Então você quer começar a assistir anime, ein? Pois então aperte os cintos! Daí de fora, no mundo “normal”, pode parecer um enorme, amedrontador e potencialmente fatal compromisso. E bom… Isso é verdade. ¯\_(ツ)_/¯

Anime: Working!

Anime é um fenômeno que contém os mais altos e brilhantes mas também os mais profundos e sombrios pontos da imaginação humana. Quando é bom, pode causar ‘nós mentais’ com uma história de ficção científica, risadas de causar câimbras na barriga ou arrepios e lágrimas sobre mais lágrimas e mais rios de lágrimas. Mas quando é ruim, você provavelmente se pegará com as mãos sobre o rosto resmungando sobre como a raça humana pode ser tão lixosa. Mas você supera. E aprende a não desistir de procurar os que prestam porque o amor por animes é muito maior!

Anime: Nichijou

Então, entrar para o mundo dos animes consiste basicamente em evitar a sujeira e encontrar as brilhantes pepitas de genialidade. E isso é algo que você certamente encontrará. Para as meninas, temos um post específico indicando obras sem sexualização, fanservice ou coisas irritantes e estereotipadas sobre o gênero feminino que nós definitivamente queremos evitar. Mas agora vamos passar pra uma lista mais geralzona que cabe pra toooodooo mundo! E a primeira coisa a se perguntar é:

O que você procura?

Anime: K-ON!

Existem muitos (muuuuuuuitos mesmo) animes. E se você conhece um pouco da cultura dos animes, já deve saber que os fãs, em sua maioria, são bem fanáticos (muita gente chama de otaco fedido, apelido carinhoso). Assim, o fandom de anime pode ser meio… intimidador para os novatos. “Ain, você já viu esse anime x que é absolutamente obscuro e desconhecido e melhor do que todos os outros que todo mundo fala? Ain, mas você assistiu pelo menos esse?” ou “Mas você assistiu todos os episódios?” e etc são algumas perguntas feitas insistentemente pelos fãs mais chatos. Mas nem todo mundo é desse jeito, ok? Apenas ignore essas pessoas.

Anime: Sailor Moon

Você só tem de assistir aquilo que gosta. Não comece a assistir coisas que não curte, ainda que um otaku te pressione dizendo que é “fundamental” ou “clássico”. Ninguém tem todo esse tempo. Não gaste o pouco tempo que você tem assistindo Evangelion se você chegar no episódio 12 gritando “PORRA SHINJI, ENTRA NA MERDA DESSA CARALHA DE ROBÔ LOGO K7!”. A ideia aqui é se divertir, ok?

Além disso, anime é um tipo de mídia, não um gênero. Então, ao contrário de filmes de ficção científica ou comédias românticas, é praticamente impossível que você goste de TODOS OS ANIMES (ou mesmo que possa assisti-los). Claro, existem algumas coisas recorrentes em muitos animes, como animaizinhos mágicos adoráveis, romances colegiais e lutas contra inimigos que duram 15 episódios, mas isso não é o que define um anime. Pense em anime da mesma forma que você pensa em desenhos animados ocidentais (otaco fedido diz que anime não é desenho, mas é, viu? a diferença é só de onde ele vem mesmo). Você pode gostar de Hora de Aventura mas achar Invasor Zim chato; pode gostar de Steven Universo mas não de Tiny Toons. Uma animação pode abordar qualquer tema de infinitas formas, então cada um é diferente do outro. A mesma coisa serve pra anime. Então, de novo, a principal diferença é que animes são produzidos especificamente no Japão e são ligados por certas similaridades artísticas, como olhos grandes e queixos pontudos.

Às vezes exagerados demais. Anime: One Punch Man

Daí partimos para a segunda questão que você deve se fazer:

Por onde começar?

Antes de qualquer coisa, é melhor alertar por onde não começar. Animes populares como Dragon Ball Z, One PieceNaruto e Sailor Moon são um pouco contra-intuitivos e talvez não sejam uma boa maneira de começar sua jornada pelo mundo do anime. Eles são super longos, cheios de referências à mitologia e dedicados a um público-alvo infantil. Existe um motivo para isso. Não vou atacar a nostalgia que eles causam a todos nós, mas é mais fácil encontrar animes interessantes para adultos, com histórias escritas de uma forma muito melhor.

