Jogador de StarCraft é banido após agredir mulher em stream

nw4usxc4kh36zswlugs8

O jogador de StarCraft Yum “Sea” Bo Sung foi banido da quarta temporada da Afreeca Star League sul-coreana após agredir uma mulher durante uma stream.

Com comportamento estranho e visivelmente bêbado, Sea tentou repetidas vezes ter contato físico com a moça, também streamer, que negava. A situação se agravou mais ainda quando ele deu socos na menina. As imagens do ocorrido podem ser vistas aqui (alerta de gatilho: agressão contra mulher) e aqui  (sem tarjas).

Sea respondeu em um tópico do Reddit (com tradução para o inglês) que nunca abusou sexualmente ou agrediu a moça e que isso era uma brincadeira “acordada” entre ambas as partes.  Ele afirma ter bebido, mas sua intenção não era agredir ninguém e disse inclusive que a moça em questão mandou mensagem para saber o que havia acontecido e se ela teria como ajudar de alguma forma.  O jogador, que diz se sentir injustiçado, além de ter sido banido da quarta temporada da Afreeca Star League, também foi banido por uma semana da Afreeca TV: 3 dias por vomitar durante uma stream e 3 dias por esse ocorrido. Ele diz não entender a razão disso.

Estar bêbado não é uma desculpa para tais atos. Ele agrediu a moça e isso precisa ser punido de alguma maneira. Jogadores profissionais são um exemplo para a comunidade e, agindo assim, Sea está apenas reforçando que isto é aceitável. Portanto, são necessárias consequências tão sérias quanto seus atos.

Quem escreve? Lelly Costa

Se encantou pelos games no começo da adolescência e fez disso seu hobby favorito. Invocadora desde 2011. Não sabe viver sem chocolate e gatos.