Dica Geek: como limpar o seu videogame e acessórios!

capa limpeza

Seu videogame pode estar daqueeele jeitinho que a gente resume numa coisa só: nojento. Coberto de poeira, marcado por impressões digitais ou mesmo habitado por insetos, ew. Os controle então? Parecem saídos de um filme de terror, com os pequenos vãos do plástico preenchidos por uma substância nojenta de impossível identificação. Então, é hora de começar a limpeza!

às vezes só fogo resolve

A maior ameaça ao seu videogame e seus acessórios não é ter o controle arremessado contra a parede, ao contrário do que muitos podem pensar. Os componentes hoje em dia são feitos para resistir à fúria dos jogadores (ou boa parte dela). A maior ameaça que seus caros aparelhos eletrônicos podem enfrentar hoje é a sujeira. Migalhas de comida. A poeira no ar. A combinação de todo tipo de sujeira que pode ser encontrada nas mãos de crianças pequenas. O pelo dos seus bichinhos. E em casos extremos, as patinhas de insetos nojentos. Eca. Mas enfim, todas essas coisas são inofensivas em pequenas quantidades (menos os insetos), mas a sujeira acumulada com o tempo e a poeira podem afetar o desempenho dos seus consoles/acessórios. Os botões podem ficar emperrados. As ventoinhas podem ficar entupidas de poeira, causando aquecimento do sistema. Os conectores podem se tornar menos responsivos…

Mas está tudo bem. É possível limpar todo tipo de sujeira! Bora lá:

Uma limpeza leve (também conhecida como prevenção)

Qual a forma mais fácil de limpar seus aparelhos e controles? Não deixá-los pegar muita sujeira, é claro. E para isso temos algumas dicas bem simples de como mantê-los protegidos – que caso seguidas com alguma frequência, podem fazer com que você nem precise chegar ao final desse guia.

1 – Dê uma boa desempoeirada!
limpeza 1

Tirando a remota possibilidade de que você jogue em um ambiente hermeticamente selado, a poeira será uma realidade. Macios e fofinhos pedacinhos de pele morta, cabelo, pólen, fibras de papel e tecido estão ao nosso redor o tempo todo, sem contar os pequenos aracnídeos conhecidos como ácaro, que de perto são horrorosos (sério, não joguem no Google) (eu avisei).

Todos nós já vimos fotos de consoles e computadores cobertos por grossas camadas de poeira. É nojento e você não pode deixar isso acontecer, caso queira que seu aparelho dure bastante tempo e valha seu suado dinheirinho (ou o suado dinheirinho dos seus pais). Basta comprar um espanador e utilizá-lo uma vez por semana. Nada demais, você só precisa comprar um espanador (ou tecido) decente, daqueles que de fato tiram a poeira em vez de espalhá-la pelo ar. Você só precisa ir ao supermercado e comprar um desses. Uma limpadinha por semana deve ser o suficiente.

limpeza 2

2 – Cubra o seu console!
Quando você não estiver jogando, desligue o videogame e deixe ele coberto. Existem capas de proteção para todos os tipos de videogame e elas são bem baratinhas. Se você não quiser gastar dinheiro com isso, não precisa ter vergonha, você pode cobrir os eletrônicos com uma toalha ou um pano limpo.

limpeza 3

Mas tome cuidado: muitos consoles atuais, em vez de serem desligados, apenas entram em modo “soneca” (consumindo pouca energia e “religando” rapidamente, para os jogadores impacientes). Se você for cobrir o aparelho, desative essa ferramenta ou lembre de retirar o aparelho da tomada. Senão, você corre o risco de ligá-lo dentro da cobertura, correndo o risco de superaquecer o seu bebê.

3 – Deixe-o brilhando!
Se você costuma evitar encostar nos seus consoles, uma leve espanada pode ser suficiente. Mas se você gosta da sensação dos dedinhos tocando a superfície brilhante, o uso de algum produto de limpeza não causará problemas, desde que você use direitinho. Primeiro, escolha seu produto favorito que não contenha cloro e seja indicado para limpar superfícies plásticas (o uso de um produto abrasivo pode acabar danificando a estética ou mesmo o funcionamento do aparelho). Depois, pegue uma flanela daquelas que não deixam fiapos (ou um papel toalha) e passe um pouquinho do produto. Não exagere, o paninho deve ficar úmido, mas não molhado. Desligue o aparelho da tomada e limpe toda a superfície (cuidado com choques elétricos!).

limpeza 4

O segredo é usar o mínimo possível de líquido. Aparelhos eletrônicos não combinam com líquidos. Você nunca deve borrifar o produto diretamente no console. Assim como você não borrifaria o produto contra os seus próprios olhos, por exemplo.