Anime: One Piece

Dizer por onde começar realmente depende muito do seu estilo preferido. Se gosta de filmes de animação, as obras do Studio Ghibli são excelentes e nós temos vários posts falando sobre aqui. A sua esmagadora maioria apresenta aqueles elementos de estilo e beleza que a cultura do anime tanto preza: cenários panorâmicos de saltar os olhos, casas de banho para espíritos, um gato-ônibus, duas princesas guerreiras enfrentando mudanças climáticas e outros aspectos bem bacanas. Nossas recomendações em especial do Studio Ghibli estão nesse e nesse post. Inicialmente, eu recomendaria Ponyo, que está disponível na Netflix, Meu Amigo Totoro e Nausicaä do Vale do Vento.

Meu Amigo Totoro

Mas eu descobri que muitos dos fãs de primeira viagem de animes acabam se prendendo apenas aos filmes do Studio Ghibli, sem se aventurar no gigantesco mundo do anime. E certamente não queremos isso! O catálogo da Netflix tem vários outros filmes animados e os do diretor Makoto Shinkai valem MUITO a pena. Pra começar, eu indicaria Kotonoha no Niwa (O Jardim das Palavras, em português), que revisamos aqui.

Anime: Kotonoha no Niwa

Mas vamos agora começar as recomendações de séries curtas, sem muitas referências a outros anime, sem fanservice ou que não são direcionados a uma audiência abaixo dos 13 anos, já avisando que essa regra pode ser quebrada caso um anime indicado seja muito, mas muito bom. Seguem então algumas recomendações para iniciantes dentro dos principais gêneros de anime, com descrições curtas que apontam o motivo deles serem tão bons. (ps: todos são séries). (ps.2: para entender um pouco mais sobre os gêneros de anime, temos esse post aqui que é bem explicativo.)

Ação/Aventura:

Cowboy Bebop: Um grupo de caçadores de recompensas caçam criminosos e enfrentam seus sórdidos passados em aventuras pela galáxia. É um anime de ação bem afiado e clássico, cheio de sacadas dignas de filmes do James Bond e muita criatividade na construção dos cenários.

Samurai Champloo: Dois samurais (um dançarino degenerado de breakdance e o outro um “engomadinho certinho”) acompanham uma garota em sua jornada para encontrar o “samurai com cheiro de girassóis”. É uma combinação da estética do período Edo e da cultura moderna do hip-hop com uma história metade hilária e metade emocionante.

Furi Kuri: Um investigador alienígena na forma de uma estranha mulher agita a vida de um adolescente deprimido nesse anime que parece uma viagem de ácido. Furi Kuri é viciante e uma combinação bastante original de estilo e estranheza.

Samurai X: No Japão do Séc. XIX, um espadachim viajante ajuda pessoas que precisam de ajuda através do país após jurar nunca mais matar ninguém. Esse anime vai imergir você no passado histórico do Japão e te fazer admirar as lutas enérgicas e cheias de significado.

Bônus: Talvez seja um anime meio pesado pra quem tá começando do zero, mas Shingeki no Kyojin é definitivamente o anime mais hypado das séries de ação lançadas mais recentemente. Conta a história de como a humanidade está praticamente em extinção e lutando pela sobrevivência num mundo em que gigantes e monstruosas criaturas humanoides, conhecidas por titãs, comem gente. Falamos mais sobre SnK aqui.

***

Comédia/Paródia:

(Observação: Muitos dos animes de comédia tem seu humor derivado de referências a outros animes ou elementos dessa cultura. Se você não conhece ao menos um pouco, talvez não se divirta tanto com o gênero)

Ouran High School Host Club: Uma estudante bolsista – desligada de sua aparência física – de uma das mais prestigiadas escolas do país acaba encontrando um clube com seis rapazes atirados cujo trabalho é bajular mulheres. Depois de quebrar seu vaso absurdamente caro, ela é forçada a pagar sua dívida se tornando uma “host” também – sem que as pessoas saibam que na verdade, ela é mulher. Essa série é muito divertida e sempre melhora meu humor. Falamos mais sobre Ouran aqui.

Nichijou: Três garotas amigas de escola, uma inventora e cientista de 8 anos de idade, uma robô e um gato falante são os principais personagens dessa história – cheia de expressões faciais exageradas, humor aleatório e uma trilha sonora super gostosinha de ouvir. Diversão certa. Falamos mais sobre Nichijou aqui.

