Um herói que ganhou a imortalidade.

Riley Howell faleceu no dia 30 de abril de 2019, salvando seus colegas da Universidade da Carolina do Norte, na cidade de Charlotte, de um atirador. E agora seu ato de heroísmo foi homenageado com um lugar eterno no universo de Star Wars como um Mestre Jedi, no Dicionário Visual de Star Wars: A Ascensão Skywalker.

O jovem de 21 anos partiu em direção ao atirador, que já havia matado um de seus colegas, Ellis Parlier. Howell conseguiu derrubar o atirador, lutando com ele no chão e mantendo-o distraído, o que salvou a vida de vários colegas. Infelizmente, ele foi morto pelo atirador.

A polícia local se referiu a ele como um herói que salvou várias vidas:

[Apesar] de seu trabalho, o atirador não pôde ser desarmado. Infelizmente, Howell perdeu sua vida no processo. Mas seu sacrifício salvou vidas.

Howell era um grande fã da saga Star Wars por toda a sua vida.

Sabendo do caso, a Lucasfilm resolveu homenagear o sacrifício do fã no último filme da franquia. Os textos Jedi sagrados utilizados por Rey foram compilados pelo Mestre Jedi Ri-Lee Howell, como pode ser verificado abaixo:

O Mestre Jedi e historiador Ri-Lee Howell coletou muitos dos mais antigos registros de explorações e codificações sobre a Forca em Aionomica: uma combinação de dois volumes de códices, correspondências e rascunhos. Apesar de boa parte de seu conteúdo ser posteriormente gravado em hologramas (que foram perdidos desde então), os livros físicos possuem passagens escritas pelas mãos dos sábios originais, cuidadosamente preservados por Howell.

Um pouco antes, o estúdio mandou uma carta de pêsames para a família do rapaz anunciando a homenagem, que traduzimos a seguir:

Para a família Howell,

Ao tomar conhecimento de sua recente tragédia, todos aqui na Lucasfilm desejam expressar nossas profundas condolências.

A coragem de Riley e seu altruísmo trazem para fora o Jedi em todos nós… Como uma pequena homenagem, nosso Grupo da História incorporou uma reimaginação do nome de Riley como um personagem na Galáxia de Star Wars. Não podemos revelar os detalhes específicos por enquanto, mas o nome do personagem aparecerá em um livro que será lançado no final deste ano. Por favor mantenham isso em segredo até o lançamento do livro, momento que compartilharemos com vocês.

Novamente, todos nós oferecemos nossos profundos pêsames. A Força estará com Riley, e com vocês, para sempre… ”

Mestre Howell também ganhou uma página na Wookiepedia, e a sua namorada postou uma homenagem emocionante para ele no TikTok, que se tornou viral no Twitter:

Após a sua morte, diversos meios de comunicação se referiram ao seu heroísmo e paixão por Star Wars. Um homem da Flórida chamado Wes Carrens – que não possuía nenhuma conexão com sua família – entrou em contato com a LucasFilm para ver se algum tipo de homenagem poderia ser prestada a ele no canon da saga. Então, no final do ano passado, a LucasFilm enviou a carta para a família de Howell, oferecendo seus sentimentos e informando que ele havia recebido um lugar na galáxia de Star Wars.

Com a publicação do Dicionário Visual, a promessa foi cumprida e revelada ao público.

Howell salvou seus colegas em um verdadeiro ato de heroísmo, e é muito legal ver a LucasFilm prestar uma homenagem a ele. Mas esse tipo de tragédia jamais deveria ter acontecido. O estudante que tirou a sua vida comprou sua arma legalmente. Riley Howell não deveria ter morrido tão jovem.

Ao menos o belo legado do Mestre Ri-Lee Howell como um herói Jedi viverá. Que a força esteja com ele.


Fonte: TheMarySue

Compartilhe: