Quinze habilidades que você (provavelmente) não sabia que VOLDEMORT tinha

voldemort Sorrindo - Capa

Há muito mais habilidades que Tom Riddle dominou em sua longa vida, do que as contadas nos filmes.

Voldemort é um dos bruxos mais perversos e poderosos que já viveu no universo de Harry Potter. E no filme é abordado algumas de suas habilidades, como o domínio da “Parseltongue“, língua  falada pelas cobras, e também o uso das Maldições Imperdoáveis. No entanto, os livros e o site Pottermore, lançado por J.K Rowling, oferecem muitos mais informações sobre o personagens e suas incríveis habilidades.

Pensando nisso, reunimos quinze habilidades de Lord Voldemort, que são tão grandiosas quanto seu nome. Então vamos lá:

15. Gênio da Magia

Tom Reddle

Voldemort é incrivelmente inteligente, o que é um fator muito importante para ter conquistado tanto sucesso em sua história. Devido a sua insaciável busca pelo poder, Tom Riddle, aprendeu quase todos os feitiços e segredos do Mundo da Magia e sua habilidade de aprendizado e execução era sem igual.

Enquanto ele estudava em Hogwarts, Riddle alcançou as melhores notas em quase todas as matérias. Na verdade, ele é o aluno mais inteligente que já frequentou a escola, com a única exceção possível sendo Dumbledore. Durante o tempo que passou lá, Tom foi chefe e monitor da escola, um membro do Clube Slughorn e ainda prestou serviços especiais à escola, por “pegar” a pessoa que abriu a Câmara Secreta. – Tadinho do Hagrid 🙁

14. Mestre da Legilimência

Voldemort

Durante seu tempo na escola, Voldemort foi capaz de dominar uma série de feitiços e habilidades sob o pretexto de ser “um estudante curioso”. Em algum momento, a Legilimência, foi lhe apresentada e ele se tornou determinado a dominá-la. A capacidade de dominar tal magia significaria que ele seria praticamente um detector de mentiras ambulante.

O Mestre das Trevas, não era só capaz de ver a mente das vítimas, mas também sabia se estavam mentindo para ele. E essa era uma das razões pelas quais Voldemort era tão temido, afinal ele sabia o que você ia dizer antes de você. No entanto, isso também é o que torna Severus Snape e Narcissa Malfoy incrivelmente bons mentirosos, embora Snape só tenha se tornado um espião por causa de Lily, ele foi capaz de mentir na cara de Voldemort por anos, sobre quase tudo. Já Narcissa, demonstrou que o amor é realmente a magia mais poderosa, porque quando lhe perguntaram se Harry habia morrido, ela foi capaz de mentir diretamente para Voldemort.

13. Mestre das Maldições

Todo mundo sabe que ele é o mestre das Maldições Imperdoáveis, mas o fato é que Voldemort é um mestre de quase todas as maldições: maldição de desintegração, maldições de barreiras, maldição explosiva, maldição que até se você inventar, ele provavelmente já vai saber disso. Ele além de tudo ainda amaldiçoou a posição de ensino de Defesa Contra as Artes das Trevas, para que ninguém pudesse segurá-la por mais de um ano.

Foi sua capacidade de dominar estas maldições que causaram tanto medo e excitação em muitos de seus seguidores. Muitos deles eram bruxos e bruxas que dominavam muitos bem a arte das trevas, mas Voldemort lhes mostrou uma nova compressão da arte que ele tanto tinha paixão. Ele também amaldiçoou seu próprio nome, razão pela qual ele ficou conhecido como Aquele-que-não-deve-ser-nomeado.

12. Voar sem Vassoura

Unsupported_Flight_Voldemort

Ao contrário de muitos bruxos, Voldemort podia voar completamente sem nenhum instrumento de apoio, como uma vassoura. Este ato sozinho desafia literalmente a lei física bruxa, que afirma que nenhum objeto pode voar sem o uso de um feitiço voador. Esse feito indica então seu alto nível de magia que nenhum outro mago, exceto por Snape, conseguiu realizar.

Sua capacidade de voar sem um feitiço voador mostrou que ele havia chegado em um nível muito além das habilidades da maioria dos magos. Habilidade esta que ele usou para sair de lugares apertados, ou perseguir alvos a passos extremamente rápidos. Acredita-se que esta habilidade se originou pela sua estranha capacidade de aparatar em posição exata.

11. Mestre dos Encantamentos

Outro destaque de Voldemort, é seu talento insano com encantos. Certa vez, ele criou um feitiço de proteção tão poderoso que era invisível ao seus próprios olhos. Durante a batalha de Hogwarts, ele conseguiu chamar o Chapéu Seletor de vários andares para derrubar Neville; um exemplo de seu sem esforço de encantos e seu amplo conhecimento do castelo.

Sua capacidade de executar encantos tão facilmente era um fator enorme para ter tanta habilidade em se esconder e fugir rapidamente, também permitindo que ele colocasse inúmeros feitiços de proteção em todas suas Horcruxes.

Normalmente é preciso muita concentração para lançar feitiços de proteção em si mesmo enquanto simultaneamente se tira objetos de seu caminho, mas Voldemort mostra isso em quase todas as batalhas, se tornando um adversário formidável.

10. Habilidade de Controlar Objetos e Pessoas

Jovem Tom Reddle

Antes de ingressar em Hogwarts, Tom Riddle cresceu em orfanato, onde frequentemente atormentava outros órfãos, controlando-os para que fizessem coisas terríveis, ou controlando animais (principalmente de cobras) para atormentá-los. Em um incidente em particular, Riddle levou dois órfãos para uma caverna e mostrou-lhes algo que os traumatizou em silêncio.

Dumbledore foi informado sobre isso, e muitos outros incidentes, quando ele chegou ao orfanato para buscar o jovem bruxo. Ao encontrá-lo, Dumbledore ficou alarmado com seu abuso e controle excepcionalmente alto que Riddle já tinha sobre suas habilidades (descendente de Slytherin né mores). Ele não percebeu que Tom acabaria se tornando o mais poderoso bruxo das trevas e que isso seria facilitado por seu tempo na escola.

9. Ator Excepcional

Pode parecer uma surpresa imaginar o jovem Voldemort como um ator, mas é verdade. O jovem Tom Riddle conseguiu conquistar seus professores e suas futuras vítimas com uma capacidade exemplar de atuação. Isso se liga ao fato de que ele é  um megalomaníaco narcisista, que acredita que só há necessidade de socializar se alguém lhe for útil. Quando novo, Riddle era conhecido por ser incrivelmente bonito, educado, entusiasta e ansioso por aprender.

Sua atuação, inclusive, convence o professor Slughorn de que ele estava apenas fazendo perguntas hipotéticas sobre a Horcruxes, como um mero estudante curioso e ansioso. Após se formar, Tom se aproximou do diretor da época, o professor Dippet, em um esforço para garantir um emprego como professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, mas não tinha o objetivo real de ensinar, e sim, recrutar estudantes e descobrir todos os segredos antigos e bem guardados de Hogwarts. – Ufa, sorte que Dumbledore interviu!

8. Criador de Feitiços

Embora na Idade Média fosse comum bruxos inventarem feitiços, isto era geralmente restritor àqueles que ajudariam nas tarefas domésticas. Voldemort por sua vez, foi capaz de criar uma série de feitiços e maldiçoes, uma delas é a “Drink of Despair“, poção enfeitiçada que Dumbledore tem que beber na caverna em Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1. Ele também criou o feitiço “Morsmordre”, que convoca a Marca Negra no céu, além de claro, ele próprio ter criado a Marca Negra.

Suspeita-se também que Voldemort usou seu talento de criação de feitiços para inventar uma poção que permitia vôo sem limites, que ele ensinou a vários de seus seguidores mais próximos.  A habilidade de Voldemort de criar feitiços e poções foi a razão pela qual ele foi capaz de se proteger tão bem, resultado este de seu aprendizado em Hogwarts.

7. Transfiguração

Bathilda Transfiguração Nagini

Como muitos estudantes, Tom aprendeu a Transfiguração durante seu tempo na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Provavelmente devido a uma mistura de seu intelecto, genuína vontade de aprender e a óbvia utilidade disso, Riddle mergulhou de cabeça na matéria. Embora no decorrer de sua vida, ele tenha usado de seus talentos de forma maliciosa.

Durante a visita de Harry e Hermione a Godric’s Hollow, Voldemort conseguiu transfigurar Nagini em Bathilda Bagshot, por um longo período de tempo. Também durante a batalha no Ministério da Magia, Voldemort usou a transfiguração para se defender, transformando a corda de fogo de Dumbledore em uma cobra. E por último, outro exemplo de seu domínio da transfiguração é sua capacidade de conjurar itens como uma mão de prata para Peter Pettigrew.

6. Magia sem Varinha

A maioria dos fã de Harry Potter, sabe o quão poderoso e difícil é a mágica sem varinha – até mesmo McGonagall e Dumbledore precisam de suas varinhas para executar a maior parte de suas magias. Voldemort, no entanto, era muito proficiente em magia sem varinha e também de magia não-verbal, conseguindo executar as Maldições Imperdoáveis sem sequer murmurar um sussurro.

Durante as batalhas, Voldemort se beneficiou muito desta capacidade avançada. Mas uma das mais notáveis demonstrações desta habilidade, foi quando ele conjurou uma cobra durante a batalha contra Dumbledore no Ministério da Magia, que visivelmente surpreendeu Dumbledore, pois ele conjurou um feitiço muito avançado, sem varinha e sem ao menos falar.

