Dishonored 2: Review do game!

dishonored-2

Emily ou Corvo? Você decide!

Hoje apresentamos a vocês Dishonored 2, a aguardada continuação do game da Bethesda Softworks. Após quatro anos, o título retornou com ~praticamente~ os mesmos elementos do primeiro, o que, surpreendentemente, acabou sendo o motivo de tanto sucesso, introduzindo novas ideias e mecânicas furtivas ao saturado FPS – o que se tornou o grande diferencial da franquia. O jogo foi lançado para PC, Playstation 4 e Xbox One, investindo em uma ambientação um tanto quanto steampunk para apresentar as novas técnicas e recursos, colocando-se entre as melhores opções de game.

dishonored-2-6

História

FOI GOLPE SIM!

Mesmo depois de tantos anos após a aventura de Corvo Attano, o Império das Ilhas mais uma vez foi vítima de um golpe! Mas, diferentemente do primeiro jogo, desta vez você pode escolher entre os dois protagonistas: Corvo Attano ou Emily Kaldwin. Inclusive, a história começa com ambos recebendo um grupo de visitantes, e, entre eles, Delilah Copperspoon, que apareceu nas duas DLCs The Knife of Dunwall e Brigmore Witches.  Desta vez, Emily é removida do cargo contra a sua vontade e marcada como traidora, motivo pelo qual após escolher seu personagem, o outro automaticamente ficará preso, enquanto o escolhido deve fugir de Dunwall para Karnaca e tentar fazer as coisas voltarem ao normal.

Como vocês puderam ver nessa breve síntese, quem gostou da história do primeiro game com certeza irá amar Dishonored 2 xD

dishonored-2-4

Jogabilidade

Já que tocamos no assunto da opção de escolha enter dois protagonistas, é bem importante ressaltar que cada um tem seus próprios poderes. Assim, jogar a história duas vezes, uma com cada personagem, não deixa a história chata e cansativa, embora o Corvo tenha mantido a jogabilidade do primeiro game. Por isso, jogar com Emily foi um desafio ainda maior, já que as habilidades dela são bem diferentes. Entre elas, podemos citar o “encanto”, através do qual ela hipnotiza inimigos, o “aspecto sombrio”, em que ela tem sua furtividade melhorada ao se tornar uma sombra, o “dominó”, que marca e liga diversos alvos de forma que ao acertar um, você acerta todos os demais, e, ainda, o “alcance longínquo”, que funciona de forma bem similar ao “teleporte” usado por Corvo, mas também pode puxar itens e até pessoas! Por outro lado, para quem não é muito fã de  habilidades, ambos os personagens ganharam novos equipamentos, como, por exemplo, um dardo que cega os inimigos.

dishonored-2-2

Outro ponto importante a ser mencionado é o mapa. Assim como no primeiro jogo, você visita locais diferentes em cada missão, contando com mapas elaborados com mais opções de movimentação. Desta vez, você não ficará preso em um único caminho, pois SEMPRE haverá uma rota alternativa, principalmente quando você usa as habilidades para se locomover. Até porque, vamos ser sinceros: Dishonored sempre foi uma forma de brincar de esconde-esconde. Inclusive, gostaria de citar aqui a missão “Mansão Mecânica”, que acredito ser o maior mapa do jogo, já que ele muda de forma ao mexer nas alavancas. Inclusive este mapa me tomou muito tempo. M U I T O. Confesso que demorei alguns dias aí tentando e mesmo assim não consegui pegar todos os itens. Outra missão bacana é aquela em que você precisa desbravar a morada de um inventor maluco, também se valendo de alavancas.

dishonored-2-5

Em relação à melhora incrível nas mecânicas de furtividade, também é necessário dizer que os inimigos de Dishonored 2 estão ainda mais difíceis de se derrotar. Acredite: se você acha que eles estão te vendo, então eles realmente estão. Até porque o pessoal que joga RPG com ladinos/ladrões ou que gosta de outros games que usam a técnica de furtividade já está acostumado com os inimigos “burros”. Até parece que você passa perto de uma pessoa com uma margem de um centímetro e ele não te vê… Só no Harry Potter e a capa de invisibilidade xD. Desta vez, os inimigos irão reagir, e isso deixou o jogo muito mais realista, difícil e divertido.

dishonored-2-1

Gráficos

Preciso ser honesta: Dishonored 2 não é o melhor jogo em gráficos que você já viu. As texturas e até mesmo a iluminação deixam a desejar um pouco, embora a direção de arte acabe nos levando novamente ao estilo steampunk, com detalhes ricos e coloridos, geralmente bem elaborados, o que ligado aos elementos de jogabilidade tornam a experiência única – tão única que você deixa de reparar na textura mal estruturada.

Por ser totalmente pensado no esquema de furtividade, os gráficos e o design não favorece o combate direto, corpo a corpo, o que também é um outro aspecto a ser desenvolvido.

dishonored-2-3

Vale a pena?

Dishonored 2 praticamente pegou tudo o que deu certo no primeiro e desenvolveu todos os aspectos, trazendo a eles uma boa dose de inovação. Me arrisco a dizer que é um dos melhores jogos de furtividade em primeira pessoa que já joguei: é dinâmico, estratégico e desafiador. Em relação aos pontos negativos, a única coisa que me chamou a atenção foi a imposição narrativa que S E M P R E nos direciona para a furtividade, evitando a violência e o combate corpo a corpo. Mas, tirando esse ponto, Dishonored 2 foi um dos melhores títulos de stealth já lançados.

dishonored-2-7

O jogo está disponível na versão PC (ativação pela Steam) para compra na Nuuvem, neste link! E vocês podem ter 10% de desconto usando o cupom GAROTASNANUUVEM <3

Quem escreve? Mindy (Yasmim Alvarez)

Cosplayer e graduanda em Direito. Amante de World of Warcraft, invencível no Super SmashBros, Batman-lover e fã de carteirinha da Princesa Zelda. Queria ser a toda-poderosa Sailor Moon, mas se contenta em ser apenas uma princesa da Disney nas horas vagas