4 – Limpe bem os seus controles!
limpeza 5

Mesmo as mãos mais limpas possuem a capacidade de deixar resíduo de óleo no controle de um videogame. Nós somos criaturas oleosas, e quanto mais cedo você aceitar isso, mais fácil será. Então, uma vez por semana, depois de passar o espanador no console, pegue um pacotinho de lenços umedecidos (ou o mesmo passo do item anterior) e dê uma boa limpada nos seus controles. E não se esqueça dos botões e entradas/conectores do cabo. Se você tem medo que eles fiquem sujos, utilize um cotonete com álcool isopropílico (ao menos 50%). E claro, não esqueça de usar os lencinhos no cabo também.

limpeza 6

A poeira adora se esconder nos cabos. E sabe onde mais? Nos pequenos vãos presentes em todo o controle. O cotonete com álcool isopropílico pode impedir o acúmulo do material nojento nos vãozinhos, mas se já houver algum acúmulo, você pode usar um palito de dentes ou um fino fio de cobre. Mas cuidado, a sujeira que sair daquele lugar é uma das substâncias mais nojentas conhecidas pela humanidade.

limpeza 7

5 – Mantenha suas mídias físicas limpas
Se você colocar alguma coisa suja dentro do seu videogame, o interior dele vai ficar sujo, obviamente. Mesmo se os seus discos não passarem mais do que alguns momentos do lado de fora do console ou da capinha, seus dedos são ótimos agentes contaminadores, e manchas naquela superfície brilhante do DVD podem causar problemas.

limpeza 8

Felizmente, CDs, DVDs e Blu-rays são fáceis de limpar. Tudo que você precisa é de uma flanela macia. Comece do centro do disco e o esfregue com movimentos em direção às bordas. Se o disco estiver nojento de sujo, umedeça a flanela um pouquinho em uma das pontas, limpe com ela e depois seque com a extremidade oposta. Nunca introduza o disco úmido no aparelho.

Se você ainda utiliza um console de cartucho, limpe os contatos (os pedacinhos metálicos que entram no videogame) com um cotonete e (o sempre útil) álcool isopropílico. Isso também serve para limpar os contatos do console, mas para isso você deve desligá-lo completamente antes de começar.

6 – Não tenha filhos! ¯\_(ツ)_/¯

limpeza kids

Sim, eu sei que dizer para as pessoas não terem filhos em uma seção de prevenção pode passar uma ideia errada. Não, eu não odeio crianças. Amo essas criaturas fofas, mas você vai ter que concordar comigo que crianças e aparelhos domésticos não são a melhor combinação. Quem tem filhos deve fazer o possível para deixar o aparelho fora do alcance das crianças da melhor forma possível. Apesar disso, se você não seguir o conselho, você pode acabar tendo de limpar alguma substância absolutamente desconhecida que seus pequenos espalharam sobre seus DVDs ou mesmo no aparelho, então há alguma sabedoria nessa última dica.

limpeza 9

Certo. Nunca fiz nada disso. E agora?

Sem uma rotina de limpeza, existe uma boa chance que tanto seu console quanto seus controles estejam cobertos de nojeira. Quando, por exemplo, as junções de seu controle branquinho do Xbox One ficam pretas e as ventoinhas do seu Playstation 4 estão engasgadas de poeira. Quando o nojinho domina não resta outra opção senão abrir o console. “Mas e a minha garantia?” – você deve estar se perguntando agora. Sim, você devia ter pensado nela antes do seu console soltar filhotinhos de poeira e ser colonizado por baratas, não é mesmo?

Mas não se preocupe, com as ferramentas corretas, a maioria dos consoles e periféricos são bem fáceis de abrir. A primeira coisa que você deve fazer ao abrir o console é encarar intensamente os parafusos visíveis. Se não houver nenhum visível, seu trabalho será descobrir onde eles estão escondidos. E se por fim, não conseguir encontrar, jogue no Google. Existe ao menos um bom tutorial sobre como desmontar cada aparelho esperando por você na internet. No site iFixit.com (em inglês), é possível ver como desmontar um Nintendo Switch, para instalar um case vermelho transparente, por exemplo.

limpeza 10

E assim que você desmonta o console todinho, um mundo inteiro de possibilidades de limpeza se abre. Ou se você não confia em si próprio e tem uma boa chance de acabar estragando seu aparelho, leve numa assistência técnica e eles farão isso por você. Caso você confie um pouco mais nas suas habilidades manuais, a lista segue:

