Projeto de dados em braile para jogadores de RPG com deficiência visual!

banner_rpg_braile

Jogadores tornando o RPG mais acessível, um kickstarter de cada vez 🙂

Tem coisa melhor do que jogar com os amigos? Os jogos sempre tiveram o poder de estreitar laços, mais do que alimentar rivalidades, esse projeto é uma prova de que podemos alcançar coisas fantásticas quando nos inspiramos nos nossos amigos e é também uma prova linda de sensibilidade e empatia. Vem conferir!

O projeto RPG dice for the visually impaired (Dados de RPG para pessoas com deficiência visual) foi fundado com sucesso em julho de 2014 pelo Kickstarter, organizado e desenvolvido pela estudante Jessica Goldsmith, de 19 anos, em Nova Jersey nos Estados Unidos.
A proposta é criar um conjunto de dados completo (d4,d6,d8,d10,d12,d20) com caracteres em braile em cada uma das faces utilizando impressão 3D, as recompensas das contribuições variavam em quantidades dos conjuntos de dados em braile para os colaboradores. Na descrição do projeto (que você pode conferir aqui) Jessica explica um pouco sobre a lógica dos caracteres em braile.

braile2d20

Modelo do d20 com marcações em braile. Os numerais são colocados acima para facilitar a orientação da leitura.

Segundo Jessica o projeto foi inspirado por sua amiga de jogo, Bekah, que tem problemas visuais mas não deixa sua paixão por D&D ser afetada por isso. A família de Jessica tem feito o possível para que a garota atinja o objetivo com sucesso e encaminha todos os conjuntos prometidos para os colaboradores o mais rápido possível!

Um dos desafios enfrentados por Jessica foi em relação ao próprio design dos dados, sendo que as faces deveriam ser planejadas para suportar o impacto das rolagens na mesa e também não danificar os caracteres em braile, nesse ponto ela inclusive utilizou o formato comprido mais antigo dos dados de 4 faces ao invés da clássica pirâmide pois a impressão dos caracteres fica muito melhor.

braile1

Todos os dados em escala, repare a esquerda o d4 compridinho.

Outro desafio foi encontrar uma técnica ou equipamento de impressão 3D de qualidade para que o equilíbrio dos dados não fosse afetado de acordo com o material e densidade do mesmo, mas em momento nenhum a menina vacilou e nas descrições e atualizações fica muito claro que a adolescente de Nova Jersey está mandando muito bem na finalização de seu primeiro projeto.

braile3d20

D20 impresso, postado por um dos colaboradores no pinterest.

A iniciativa da garota rendeu inclusive o apoio da empresa indie de aventuras d20 Assassin Games, que ofereceu cupons para download de uma aventura lançada na época do fechamento da campanha no kickstarter para quem contribuisse com $1 dólar adicional.

Agora é só ficar na torcida pra alguma loja online comprar a ideia e disponibilizar para os quatro cantos do universo, afinal quanto mais gente jogando, melhor <3

Quem escreve? Leila

Arteira de coração, Designer por gambiarra, aspirante a Historiadora e um Arremedo de viagens, filmes, livros, imagens, bichos, açúcar, tempero e tudo que há de bom. RPGista fanática e exagerada, me apego a gente ficcional. Me empolgo demais quando não devo e dou risada quando não posso. Amo piadas ruins e acho graça no caos.