homem-aranha-06

Calma! Isso que você está vendo não é um scrap com glitter do Orkut! É só mais um traje do Homem-Aranha que também vai pra lista dos mais curiosos. Mas ele não só um uniforme: poderes, como rajadas de energia, eram inclusos na roupa. Tudo isso graças a junção do Homem-Aranha com o Capitão Universo. Nesta história, Peter encheu-se do poder cósmico dessa entidade do Universo Marvel e acabou se transformando no Homem-Aranha Cósmico, manifestando poderes bem diferentes da velha teia de aranha que conhecemos.

1992 – Homem-Aranha 2099

evolução-mascara-homem-aranha-07

É o Homem-Aranha do futuro! Muitos outros heróis do Universo Marvel também aderiram ao movimento graças ao universo Marvel 2099, em que eram apresentados versões futuristas dos personagens. Estas histórias até lembravam seus antecessores, mas aqui quem dava lugar ao aracnídeo futurista era Miguel O’Hara. Diferentemente de Peter Parker, Miguel não obteve seus poderes na época da escola, e sim de um experimento que resultou na morte da cobaia, mas também na contaminação de Miguel com uma espécie de alucinógeno que causou dependência. Foi durante um tratamento para resolver o problema que ele acabou ganhando nova forma e poderes.

Quem escreve? Grazi

Cristã aspirante a cientista da computação, um dia ainda será a Root na companhia do Harold Finch e do John Reese. Fã de Green Day, sempre mantêm bons álbuns de punk californiano em seu player e desbrava universos ouvindo metal folk. Aprecia quadrinhos e boa leitura, sempre se vê presa a realidades alternativas sem precisar encher a cara.