Esse post foi feito em conjunto da Deborah com a Nathalia! S2

No domingo, dia 21 de abril, no Credicard Hall, aconteceu o primeiro show do SuperJunior na América Latina. A casa estava super lotada, cheia de meninas, meninos, pais, adolescentes, fãs declaradas(como a Nah) de Super Junior, também conhecidas como ELF – Ever Lasting Friends, e… eu com 25 anos me sentindo com 12 balançando meu light stick e fazendo parte do Blue Ocean! O show começou pontualmente às 19h30 e a gritaria só acabou quando todo mundo foi embora. Se eu posso dizer alguma coisa sobre o show todo sem ser pedante ou humilde: melhor show de pop que eu já fui na vida!

superjunior1

A fila

A Nah vai contar como foi a fila porque quando eu cheguei a galera pobre da pista normal já tinha entrado e por isso eu acompanhei o show láaa do fundão. 🙂
Nah: Olha, nós sabíamos que os ingressos haviam esgotado, mas não imaginei que a fila seria tão insana. Eu cheguei lá pelas 13:30 no domingo, mas fiquei sambando por lá e fazendo social, por um motivo simples: eu odeio ficar parada em filas.
Houve um pouco de confusão para saber qual fila era qual área, já que todas estavam enormes e você não sabia para onde ir ou onde parar. O Credicard Hall pode até ser bem preparado para um show nacional, ou algo que tenha um público predominantemente mais adulto, mas pro Super Junior, eles se mostraram totalmente despreparados.
Tiveram alguns problemas com filas, eu mesma quase fui morta por parar em uma fila para conversar com umas amigas, só porque elas estavam razoavelmente na frente.
Acabei entrando na fila só depois das 17 horas, e acabei chegando na grade da pista premium, vejam só vocês… Sou preguiçosa e filha da puta, beijos.

superjunior2

O Set List

Eles começaram a cantar com Mr. Simple e, basicamente, os ovários de todas ali presentes explodiram. Um bom resumo de como foi o show inteiro é: todo mundo pulando e gritando, chorando, e, principalmente todo mundo cantando em coreano. Todos os integrantes ficaram surpresos com a galera cantando certinho, o Kyuhyun (não sabe quem é? Então veja quem é quem aqui) disse que sabia o quanto era difícil para nós cantar no idioma deles e que eles estavam extremamente gratos com o nosso carinho.

Confiram como foi o setlist do show:

1- Intro + Mr. Simple
2- Bonamana
3- Super Girl
4- It’s You
5- Twins A Man In Love
6- Sexy free & Single
7- Spy
8- 30
9- How Am I supposed to live without you
10 – Oppa Oppa
11- Ai se eu te pego
12- Break Down
13- Go + Shake it up
14- Rock Star
15- Daydream
16- Accoustic Medley
17- Dreaming Hero
18- Sunny
19- Wonder boy
20- So I
21- Intro + Sorry Sorry
22- Miracle
23- Dancing Out
24- Marry U

superjunior3

Os vídeos entre as trocas de roupa eram sensacionais! Cada um tinha um tema: ação, drama, aventura, comédia. Mas a atenção de ter colocado os vídeos legendados em português me surpreendeu. Um dos vídeos mais engraçados foi o dos super-herois. Cada um vestiu um cospobre de um herói, mas para o vídeo cada heroi tinha uma profissão (ou uma falta de). Depois eles entraram cantando A Dreaming Hero em uma versão remixada super legal! Não rolou cover de Girls Generations ou de Sistar (como havia sido a informação do primeiro set list), mas essa música foi uma surpresa bem bacana.

herois

Delixia, Delixia, assim você me mata

Se você leu o setlist deve ter encontrado algo curioso: Ai se eu te pego. Há umas duas semanas, foi divulgado no twitter do Onew apenas um:

No meio do show, o telão do fundo mudou para umas palmeiras. Eu até achei que ia começar a tocar Walkin’, mas, para minha surpresa, lá estavam eles cantando e dançando Ai se eu te pego. Não acredita? Dá uma olhada nessa fancam com eles dançando de uma forma hilária o hit do Michel Teló:


