Patty Jenkins já tem planos para o terceiro filme de Mulher Maravilha

gal-gadot-wonder-woman-costume

Quanto mais Mulher Maravilha, melhor!

Mulher Maravilha 2 não será lançado antes de junho de 2020, mas isso não nos impede de especular sobre a sua história, persoangens e sobre qual será o futuro da personagem da DC.

Com as contínuas mudanças no Universo Expandido da DC, Mulher Maravilha e Aquaman parecem ser as únicas certezas, tendo em vista o tamanho do sucesso de seus filmes, tanto na crítica quanto comercialmente. Patty Jenkins, Gal Gadot e Chris Pine marcarão presença na sequência do primeiro filme, mas já existe alguma discussão sobre o que acontecerá em seguida.

Jenkins, porém, já parece ter algumas ideias. “Eu tenho planos claros para Mulher Maravilha 3”, afirmou a diretora em entrevista concedida à Vanity Fair. “Seja comigo (dirigindo) ou não, eu vejo como seu arco de história deveria terminar na minha encarnação da Mulher Maravilha. Eu tenho muita paixão por ela”. Tendo em vista o quão bem recebida a visão de Jenkins foi pelo público, seria muito surpreendente caso ela não retornasse para um terceiro filme, a não ser que ela perca seu amor pelo projeto, o que também parece distante.

Jenkins teve a ideia de Wonder Woman 1984 (título original do filme) e do retorno de Steve Trevor (Chris Pine) enquanto gravava o primeiro filme, então faz bastante sentido que ela já saiba o que quer fazer para concluir a história de Diana. Obviamente, especulação antes mesmo do filme precursor ser lançado pode parecer um pouco inútil, mas ainda é algo possível de se fazer com base no que já sabemos sobre o primeiro filme e sobre a equipe.

Em Batman vs. Superman, na primeira aparição de Diana nas telonas, ela disse que se afastou da humanidade em um século cheio de horrores. Porém, tanto Jenkins quanto Gadot manifestaram desgosto com a declaração. Gadot chegou inclusive a afirmar que:

Nenhum de nós sabia exatamente a história de fundo da Mulher Maravilha. E quando decidiram filmar o filme solo da Mulher Maravilha, nós começamos a mergulhar e entender o núcleo da personagem, e percebemos que na verdade, de maneira alguma a Mulher Maravilha abandonaria a humanidade. A razão pelo qual ela deixou a ilha foi porque queria fazer suas vidas melhores e mais seguras. Eles são o seu chamado. Então, eu estou dando uma resposta muito honesta, mas foi – as vezes em um processo criativo, você estabelece algo que não é a decisão correta, mas você sempre pode corrigir isso e mudar. Então, a Mulher Maravilha vai sempre estar lá, enquanto depender dela, pela humanidade.

Isso pode explicar por que tudo que sabemos sobre o segundo filme – o retorno de Steve e Diana lutando para salvar a humanidade – não se conecta com Liga da Justiça e com Batman vs. Superman. Podemos especular que Mulher Maravilha possam ajudar a iniciar uma nova linha do tempo, como uma forma de recomeçar o Universo Expandido da DC, mas vamos apenas assumir que por enquanto, todas as histórias estejam no mesmo canon.

Diana também poderá estar em um ponto em que a humanidade tenha abalado um pouco a sua fé em Mulher Maravilha 2. Seus amigos mortais estarão todos mortos e ela vai ter assistido a três guerras diferentes, apesar de ter derrotado o deus da guerra por conta própria.

Pode ser que Diana se encontre lutando por sua missão, mas que a ressurreição de Steve traga alguma esperança enquanto ela enfrenta a Mulher-Leopardo (Kristen Wiig) e quem quer que seja o personagem de Pedro Pascal. É bem possível que ela tenha que se despedir de Steve pela segunda vez neste filme, mas sua separação pode ser menos traumática, e Diana talvez possa seguir em frente de uma forma melhor.

O terceiro filme, desta forma, poderia acontecer na linha de tempo presente, com Diana em um mundo pós-Liga da Justiça. Diana finalmente saiu de seu esconderijo e sua identidade heroica é conhecida pelo mundo. Com mais de um século de experiência, isso quer dizer que ela seria uma heroína conhecida? Qual seria a reação das pessoas para com ela? Ela passaria pelo mesmo dilema que o Superman? Como isso afetaria a personagem? Essas seriam ótimas formas de explorar a personagem.

E é claro, possivelmente teremos outro filme coletivo que poderá impactar a personagem antes de um terceiro filme, mas quem somos nós para querer discutir com Patty Jenkins sobre o futuro da personagem. O importante é que neste mar de incertezas, Jenkins parece saber para onde Diana está indo, ainda que isso possa significar um adeus à personagem.


Fonte: TheMarySue

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).