Quem é Jessica Jones? Saiba mais sobre a nova aposta da Netflix com a Marvel!

Marvels Jessica Jones, a netflix series

Já é hora do mundo conhecer seu nome. 

Nessa última semana, o Netflix lançou o teaser de uma das séries mais aguardadas desse segundo semestre de 2015: Marvel’s Jessica Jones.

Contando com apenas 55 segundos, o teaser revela uma fidelidade exímia aos traços encontrados em Alias, quadrinho desenhado por Michael Gaydos e escrito por Brian Michael Bendis, atualmente (e infelizmente) cancelada. Tendo a trilha da banda indie Of Monsters and Men, o teaser não apresenta apenas o clima, mas também joga algumas pistas sobre o Universo de Jones, como nos apresenta além disso (finalmente!) uma data de estreia de toda a temporada da série: 20 de novembro de 2015 #SaveTheDate.

Seguindo o padrão do sucesso de audiência e crítica Daredevil (Cadê essa segunda temporada, hein?), Jessica Jones terá os seus treze episódios disponibilizados na data de estreia e, definitivamente, outubro será o mês de divulgação da série, ainda mais com o New York Comic-Con com confirmações de painéis de Jessica Jones e Daredevil. Então espere muitas fotos promocionais e um trailer regado de cenas para nos enfartar, exatamente como aconteceu com o nosso Demônio de Hell’s Kitchen.

A sinopse liberada não diz muito, mas para os conhecedores dos quadrinhoas do Universo de Jones, essas poucas palavras podem nos levar a algumas teorias interessantes (e bem preocupantes). Investigando o crime no bairro mais violento de Manhattan, a detetive Jessica Jones enfrenta criminosos e vilões. Mas o maior perigo são segredos de anos atrás, acumulados nos seus tempos de super-heroína.

Alias, Jessica Jones

Se você não conhece Jessica Jones, saiba que ela era uma pessoa comum até que, após um acidente de carro que matou toda a sua família, ela adquiriu habilidades meta-humanas, como força, resistência ampliadas e capacidade de vôo. Após acordar do seu coma, ela foi adotada pela família Jones. Mais tarde, ela resolveu entrar para a vida de super-herói, utilizando o codinome Safira, o que não durou muito, pois Killgrave (interpretado na série por David Tennant, eterno Doctor Who), seu arqui-inimigo, entrou em seu caminho. Suas ações acabam por levá-la a caminhos obscuros que acabam lhe traumatizando e arrancando-lhe dos eixos. Os planos de transformar a história de Jessica em série existem desde 2010 (!!!), mas o canal ABC não encontrava o tom certo da história, até que Melissa Rosenberg (Dexter, The OC, Twilight) recebeu a proposta de escrever o piloto da possível série e o canal adorou, apenas não liberou na época o piloto por considerarem ‘muito adulto‘. Agora, Melissa retorna como roteirista e promete uma ótima adaptação do universo de Jones pela Netflix em parceria com a Marvel.

Alias foi o primeiro quadrinho protagonizado por Jessica Jones e possuía o selo Marvel Max, designando a história a um universo mais adulto e violento, tanto que Alias lidava francamente com sexo, violência, como também Jessica xingava sem pudores, bebia e fumava como um marinheiro. Os fãs dos quadrinhos querem muito ver esse aspecto mais adulto e liberal do Universo de Jones na série, ainda mais por Daredevil ter tido uma produção tão fiel as suas histórias, trabalhado bem com o lado sombrio e violento dos seus principais quadrinhos, mas pode não rolar, exatamente por motivos de classificação etária, contudo podemos ser surpreendidos.

Quem escreve? Barbara Herdy

Escritora, blogueira, tradutora, moody, hobbit, caçadora de relíquias, 1840's Kid, gamer, hipster, Rainha perdida e Jane Austen me entenderia, mates.