Gekkan Shoujo Nozaki-kun: Sakura é uma baixinha super fofa que morre de amores por um tapado. E o tapado em questão é o Nozaki-kun, um mangaka famoso sob pseudônimo – que escreve histórias de romance incríveis, mas que na vida real não enxerga um palmo adiante no assunto: a pobre Sakura e se declara várias vezes e ele sempre entende como se ela estivesse pedindo autógrafo. Falamos mais sobre o Nozaki-kun aqui.

***

Drama:

Nana: Duas garotas chamadas Nana se conhecem em um trem para Tóquio. Uma quer perseguir seu sonho de se tornar uma estrela do punk-rock e a outra quer ficar próxima de seu namorado preguiçoso. Com bastante confiança posso afirmar que Nana é um dos melhores animes de todos. Seus personagens, que vão de uma bandinha punk até um operador de grelha super empático, são muito mais reais do que aqueles que conheci em outras mídias. Falamos mais sobre Nana aqui.

Clannad: Um medíocre e sarcástico aluno do colegial conhece seis extraordinárias garotas, que vencem suas próprias vulnerabilidades e talentos através dessa jornada da delinquência ao altruísmo. Clannad é cheio de personagens ótimos e a cada episódio você é levado em uma jornada através de suas emoções. Falamos mais sobre Clannad aqui.

3-gatsu no Lion: O anime é uma forma bem turbulenta de demonstrar os sentimentos de uma adolescência conturbada. Conta sobre Rei Kiriyama, um dos poucos a alcançar a elite de shogi (xadrez japonês) estando ainda no colegial, suas crises de ansiedade, depressão e amadurecimento. Trata diversos assuntos profundos de uma forma extremamente inteligente e emocionante. Falamos mais sobre Sangatsu aqui.

Violet Evergarden: Uma jovem garota foi criada com o único propósito de servir como arma em batalha. No entanto, durante a guerra, a garota recebe um nome e descobre um amor, apesar de não entender o sentimento. Quando a guerra acaba, Violet tenta se encaixar no novo mundo como escritora de cartas – que vão pouco a pouco fazendo-a mais e mais humana. Falamos mais sobre Violet aqui. Está disponível na Netflix.

***

Romance:

Oremonogatari: Um rapaz desengonçado e sem sorte no amor e seu melhor amigo extremamente atraente se encontram certo dia com uma tímida garota em apuros, que eventualmente e surpreendentemente (para o protagonista) confessa estar apaixonada pelo primeiro. É uma das histórias mais doces e fofinhas possíveis, que fará você se sentir muito feliz e aconchegante. Falamos mais sobre Ore aqui.

 

Kimi ni Todoke: É provavelmente um dos romances shoujos mais conhecidos. A história é simples, uma menina estranha encontra um menino popular e eles se apaixonam. Mas a garota é tão socialmente estranha que é super hilária. Aos poucos ela vai ganhando mais confiança, mais amigos e a história vai ficando cada vez mais fofinha. Falamos mais sobre KNT aqui.

Toradora: Ryuuji é um estudante gentil do ensino médio com um amor por tarefas domésticas que tem em contraste com sua natureza gentil um rosto intimidador que muitas vezes o faz ser rotulado de delinquente. Por outro lado, Taiga é uma estudante pequena e parecida com boneca, que é qualquer coisa, exceto uma garota fofa e frágil. Equipada com uma katana de madeira e personalidade tsundere (pessoa que é inicialmente fria e até hostil em relação a outra pessoa antes de mostrar gradualmente um lado mais amável ao longo do tempo), Taiga é conhecida em toda a escola como o “Palmtop Tiger”. Os dois se encontram e por algum motivo, acabam se apaixonando.

Lovely Complex: Koizumi Risa é mais alta que o normal e Atsushi Otani é mais baixinho que o normal, ambos são complexados com isso e ambos são continuamente achincalhados como um duo de comédia por gostarem das mesmas coisas mas estarem sempre brigando. Os dois então fazem uma aposta para ver quem conseguiria encontrar um par romântico mais rápido, só que alguém acaba se apaixonando pela pessoa errada no meio desse tempo… Falamos mais sobre LoveCom aqui.

***

Fantasia:

Fullmetal Alchemist: Brotherhood: Um jovem alquimista ousado e seu inocente irmão mais novo tentam trazer sua falecida mãe de volta à vida, violando um pesado tabu e sofrendo graves consequências. No futuro acabam se unindo aos Alquimistas do Estado em busca da infame Pedra Filosofal, com o objetivo de desfazer o erro. Essa série tem de tudo: intrigas políticas, magia, religião, demônios e amor. É uma história sensacional, dinâmica e cheia de personagens moralmente ambíguos. O melhor anime do gênero, sem sombra de dúvidas. Falamos mais sobre FMA aqui.

 

Little Witch Academia: Akko é uma garota normal que sonha em se tornar bruxa desde que viu uma apresentação fantástica da Shiny Chariot, uma bruxa que desapareceu do nada. Ela se matricula em Luna Nova, uma escola de bruxas, na intenção de ser como a Chariot e descobrir seu paradeiro. O único problema é que ela é super desastrada e bem devagar, mas suas novas amigas Sucy e Lotte vão ajudá-la a crescer. É um anime bem simples mas cheio de humor e magia, com lições muito bonitinhas de vida.

(Observação: Ambos estão no catálogo da Netflix.)

***

Esportes:

Chihayafuru: Chihaya é uma garota de gênio forte que conheceu o jogo de karuta (jogo de cartas com poemas japoneses antigos) por causa de Arata, um garoto super introvertido e inteligente. Cativada pela paixão de Arata pelo jogo, Chihaya cria cada vez mais admiração pelo karuta. Junto com outro garoto chamado Mashima, os dois entram em uma sociedade de karuta e começam a jogar de forma competitiva. No ensino médio, com o trio separado, Chihaya virou uma louca do karuta, formou um clube do jogo e está fazendo de tudo pra reunir os três de novo e mostrar para as pessoas sobre as maravilhas do karuta. O romance do anime é muito bonito, o esporte é realmente cativante e a história é maravilhosa. Revejo e recomendo sempre que posso.

Yuri!!! on Ice: Yuuri é um patinador de gelo artístico que carrega um peso enorme nas costas como competidor internacional e isso acaba desmotivando-o de continuar. Porém, sua patinação chamou atenção de um dos maiores patinadores do mundo, que se oferece para ser seu treinador. A história que se desenvolve a partir daí contém muito de descobrimento pessoal, paixão pela patinação e muitas, muitas outras competições. Definitivamente um dos animes de esporte mais famoso e popular no mundo. Escrevemos sobre o anime em detalhes aqui.

***

Ficção Científica:

Kaiba: Um romance de ficção científica psicodélico em um mundo onde as memórias das pessoas são guardadas em chips e os ricos podem comprá-las por diversão. É uma experiência totalmente diferente de tudo que você já viu. Acredite.

Shinsekai Yori: Milênios após a humanidade praticamente se dizimar com poderes psíquicos desenvolvidos geneticamente, uma escola tranquila no interior ensina seus estudantes como desenvolver seus poderes – sem contar a eles sobre o passado terrível da humanidade. É uma história inteligente, bem contada, com uma construção de mundo muito intrigante.

É triste não poder incluir aqui algumas séries como Perfect Blue, One-Punch Man e Madoka Magica, mas alguns deles é melhor guardar para depois.

***

Mecha:

Code Geass: Hangyaku no Lelouch: O Japão foi dominado pelo Império da Britânia e foi renomeado como “Área 11”. No entanto, o país resiste e tenta recuperar sua independência. Lelouch é um príncipe exilado da Britânia, que, depois de quase morrer num fogo cruzado entre as forças armadas das duas nações, encontra uma menina misteriosa chamada C.C. Esta menina dá de presente para ele o Geass, uma habilidade que permitia que ele ordenasse qualquer coisa a qualquer pessoa e ser obedecido incondicionalmente. Percebendo o vasto potencial de seu novo “poder de obediência absoluta”, Lelouch embarca em uma jornada perigosa como o vigilante mascarado Zero, levando um ataque implacável contra Britânia para se vingar de uma vez por todas. Escrevemos sobre o anime em detalhes aqui. Falar de mecha e não falar de Code Geass é até pecado.

Eureka Seven: Na cidade de Bellforest vive um menino de 14 anos chamado Renton Thurston. Ele deseja deixar sua casa para trás e se juntar ao grupo mercenário conhecido como Gekkostate, na esperança de encontrar alguma aventura para alegrar sua vida mundana mas nunca consegue partir e deixar seu avô para trás. Tudo muda quando uma jovem chamada Eureka, membro do Gekkostate, aparece em sua porta pedindo ajuda para consertar seu mecha.

***

Mistério/Policial:

Death Note: Esse é um dos preferidos dos otaquinhos e provavelmente sempre vai estar na lista da insistência deles pra você assistir. Mas, acaba calhando bem aqui porque é um anime do gênero policial que é muito inteligente. Um shinigami, deus da morte e ceifador de almas, está super entediado e deixa “sem querer” seu instrumento de trabalho mais importante cair na terra, perto das mãos de um aluno prodígio com tendências homicidas (meio psicopatas até). Quando esse aluno, chamado Light Yagami, descobre os poderes do livro, decide usá-lo numa missão justiceira: matar todas as pessoas corruptas e criminosas até criar um novo mundo. Só que ele não contava que um dos melhores e mais excêntricos investigadores policiais do mundo estivesse na sua cola.

Psycho-Pass: No século 22, o Japão impõe o Sistema Sibyl, um sistema cujo objetivo é o de determinar o nível de ameaça de cada cidadão examinando seu estado mental por sinais de intenções criminosas, conhecidos como Psycho-Pass – tipo o filme Minority Report mesmo. Aqueles que têm um Psycho-Pass alto e não têm mais esperança de sobreviver, podem trabalhar como Enforcers com a polícia para pegar outros criminosos.

***

Sobrenatural:

Mushishi: O mundo de Mushishi pode parece meio complicado de se entender à princípio, mas o enredo é muito simples. Nele conhecemos algo chamado Mushi, criaturas que habitam o mundo do homem em um “plano paralelo”. Podemos entender esses “seres” como eventos, entidades/acontecimentos sobrenaturais – e poucas pessoas podem enxergá-los, sendo chamados de mushishi. Ginko é uma delas e trabalha como andarilho ajudando as pessoas e estudando os mushi. Escrevemos sobre o anime em detalhes aqui. Tem na Netflix e na Crunchyroll!

Natsume Yuujinchou: O enredo conta sobre como o garoto Natsume é capaz de ver espíritos, ou youkais, como são denominados no Japão. No entanto, graças à essa “habilidade” nata de Natsume, sua infância foi um tempo muito árduo, solitário e doloroso. Certo dia ele encontra um livro, que era de sua avó, e descobre que esse livro poderia controlar os youkais. Mas, sendo bondoso demais, ele decide libertá-los e acaba fazendo estranhas e diferentes amizades. Escrevemos sobre o anime em detalhes aqui.

***

E por fim, a parte mais importante:

Onde assistir?

Vários serviços de stream estão disponíveis na internet. A Crunchyroll é a principal delas, sendo que oferece transmissão simultânea ao lançamento e uma enorme quantidade de obras legendadas – e o melhor, LICENCIADAS, o que quer dizer animação com boa qualidade de áudio, vídeo e tradução – coisa que geralmente falha miseravelmente nos sites piratas de stream. A Amazon Prime e a Netflix também contam com catálogos recheados de obras no estilo.

Eu sugiro fortemente a assinatura de um desses serviços. Os animadores mal chegam a lucrar com muitas dessas obras. Se não tiver realmente condições, não sei o que dizer. Que tal valorizar o artista comprando o mangá?

Anime: Kono Bijutsubu ni wa Mondai ga Aru!

Como assistir?

Animes são obras boas de se assistir sozinho, com amigos próximos ou com aquela pessoa especial. Lanchinhos são necessários. Vários animes vão te prender de forma que você deve se preparar para passar algum tempo ali sentado. Por isso, eu hesito um pouco em querer assistir animes junto de conhecidos. Olhares tortos e julgamentos são respostas bem comuns quando você começa a assistir. E ninguém quer coisas desse tipo atrapalhando a experiência. Mas se você quiser, fique à vontade!

***

É isso! Decida o que você quer assistir, escolha com carinho o seu veneno e aplique. Assistir anime é um hobby que pode ser muito recompensador. Ele pode te levar às alturas emocional e psicologicamente. Mas não se esqueça da principal dica: você não tem de assistir (ou mesmo gostar) de todos eles.

Anime: Lucky Star

***

Informação importante:

Tenha uma conta no MAL e organize os animes que você já viu, está vendo, deixou de ver ou pretende ver no futuro. O registro é totalmente gratuito e te dá acesso à maior base de dados no mundo sobre animes e mangás, além de várias reviews de fãs e recomendações bem bacanas, entre outros benefícios.

***

Outras recomendações nossas:

Esperamos que vocês apreciem suas jornadas como futuros fãs de anime <3

Anime: Nisekoi

Traduzido e adaptado da Kotaku.com

Compartilhe: