Tutorial: Crie sua própria máscara de Clicker!

clicker_img_destacada

Procurando uma fantasia para arrasar no Halloween? Quer assustar aquele seu priminho chato? Quer fazer sucesso com as garotas e garotos? A solução já chegou! Confeccione sua própria máscara de Clicker e seja o nerd mais legal do bairro!1!!


AVISO: Post longo! É um tutorial bem completo 🙂

TUTO0

Desde que joguei The Last of Us, merecidíssimo jogo do ano de 2013 (desenvolvido pela Naughty Dog), me tornei uma viciada em qualquer coisa relacionada, tendo-o atualmente como meu jogo preferido. Poderia escrever um livro dizendo como esse jogo é foda, então se não jogou ainda pare AGORA o que estiver fazendo e vá jogar!
Logo depois que fechei (QUE FINAL FODA, PQP) fiz um cosplay da Ellie, mas tinha em mente que também queria tentar algo mais “brutal”. A melhor (e mais divertida) opção foi criar uma máscara de Clicker, um dos principais inimigos do jogo. Como adoro monstros (faz sentido) simplesmente AMO todo o visual deles e me senti desafiada a tentar criar um cosplay. Para melhorar, foi super fácil, rápido e barato de fazer, terminando todo o processo em dois dias com um resultado que gostei muito. Consegui até pegar o primeiro lugar no concurso de cosplay do Gameday Senai com ele depois de assustar todos os jurados! Então se qualquer cachorro treinado que nem eu consegue, você também pode 😀

Para quem não conhece, The Last of Us é ambientado nos Estados Unidos durante uma infecção de fungos cordyceps, quase extinguindo a humanidade e deixando todo o planeta num enorme caos. O fungo transforma seu hospedeiro numa espécie de zumbi e é contagioso através de mordidas ou inalação de seus esporos. Quanto mais tempo infectado, mais os fungos transformam as feições e comportamentos do pobre humano. Os hospedeiros de um dos níveis mais avançados da infecção são chamados de Clickers. A razão desse nome é porque os fungos tomam completamente a face do hospedeiro e o deixam cego, porém através de “cliques” com a boca e emissão de barulhos, eles conseguem perceber quem está próximo como um radar de morcego.

CLICKER

“Porra Alice, quero fazer essa droga de máscara de uma vez, por que tás falando essa baboseira toda?”

Calma, José! Acho que um dos segredos de fazer um bom cosplay/fantasia/qualquercoisa é entender perfeitamente o funcionamento antes mesmo de confeccionar. Se eu fosse fazer uma roupa, por exemplo, é importante saber qual o peso dela, tecido, quantas peças tem, como ela se organiza com as demais roupas, etc. Então no nosso caso, como estamos falando em reproduzir uma coisa “viva”, ajuda muito entender a biologia desse bichinho lindo. Os fungos começam a sair pelo nariz, desabrochando quase como uma flor, o que gera poros para todos os lados partindo de um centro (mais ou menos onde seria a abertura do nariz no crânio). Tendo isso tudo em mente já podemos partir pra botar a mão na massa!

TUTO1

A primeira coisa é fazer uma quest no mercado mais próximo para conseguir os materiais abaixo:

1- Espuma expansiva a base de poliuretano: Este será o material principal da máscara. É bem fácil de usar e barato, pode ser adquirido em lojas de material de construção. Importante lembrar que é um material TÓXICO, então nunca use sem a proteção e nem em lugares fechados.
2- Máscara: Qualquer tipo de máscara serve, pois a função é para dar a sustentação para a espuma. Escolhi uma bem genérica feita de gesso e funcionou muito bem.
3- Pinceis e escovinhas: Este é parte para a pintura, e é importante ter tamanhos diferentes de pincel para conseguir alcançar lugares mais fundos da máscara.
4- Esponjas: Também para a pintura, ela cria uma textura legal que lembra os poros e passa uma noção de sujeira.
5- Bucha ou tecido emaranhado: Mesma função da esponja, para criar texturas legais.
6- Cola quente ou cola de artesanato: Pode escolher a que preferir ou o que for mais fácil de achar. Vamos colar pedaços de espuma para criar um efeito dos poros na máscara, então é bom ter em bastante quantidade.
7-Tesoura: Para cortar coisas (dã) 😀
8- Lixa: Não está na imagem, mas é bem importante ter uma lixa grande (daquelas que vem em folhas). Uma lixa de unha também é legal para áreas menores. Vai servir muito para lixarmos as partes da máscara que forem ser cortadas, deixando os ângulos mais redondos e naturais.
9- Massa rígida: Qualquer tipo de massinha que seque e fique dura dá conta do recado. Vamos criar a gengiva e os dentes do Clicker com ela, então é legal ou ter em duas cores (vermelho para carne e branco para os dentes) ou pintar a massa depois que fizer a boca.
10- Materiais de proteção: Isso é FUNDAMENTAL para não morrer no processo D: A espuma expansiva é altamente tóxica e ainda inflamável e se grudar na sua pele, além de dar um trabalhão pra tirar, pode causar danos sérios. O mesmo para a cola quente, que queima muito. Então NEM PENSE em começar a criar seu monstrinho sem uma viseira, luvas e respirador/protetor de boca e nariz. Adicionaria como opcional um avental e blusa de manga comprida velha, porque aquela droga de espuma gruda em tudo e pode estragar suas roupas boas.
11- Tinta acrílica: Obviamente para a pintura. Outros tipos de tinta podem até pegar no material, mas é legal dar uma olhada nisso antes, porque tintas como guache não ficam boas e sei que a acrílica é bem em conta e funciona. Usei 5 cores: Marrom queimado, Preto marfim, Branco titanio, Vermelho carmesi e Amarelo naples. Não precisa ser necessariamente estas cores, mas elas se assemelham bastante com os tons do Clicker e podem ser combinadas entre elas para um degradê bonito. Opcional é ter também um verniz líquido para passar nas partes vermelhas depois.
12- Plástico: Importante ter algo de plástico para forrar o local de trabalho. A espuma expansiva é um material que suja pra caramba e gruda em tudo, mas solta facilmente do plástico. Para não deixar sua casa inteira suja, é legal rasgar um saco de lixo e trabalhar em cima dele.
13- Faca com ponta: Quando estiver seca, vamos cortar parte da espuma e qualquer faca de cozinha com ponta dá conta do recado, mas não é recomendado usá-la para cortar comida depois já que o material é tóxico.
14- Fita adesiva e papelão: Vamos aumentar a área da máscara, então qualquer durex e papel mais grosso vão servir.

TUTO2

Eu adoro cortar coisas e usar facas, então acho essa parte divertida 😀
A primeira coisa que faremos é cortar o que seria a mandíbula da máscara, da altura do lábio para baixo. Verifique onde o seu lábio superior fica e passe a faca abaixo dele por toda extensão, ao estilo Joker – ah, da máscara, hein D:

TUTO3

Como queremos fazer algo fiel, é legal deixar a área que iremos aplicar a espuma maior, então bora usar o papelão e fita adesiva para aumentar a máscara principalmente para os lados e na parte de cima (essa é fundamental). Se quiser, pode tampar a parte de trás também e cobrir tudo.

TUTO4

Como já dito antes, a espuma expansiva é MUITO tóxica. Essa porra gruda na pele que nem super bonder e pega em roupas também. O cheiro é bem forte, que pode machucar seriamente seus olhos, além de que não deve ser inalado. Então para ninguém morrer por culpa minha a não ser que me paguem pra isso, prepare seu gear de batalha!
É fundamental ter uma viseira, qualquer tipo de máscara que proteja sua boca e nariz e luvas (podem ser aquelas de borracha de médico). Também recomendo usar mangas compridas em alguma camisa que possa sujar e um avental pra caso tenha acidentes e a espuma caia lá.
O material faz bastante sujeira por todos os lugares, então bote um plástico para forrar a área que for aplicar. Outro motivo importante disso é que iremos jorrar algumas partes no plástico, que é uma das poucas superfícies que essa maluquisse não gruda. Como o cheiro é forte, é bom trabalhar em uma área aberta ou com bastante janelas para poder arejar e secar a espuma mais rápido.

Então agora que já temos tudo pronto, hora de botar a mão na massa! 😀

TUTO5

Para aplicar a espuma, mexa bem a lata antes e aplique pequenos jatos. Não esqueça de deixar um espacinho para os olhos, de maneira que esteja meio escondida a abertura. Vamos fazer tudo rapidamente para manter a forma e aplicar a gosma fedida na extensão da máscara por completo, para que ela fique legal de se ver de todos os ângulos. Importante: NÃO TOQUE NA GOSMA enquanto ela ainda estiver molhada! Isso pode estragar a forma que você criou!
Não esqueça de jorrar jatos no plástico para usarmos depois como poros maiores. Assim fica mais fácil dar uma forma legal e montar um efeito de desabrochar o/

A coisa legal é que cada Clicker é diferente, então pode-se pensar numa forma geral para criar seu próprio infectado. Pensei no meu ser meio simétrico, desabrochando os esporos para os dois lados igualmente, por ter sido mordido no meio do pescoço. Também cheguei a pensar até numa história pro meu personagem: Ele era um Firefly que ficou ferido em combate e decidiu se sacrificar pela facção, indo de encontro com os infectados para que o restante de seu grupo pudesse ter tempo para fugir (pobrezinho ;__;). Pensar nessas coisas vai tornar sua criação única e dará ainda mais carisma (se é que isso é possível) ao seu Clicker.

TUTO6

TCHAM TCHAM TCHAAAAAM!
O material é bem melequento, mas seca relativamente rápido comparado com outras espumas. Na dúvida, deixei por umas 3 ou 4 horas antes de testar. Deve ficar algo parecido com a imagem acima 😀

TUTO7

Não desperdice o material, porque tuuuuuuuudo é utilizável! Aquelas sobras de espuma que ficaram no plástico ou caídas por aí servem muito bem como poros para colar na roupa do seu cosplay, ou até mesmo para adicionar depois na própria máscara. Depois de tirar tudo do plástico vamos pra próxima etapa.

TUTO8

Faca na caveira! Mais uma parte que gosto, vamos agora esculpir a máscara e criar a forma. Abri uma baita fenda no meio dela, para parecer com as imagens de Clickers que usei como referência. Essa hora iremos testar os pedaços de poros que fizemos no plástico e ver que parte fica legal aonde. Aí é só cavar uma abertura com a faca e encaixá-los lá para testar o que funciona melhor.
Depois que tiver uma composição legal, prepare sua lixa. Quando usamos a faca para cortar pedaços na máscara, ela fica bem “quadrada” nas partes cortadas, então é só usar a lixa para deixar as formas mais arredondadas, mais próximo do que a espuma parecia sem o corte. Com a lixa menor dá pra fazer outros poros e aberturas também.

TUTO9

Biologia entrando em ação! Como fomos bons alunos e estudamos sobre o funcionamento do fungo cordyceps, sabemos que ele meio que sai de dentro do nariz, quase que abrindo o crânio em dois – o que faz a gengiva se separar entre os dentes da frente (praticamente a Madonna daqui uns anos). Vamos criar esse efeito com a massinha de modelar e criar a gengiva e dentes, separados entre lado esquerdo e lado direito. Olhe bem a forma dos seus dentes e crie algo parecido. Gosto de coisas feias e asquerosas, então tentei deixar os dentes tortos para ficar mais assustador, mas nada impede do seu Clicker ter usado aparelho na infância e ter dentes lindos.
Modelei os dentes separados da gengiva e encaixei eles com um palito de dente, para firmar. Como usei uma massa estilo FIMO, precisei deixá-la por uma meia hora no forno, mas qualquer tipo de massinha que fique rígida funciona – e não esqueça de ler as instruções do que for usar. Optei por comprar em vermelho e branco e só passei um toque de tinta e verniz depois para dar uma aparência de molhado, mas também é possível comprar a massa branca e pintar depois.

TUTO10

Com a gengiva já pronta, vamos fazer uma abertura entre a espuma e a máscara para encaixar tudo. Aproveite para cortar a abertura dos olhos nessa etapa, mas tem que prestar bastante atenção para a composição na frente. Clickers não tem olhos aparecendo, então é preciso disfarçar bem e fazer os furos bem pequeninhos e discretos.

TUTO11

Já com a gengiva e a composição dos poros prontos, agora é só botar tudo no lugar com a cola. Use em bastante quantidade pra não sair por aí caindo aos pedaços, já que na hora da pintura vamos fazer um pouco de força no material. Novamente, lembre de deixar todos os lados da máscara bem legais e coerentes, já que os poros crescem em toda a cabeça.

TUTO12

Hora da pintada violenta (HUE), prepare seus materiais!

1- Tintas: Mencionadas logo no início do post.
2- Recipiente para água: Gosto de ter dois sempre, um pra limpar pinceis quando uso cores escuras e outro para cores claras. Mas pode usar um só e trocar a água de vez em quando.
3- Recipiente para tintas: Como não vamos usar a tinta toda dos tubinhos, vamos adicionando aos poucos no recipiente. Essas caixinhas de Ferrero Rocher (ta aí o álibi perfeito pra comprar uma caixa e comer tudo :D) são ótimas pra isso, e formas de gelo também servem. Vamos usar quadradinhos diferentes para fazer misturas, mas se não tiver nada parecido, alguma superfície de plástico firme já serve
4- Espátula: Para jogar as tintas no recipiente com maior facilidade.
5- Bucha e esponjas: Sugeri uma pequena e uma grande porque cada uma delas pega uma área diferente. A bucha tem o mesmo funcionamento, para criar texturas.
6- Pinceis: Muito importante ter em tamanhos diferentes. Como é uma superfície porosa, precisamos de um pequeno para alcançar as partes mais fundas e os grandes para facilitar a pintar o resto. Gosto também de testar como os pinceis de ponta redonda e quadrada funcionam, porque cada um dá um efeito diferente na pintura.

TUTO13

Faremos algumas camadas (ou “mãos”) de pintura pra gerar um efeito mais legal na mescla de cores. A primeira coisa é pintar as partes mais escuras, deixando o local da abertura dos olhos toda preta para ninguém perceber que você é um Clicker com visão (em terra de Clicker, quem tem olho é rei HUR HUR). Tem várias fendas pequenas, mas um pincel fininho e redondo chega. Pode usar a esponja para chegar nesses lugares também. Uma boa é deixar o preto na parte mais escura e funda, e passar um pouco do marrom quando vai chegando nas partes um pouquinho mais altas.

TUTO14

Agora é só usar os pinceis maiores, bucha e esponjas para ir clareando aos poucos, dando umas apertadas pra criar uma texturinha legal. Se repararem bem, as cores próximas das aberturas e fendas mais fundas são mais brancas e vão ficando mais amareladas só quando chegam na parte mais alta dos poros. É legal testar umas misturas com o branco, amarelo e um pouquinho do vermelho, deixando a parte próxima das fendas com mais branco na mistura, e as partes altas com mais amarelos e vermelhos.

TUTO15

É agora que começa a ficar com cara de Clicker! Há um amarelo mais “puro” (sem mistura de outras cores juntas) e principalmente um vermelho bem vivo logo nas partes mais altas. No jogo esse vermelho é até fosflorescente, então bem na pontinha deixei a cor bem viva e sem misturas. É possível passar uma mão de verniz nessas partes mais vivas para dar um efeito de brilho, que fica bem legal.

TUTO16

Voilà, você já pode se transformar num lindíssimo Clicker agora e sair mordendo as pessoas! 😀

Achei super fácil de fazer, é só ter um pouquinho de paciência. Além disso é bem barato, já que uma lata de 500ml de espuma expansiva custa cerca de R$25,00, uma bisnaga de tinta acrílica se acha por R$2,50 e o restante do material é bem tranquilo de encontrar no meio das tralhas da casa da mãe, nas ferramentas do pai ou qualquer supermercado.

Se forem fazer a experiência por favor postem aqui as fotos das suas criações, adoraríamos ver todos os novos infectados! E se tiverem qualquer dúvida é só deixar um comentário que responderei prontamente \o/

Quem escreve? Alice Monstrinho

Meia-orc bárbara de dia e Gangrel de noite, Alice divide seus turnos como fundadora e artista da empresa independente de jogos Rebel Hound e atiradora de Winchester. Protetora dos céus Russos em jogos de luta e explodidora de cabeças em FPSs, Alice gosta de demonstrar sua monstrice comendo como um animal d10+3 vezes por dia. Ah, e sua carteira é aquela onde está escrito "bad motherfucker".