E a voz do Kyuhyun em português é simplesmente linda <3

E eles cantaram à capela depois, mas com o “delícia” corrigido, já que eles ouviram as meninas cantando (eu não cantei porque estava em um momento de tela azul de erro sem conseguir entender nada do que acontecia). O Kyuhyun disse que ele tinha pedido para incluir essa música no show do Brasil e eu fiquei super chocada com o sucesso do nosso Psy lá fora. De acordo com a Nah, ele conheceu a música a partir de um jogo de videogame de futebol (ou Fifa ou PES).

As conversas com o público

Quando eles paravam para conversar com a gente, eles usavam uma tradutora para fazer o coreano – português sem precisar de Google. Eles pediram desculpas às ELFs por não poderem vê-las na saída do aeroporto. Além disso, eles falaram sobre a distância de 25 horas de voo e como toda essa distância simplesmente deixou de existir quando eles ouviram a gente cantando com eles.

superjunior4

Como manda a tradição oriental, o show era super cronometrado: os tempos entre uma música e outra, as entradas dos vídeos, tudo tinha hora para acontecer. Tanto é que logo na primeira pausa eles avisaram “nosso show não tem muito espaço para conversas, mas a gente adoraria falar mais com vocês”.
Mas eles quebraram a regra aqui no Brasil. Eles conversaram muito com a gente! E até arriscaram um português! O vídeo tá uma gritaria sem fim, mas o show foi bem isso mesmo:

Depois eles avisaram que já estavam na metade do show (para a minha mente, tinham passado uns segundos, já para as minhas pernas, umas 12 horas). Antes da “última” música, o Hyuk apenas soltou a dica “se vocês pedirem, a gente volta”. Claro que a galera não parou de gritar, começamos a cantar Sorry, Sorry e, quando eles voltaram, foi uma alegria sem fim. Através das conversas ficou mais que claro o quanto eles estavam super felizes de estarem lá com a gente e o quanto o nosso carinho com eles era importante. Os olhos de todos ficavam marejados só de agradecer à gente e o Hyuk tinha que se controlar para não chorar.

zhoumi screaming

O Zhou Mi recebeu um parabéns especial do público e todo mundo também fez uma homenagem ao Yesung que não pode ir ao show por conta do exército. Mas a minha parte favorita de interação foram todas dizendo “lindo, tesão, bonito e gostosão” para o Siwon. Fico pensando se alguém traduziu para ele o que a gente tava gritando.

Apenax que:

Expectativa

Siwon, SuperJunior, Brasil

Realidade

Siwon, SuperJunior, SuperShow5

créditos da montagem: tumblr Better Than Drugs

Eles afirmaram que com certeza absoluta o Super Show 6 vem para o Brasil, afinal, eles não queriam acabar o show nunca! O Donghae já mandou um “quero comprar uma casa aqui” e o Siwon disse que no próximo álbum eles vão querer colocar uma música deles em português como uma forma de agradecimento pelo nosso amor por eles. E pediram também para voltarem para o Brasil para cantar na Copa do Mundo, já que a maioria dos integrantes ama futebol (o kyuhyun ganhou uma camiseta do Brasil personalizada e não tirou até o show acabar).

Opinião de quem viu da pista Premium (EVEJA ETERNA)

Nathalia: Bem, eu já sou fã de Super Junior faz um tempinho. Comecei a gostar deles de verdade quando o Super Junior M lançou Perfection, mas já sabia da existência do grupo antes de lançarem Bonamana, só que eu achava um tanto ~babaca~. Por ser viciada neles desde muito tempo, fiz questão de ir na pista premium, pois eu queria pegar as gotas de suor deles no ar, e não é que eu fiquei tão perto que eu realmente conseguia ver as gotas voando?
Foi incrível ficar ali pertinho e ver que eles não são apenas imagens de You Tube. Mas o que mais me surpreendeu foi a beleza de alguns deles, como por exemplo o EunHyuk, que é taxado de feio por muita gente, mas que ao vivo, na minha opinião, era o mais lindo de todos. Pra quem tem curiosidade em saber, e já me perguntaram isso algumas vezes, sim, o Kyuhyun é lindo mesmo, com todas aquelas espinhas na cara, o filho da mãe ainda consegue ser lindo e ter um olhar matador. Ao vivo, o Siwon consegue ser mais atrapalhado e dessincronizado que o normal, mas com um corpo daqueles, que não há roupa que consiga esconder, quem se importa? Eu não…
Eu acabei entrando pra fila bem tarde, como eu disse, mas acabei ficando muito perto do palco, muito mesmo. Tanto que, eu mesma não esperava isso. No geral foi bem fácil ver tudo, já que eu estava lá na frente e sou bem alta. Só tinha uma menina mais alta que eu por perto, e ela era ruiva e linda, e deu pra notar que alguns membros do grupo estavam de olho nela….Ah, ruivas, por que tão visadas?

Opinião de quem viu da pista normal

Deborah: Eu comecei a ouvir SuperJunior há pouco tempo por vontade própria. Quando morava com a Nathalia era obrigada a ouvir kpop o dia todo. Agora escuto porque eu gosto mesmo. Essa foi a melhor experiência em um show da minha vida. Não tinha empurra empurra, falta de educação; todos que estavam se espremendo para ver um pedaço da cabeça do Kyuhyun estavam felizes por poderem ver aqueles caras que pareciam tão distantes e irreais dos vídeos.
A maioria das músicas com coreografias mais rápidas tinha playback, mas isso não é incomum no mundo do kpop e, sinceramente, eu fui lá para vê-los. Iria lá se fosse só para vê-los fazendo pose para o Madamme Tussauds. Mas o que mais me encantou no show foi o carinho e a emoção que eles transmitiam de estarem num país tão longe da Coreia do Sul e que eles acharam que seria impossível lotar uma casa de espetáculos. Meus olhos se enchiam de lágrimas cada vez que um deles falava o quão feliz ele estava. Não como a Lady Gaga que às vezes é um pouco demagoga e fala demais, eles simplesmente não conseguiam terminar o show! Era nítido que eles não queriam ir embora e também não queriam que a gente fosse embora. O Donghae perguntou se a gente topava ficar lá para sempre com eles. Advinha o que a maioria gritou?
Mesmo não tendo visão completa do palco, deles ou do telão eu me apaixonei pelo show. Eu posso afirmar que não se precisa de uma enorme infra-estrutura, efeitos especiais caríssimos ou fogos. Um bom show é feito das memórias que você fica dele. E sem dúvida alguma o SuperShow 5 tem as melhores lembranças que eu já tive de um show. Entrei como uma pessoa que gostava de kpop, saí de lá como uma ELF e uma gamer assumida. Ah! E agora aprendi a falar saranghae! 🙂

Logo depois do show, saiu na KBS uma notícia sobre a vinda deles ao Brasil. Quem souber coreano, pode falar o que eles estão dizendo, por favor? Clique aqui para ver a notícia.

superjunior5

Fotos e mais fotos

Como a gente sabe que você quer ver os lindos cantando e suando aqui em terras tupiniquins, dá uma conferida na galeria das fotos que a Nah tirou para o SuJu BR.

[UPDATE] Chora elfs argentinas!!! Agora no show deles na Argentina, eles cantaram “Ai se eu te pego” e as fãs estavam esperando algo em espanhol e eles levantaram a bandeira do Uruguai achando que era a da Argentina! VISH!!!

PS.: Tirando o gif do Zhoumi, que eu não sei de quem é, mas eu colocarei os créditos se descobrir, todas as fotos desse post são minhas, eu cortei as tags, editei e enfim, eu posso, fui eu que tirei, eu faço o que eu quiser, bjs. [Nah]

Compartilhe: