Um fim de semana incrível na Escola de Magia e Bruxaria do Brasil

emb-capa

É tipo a ‘Hogwarts brasileira’ mesmo!

A EMB – Escola de Magia e Bruxaria do Brasil, teve sua décima edição no fim de semana de 31 de agosto a 3 de setembro, e eu participei dela! Então vou contar um pouquinho de como foi essa experiência de viver a magia 24 horas por dia! No final do artigo, tem um vídeo para que você possa ver ainda melhor como é a EMB 🙂 

Tudo começa antes mesmo de chegar no castelo, que fica em Campos do Jordão -SP. Você faz o teste das casas para descobrir qual das quatro é a sua: Tigres, Serpentes, Águias ou Esquilos, que foi a minha. Mas se você quiser pode se matricular em outra casa sem ser a que deu no seu teste.

emb-castelo

Imagem: Reprodução

É só passar pelos portões que você entra no mundo mágico brasileiro! O primeiro ano da EMB tem nove matérias: Adivinhação, Astromagia, Cuidado dos Animais Mágicos, Defesa Antitrevas, Feitiçaria, Herbologia, Poções e Elixires, História Mágica e Voo. Mas você só pode escolher oito para fazer, e eu deixei de fora Astromagia.

A sexta-feira é livre para os alunos poderem conhecer um pouco mais das dependências do castelo, e se conhecerem também. E o final da noite costuma ser no Javali Bisonho, a taverna que tem por lá. Lembrando que tem toque de recolher, que é à meia noite.

Sábado tem quatro aulas pela manhã, e pouco depois do almoço acontece o campeonato de Argobol entre as casas. Eu joguei como rebatedora, e foi incrível poder jogar e conhecer mais do esporte. E a noite rola uma fogueira onde algumas histórias são contadas.

emb-argobol

Imagem: arquivo pessoal

Domingo de manhã tem mais quatro aulas, e depois do almoço teve a prova. São 10 testes de cada matéria, mas é só estudar bem o que está na apostila! E a noite aconteceu o baile de formatura, onde também foi anunciado a classificação da taça das casas. As Águias ganharam, seguido das Serpentes, Esquilos e Tigres. Mas foi uma noite de muita dança e amizade.

No vídeo dá para ver um pouco mais sobre o que vivi na EMB, mas nem esse texto e as imagens podem expressar como é participar dessa imersão. É uma experiência única, os laços feitos por lá são incríveis, as emoções são muito intensas, é literalmente um sonho se tornando realidade. Mas só vivendo isso para entender a intensidade de tudo. Um exemplo que posso dar é: quando você lê um livro, você discute sobre o que leu, mas lá você está vivendo a história, e ela pode mudar a qualquer momento. A magia é real!

Confira o vídeo abaixo:

Quem escreve? Gabi Orsini

Aspirante a jornalista e bailarina. Conversa até com poste e acha que sabe cantar. Desde que descobriram que é uma sereia, não esconde mais isso. Ama tirar fotos e por o pé na estrada. Tem o dom de ler em qualquer hora e lugar. Sonserina sim.