Sakamichi no Apollon – uma forte amizade rodeada de jazz

banner sakimichi

A encantadora amizade entre três amigos e seu envolvimento com a música

Por sempre estar mudando de cidade, Kaoru está acostumado a ter que se adaptar a uma nova escola. Em sua vida rotineira e tediosa, ele acaba se deparando com Sentaro, um jovem que vai mudar tando a juventude quanto a vida de Kaoru.

Sendo muito sincera aqui, vou tentar ao máximo não fangirlizar neste post. Sakamichi no Apollon é um ponto fraco pra mim e tentarei manter minha compostura e ser uma pessoa profissional ao fazer esta resenha e recomendação. – Aham. Senta lá Cláudia.

noitaminA-SakamichiNoApollon-KidsOnTheSlope-top_img_enEDIT-1-3-640x391

Em meio à década de 60, está Nishimi Kaoru. Por conta do trabalho e do pai divorciado, ele acaba se mudando constantemente de cidade e, assim consequentemente, de colégios. Kaoru, mesmo tendo um status alto e pertencendo a uma família endinheirada, não é alguém que possamos chamar de alegre e otimista. Sempre quieto e na dele, não faz nada mais do que manter a rotina e passar os dias estudando enquanto espera por seu pai, que dessa vez acabou viajando sabe-se lá por quanto tempo.

1280x720-9Zm

É o típico cara super estudioso e inteligente com as melhores notas da sala. Nada de interessante ou drástico aconteceria na vida dele se, um certo dia, ele não tivesse se encontrado sem querer com o cara mais encrenqueiro do colégio. Kawabushi Sentaro quase nunca assiste às aulas, é temido por todos, sempre metido em brigas de rua e não está nem aí para os estudos. A maneira que esses dois se encontram é bem inusitada, mas de alguma forma, mesmo que a contragosto, eles acabam se conhecendo sem querer.

Sentaro_playing_240812_204411

No meio disso temos Mukae Ritsuko, que sendo representante de classe acaba conversando com Kaoru que, querendo ou não, se encanta um tiquinho com ela. Ela e Sentaro são amigos de infância, para desgosto de Kaoru, e essa seria a única relação entre os três.

sakamichi_no_apollon-02-ritsuko-blush-angry-fume

Mas esses detalhes não seriam motivo suficiente para que o caminho desses protagonistas se cruzassem. O único ponto em comum entre esses três é um simples e poderoso detalhe. A Música.

sakamichi_no_apollon-02-kaoru-piano-jazz-practice maxresdefault

Por mais que Sentaro seja considerado pela grande maioria do colégio um perdido sem interesse em nada, ele tem algo ao que se dedica com toda  a alma. Aprendeu a tocar bateria ainda garotinho com um amigo vizinho jazzista e sua paixão pelo jazz aflorou. A família de Ritsuko é dona de uma loja de LPs, e o pai dela também é fã de jazz assumido. Quando se descobre que Kaoru, ou “riquinho” como Sentaro costuma chamá-lo, toca piano, Ristuko logo empurra ele para um piano que fica guardado no porão da casa dela, ao lado da bateria de Sentaro.

sakamichi-no-apollon-05

O plot desse anime se resume inicialmente a isso. Não teria por que esses dois garotos se aproximarem, eles são como água e óleo, mas com Ristuko entre os dois e o jazz entre eles, Kaoru e Sentaro acabam virando amigos. É uma relação no mínimo engraçada, Sentaro todo escandaloso e caloroso, com pavio curto e que não se segura para dar um murro em alguém, ao lado daquele garoto franzino e CDF com cara de calculista e de poucas palavras. Temos mais um par de personagens que estão envolvidos na vida desses três,  é uma história paralela muito tocante também,  mas não vou focar neles aqui.

sna-01

Nesta série temos duas coisas que se desenvolvem e crescem juntas. Estão par a par a amizade que Kaoru acaba criando com os dois e o aprendizado dele no jazz. Como ele toca música clássica, mesmo que tenha sentimento, é algo regrado, metódico, cheio de técnica, assim como o próprio Kaoru. Ao colocarem jazz na frente dele, totalmente solto, improvisado e desconexo, com swing e muita emoção fluída, ele tropeçou bastante pra conseguir absorver tudo. Mas, minha gente, acreditem, ver essa passagem dele na música é algo incrível de se ver.

Sakamichi.no.Apollon.full.1131346

Agora não tem como eu falar desse anime sem mencionar o soundtrack dele. Simples: você se emociona. Poderia até me sentir envergonhada de dizer isso publicamente neste mundão chamado interwebs :v, mas sério, foram inúmeras as vezes que me arrepiei com as músicas dessa história. Não foram poucos os momentos me umedeceram os olhos tanto pela música quando pela história. A emoção do enredo e o encanto da música andam de mãos dadas em Sakamishi no Apollon, elas vem juntas, te acertam uma voadora tão forte na cabeça que é lindo. Simplesmente lindo.

Sakamichi no Apollon -3

“Aaain que exagero Déia, sua manteiga!”  Se tem uma coisa que eu posso garantir é que não sou uma pessoa fácil de emocionar ou tocar (fora quando estou de tpm, mas ai não conta, os esquema aqui pifa tudo :v), mas essa série, meus queridos….essa série…. É <3 demais para tentar explicar, serião.

Kids-on-the-Slope-wall

Sakamichi no Apollon, ou Kids on the Slope, é uma série de temporada única com 12 episódios, mas que termina com um epi final muito digno para um anime tão lindo tão curto. Temos o mangá e é claro que existem muitos mais detalhes e passagens nele, não o li ainda, está aqui bonitinho na minha lista, mas não creio que o anime tenha deixado muito a desejar comparado ao mangá.

Agora tenho que comentar um detalhezinho que eu acho idiota, mas querendo ou não é importante. Quando esse anime foi lançado em 2012, muitas pessoa que começaram a assistir largaram a série logo nos primeiro episódios por que uma passagem deu a entender para alguns que teria algo de yaoi ali (yaoi = relação amorosa entre homens). Não meu povo, não. Em nenhum momento se insinua isso, o que fica claro é uma relação muito forte e sentimental de amizade entre os protagonistas, mas mesmo que houvesse uma relação gay, E DAI!? Fico indignada por algumas pessoa terem dropado um anime tão incrível como esse apenas por uma cena na qual algumas pessoas entenderam errado, e por conta de pre conceitos resolveu deixar de seguir — posso me estender uma era sobre esse detalhe, o que não é esse o objetivo deste post, são não poderia deixar de comentar isso.

Sakamichi.no.Apollon.full.1553312

Sei que o post pode ter parecido um pouco exagerado ou tonto, mas deixo aqui um apelo. Começe a ver o anime. Chegue pelo menos no episódio 3 ou 4, vai passar rapidin, cada episódio tem em media 22 min. Me diz se depois disso você não teve vontade de ver todo o resto.

sakamichi-no-apollon-18

Uma coisa, se você nunca se interessou por jazz vai acabar se interessando, e muito.

Garanto, vale a pena!

Quem escreve? DéiaMii

Chilena em território brasileiro desde pirralha, amante de mangás, livros, filmes, séries, músicas e tudo o que tiver uma boa história no meio. Viciada em sushi, amante de gatos, finge ser ilustradora, formada em Artes Visuais/Design mas caçadora de freelas. Criadora e dona do canal no youtube MangaMii. Não se leva a sério. Pra Nada.