[Review] Unravel Two: cooperação e lições de amor

unravel-two-review

Aprendendo a jogar em equipe e a semear o amor numa aventura incrível!

Unravel Two foi anunciado este ano durante a EA Play 2018, e posteriormente na E3, e chamou muita atenção por proporcionar um game que busca estimular o trabalho em equipe, mas possibilitando o jogo no modo Single Player. Assim como o primeiro jogo, Unravel Two também traz consigo uma história encantadora, combinada com puzzles desafiantes.

História

Os yarnys acompanham a história de duas crianças (ou adolescentes?) que decidem fugir de seus pais abusivos, ajudando-os em determinados momentos sem qualquer percepção por ninguém. Os vilões não existem só para as crianças, já que os yarnys são atrapalhados por umas criaturinhas sombrias que os eliminam 🙁

A história dos adolescentes acontece sempre em segundo plano, de forma nebulosa e em curtas cenas, existindo um foco maior na cooperação entre nossos queridos personagens para a solução dos puzzles.

unravel-two-review-03

Jogabilidade

A primeira coisa que notamos é a existência de um segundo yarny, justamente por conta deste novo objetivo de cooperação. Se você optar por jogar no modo single player, você poderá alternar o controle entre os dois.

Em alguns momentos, em qualquer dos modos que você opte jogar, é possível fazer com que ambos se juntem em um só yarny, que ficará com a cor mesclada (mas a cor predominante é daquele que está comandando).

Das novidades em relação ao precursor, vemos que o yarny não fica mais preso a um novelo de lã, tendo que buscar por mais lã durante a fase, já que ele fica preso a seu novo amigo, não podendo se afastar demais um do outro. Essa característica é muito importante para a resolução dos quebra-cabeças, que são a marca registrada da franquia.

unravel-two-review-02

Outra novidade bacana é que você pode personalizar seu yarny, mudando a cor, o formato da cabeça (dois ou três chifrinhos), os olhos e o corpo. As características novas vão sendo adquiridas com o passar das fases extras 😉

Também somos levados a novos controles para passar as fases e os quebra-cabeças, como um pulo duplo em determinada fase e o modo slow motion, que ajuda a controlar melhor a velocidade dos saltos, já que passamos boa parte das fases pendurados nas lãs.

unravel-two-review-04

Arte e trilha sonora

A trilha sonora mudou um pouco, mas continua incrível. Inteiramente instrumental, a música combina com os momentos de calmaria e tensão que atravessamos durante o jogo.

O jogo também sofreu um upgrade nos gráficos, considerando-se a produção pela EA. Algumas fases se passam na natureza, outras dentro de residências e até mesmo dentro de “fábricas”, havendo sempre bastante fidelidade nos gráficos. A última fase do modo história é, em minha opinião, a visualmente mais agradável, principalmente se levarmos em consideração o movimento da cachoeira. Simplesmente incrível.

unravel-two-review-01

Veredicto

Unravel Two é um jogo curto (apenas sete fases, sem contar os extras) que pode ser jogado em dupla ou individualmente. Senti, de fato, uma dificuldade maior nos puzzles, já que você precisa usar o outro yarny e  muita física para resolvê-los, mas é um jogo muito agradável, seja pela história, seja pela trilha sonora.

O jogo não possui tradução até então, mas os problemas com os puzzles podem ser resolvidos através de dicas, o que ameniza a sensação de irritação tão comum nos jogos deste estilo.

game traz, com certeza, uma experiência incrível, especialmente se jogado no modo multiplayer 😉

Quem escreve? Mindy (Yasmim Alvarez)

Cosplayer e graduanda em Direito. Amante de World of Warcraft, invencível no Super SmashBros, Batman-lover e fã de carteirinha da Princesa Zelda. Queria ser a toda-poderosa Sailor Moon, mas se contenta em ser apenas uma princesa da Disney nas horas vagas