5. Especialista em Possessão

Uma das únicas razões pelas quais Voldemort foi capaz de sobreviver todos esses anos, foi por causa de sua habilidade de possessão. Depois de sua maldição contra Lilian Potter, voltou contra ele mesmo, destruindo seu corpo, o bruxo fugiu e foi incapaz de usar a maioria de seus poderes mágicos. Foi somente através de possuir criaturas e alguns humanos ele foi capaz de sobreviver para posteriormente retornar a Hogwarts.

Imediatamente após a sua derrota, Voldemort começou a fazer o seu caminho para a Albânia através da posse de várias cobras e outros animais. Foi lá que ele encontrou Nagini pela primeira vez na floresta albanesa. Ele foi capaz de possuí-la e ela o alimentava, ao mesmo tempo o professor Quirell estava pela floresta, foi aí que Voldemort finalmente possuiu o professor e conseguiu voltar a Hogwarts em busca da Pedra Filosofal.

4. Mestre de Feitiços de Fogo

new_hp5_0003_143_ab_044

Feitiços de fogo eram um dos favoritos do Lorde das Trevas, e geralmente eram vistos como mais poderosos ainda quando ele ficava furioso. Durante a batalha no Ministério, Voldemort facilmente conjurou uma enorme cobra de Fiendfyre, sem dizer uma palavra ou usar sua varinha.

Quando Neville tenta desafiar Voldemort, ele é queimado com um simples movimento da mão do bruxo. O fogo é uma das coisas mais destrutivas conhecidas pelo homem, então nada mais apropriado que ele o dominasse.

3. Criador da Inferi

Inferi

Se você assistiu apenas aos filmes, provavelmente você perguntou o que são essas pequenas coisas que tentam matar Harry e Dumbledore, sob a água da caverna em Enigma do Príncipe. Eles são chamados de Inferi e são todas as almas da vítimas de Voldemort. Não foi suficiente somente criar a Drink of Despair para proteger suas Horcruxes, o Lorde das Trevas também criou uma maldição que escravizou suas vítimas.

Voldemort é o único mago conhecido por ter sido capaz de fazer isso, embora o segundo mago mais malvado da saga, Gellert Grindelwald, tenha tentado isso. É desconhecido quantas pessoas o Inferi da caverna acabou matando, mas uma pessoa confirmada é Regulus Black, que roubou o medalhão, substituindo-o por um falso, mas acabou sendo morto pelos Inferi e arrastado para o túmulo de água, deixando o medalhão com Monstro, seu elfo-doméstico.

2. Mestre dos Duelos

Voldemort era incrivelmente eficiente em duelos. Ele foi capaz de enfrentar simultaneamente McGonagall, Shacklebolt e Slughorn com uma facilidade alarmante. Uma das razões pelas quais ele foi capaz de subir ao poder tão rapidamente é porque ele tinha habilidade quase inigualável; todo bruxo que estava contra ele acabou gravemente ferido ou pior, morto.

Seu estilo era ao mesmo tempo rápido e imprevisível. Devido a sua excelência em feitiços, ele foi capaz de mudar seu estilo de luta em quase qualquer momento com extrema facilidade e sem aviso prévio. Harry sofreu bastante ao lutar contra o Lorde das Trevas e foi principalmente capaz de derrotá-lo, porque eles compartilhavam um núcleo de varinha – Harry era o legítimo dono da Varinha das Varinhas.

1. Único Bruxo a alcançar a Imortalidade

Embora muitos tenham tentado, Tom Riddle é o único bruxo a alcançar o renascimento completo. Durante sua vida, Tom Riddle dividiu sua alma tanta vezes, que, quando ele finalmente foi derrotado, quase não sobrou nenhuma humanidade. Ele era apenas uma alma amaldiçoada tentando sobreviver, o que levou à cicatriz na cabeça de Harry.

Voldemort via a mortalidade como uma fraqueza, que apenas os medíocres e o trouxas sofriam. Ele acreditava nisso tão fortemente que, por anos, ele se recusou a acreditar que sua mãe era uma bruxa, porque ela havia morrido.

Devido ao seu medo obsessivo de morrer, Voldemort foi capaz de colocar em ação uma série de plano de contingência, caso ele perdesse seu corpo físico. Depois do ritual feito por Peter Pettigrew, ele renasceu fisicamente, tornando-se o primeiro e único a fazê-lo.

Qual habilidade do Lord das Trevas você acha que é a mais poderosa? Conta pra gente <3


Traduzido e adaptado: Screenrant.com

Quem escreve? Diana Martins

Social Media do Garotas Geeks, graduada em Publicidade e Propaganda, apaixonada por beleza, moda e arte em geral. Viciada em séries, cinema e claro, com o sonho de ser uma X-men ou uma super heroína da DC Comics.