1 – Limpeza profunda de poeira
Utilizar um compressor de ar em um videogame fechado é uma ótima forma de espalhar poeira por dentro dele todo. Alguma poeira sempre sairá pelo outro lado, mas a maioria vai encontrar novos lugares para habitar dentro do aparelho. E é sempre bom uma mudança de ares, então no máximo você vai deixar a poeira feliz. Ao contrário do que alguns pensam, a resposta não é “sugar em vez de soprar”. Colocar um aspirador de pó na saída de ar do console é apenas uma ótima maneira de deslocar peças delicadas (ou mesmo quebrá-las). Nem pense em usar um secador de cabelo de qualquer jeito também, porque além de deslocar as peças você pode acabar derretendo ou danificando elas com o calor.

A melhor forma de limpar a poeira interna de um console é abri-lo. Tirar a tampa é o mínimo, e a partir daí você pode usar o método que preferir para deslocar as bolinhas de fofura suja. Um dos melhores métodos é utilizar um compressor de ar, desde que não tenha potência exagerada.

limpeza 11

E você precisa saber de mais algumas coisas antes de usar um desses. Primeiro, se o seu console tem ventoinhas nas saídas de ar, trave-as com os dedos antes de jogar o ar nelas. Por mais divertido que possa ser ouvir o barulhinho deles girando em altas velocidades por causa do ar, isso pode danificar o sistema de ventilação do console.

Segundo, faça isso fora de casa. A poeira vai ter de ir pra algum lugar e a sala onde você joga é o último local na face da Terra que você vai querer cobrir com uma fina camada de poeira. Então por que não lançá-la aos quatro ventos? E provavelmente você não vai causar dano ambiental, já que insetos comem poeira. Provavelmente… Quem sabe?

2 – Desmonta tudo e bota pra lavar

Ok, não faça isso.

Mas uma coisa é verdade: nada é capaz de limpar um pedaço de plástico tão bem quanto água morna e sabão. Só não é uma boa ideia lavar o plástico quando ele está cercado por peças eletrônicas que custam centenas (ou milhares) de reais, certo? Mas é para isso que servem as chaves de fenda. Assim que você remove todos os componentes metálicos e placas de circuitos da estrutura de plástico, essa estrutura está pronta para tomar um banho morno com um pouquinho de detergente. Pode encher a pia, uma bacia ou banheira, usar um pouco de Dove (se quiser ostentar) e esfregar com o lado amarelo da esponja (nunca, jamais use o lado abrasivo).

limpeza 12

O conceito é simples. Seja gentil, especialmente com consoles mais antigos, cujo plástico já pode ter ressecado um pouco e se tornado menos flexível. Cuidado com a temperatura da água, também. Se você não quer empenar todo o plástico (os mais atuais são feitos para resistir temperaturas mais altas, mas você vai arriscar?), utilize água morna. E é claro, não esqueça de secar completamente as peças antes de remontar o aparelho. Seque os cantinhos com uma toalha, sacuda bastante (mas sem violência) e deixe secar por umas horas, só por segurança.

E saiba que água e sabão não servem apenas para a estrutura do console. Os controles também são feitos, em sua estrutura, de material lavável. Assim, você pode tirar aquela sujeira que deixa os botões grudentos.

limpeza 13

Esse é um bom exemplo de controle utilizado por uma criança e dos horrores que essa prática pode acarretar. Os botões estão grudentos. As fissuras fechadas de sujeira. Tem uma crosta brilhante cobrindo a parte emborrachada. Eca.

limpeza 14

Depois de limpar os vãozinhos com um palito de dente, o controle foi desmontado. Os botões e a estrutura plástica foram lavados com sabão e água quente. Depois de limpo e completamente seco, o controle foi remontado e parece novo.

3 – As pecinhas eletrônicas
Se o seu console está funcionando corretamente, deixe as placas de circuito em paz. Se ele não estiver funcionando bem e você não sabe como consertar, leve à assistência técnica. Há muito poucas razões que poderiam fazer você, durante uma limpeza, querer mexer com as placas de circuito.

limpeza 15

Mas se isso for realmente necessário, coloque um pouco de álcool isopropílico em uma vasilha e mergulhe um pincel macio ou cotonete nele, sem deixar encharcar. Aplique gentilmente, sem esfregar, só “acariciando” a superfície como se estivesse pintando um quadro sobre a placa de circuito não ser danificada por você.

Sinceramente, eu prefiro não fazer isso. Uma vez retirada a poeira, o aparelho deve funcionar bem. E além disso, se você conseguir deixar o console sujo ao ponto que queira lavar a placa de circuito, talvez você não deva ter um videogame.

4 – Em caso de baratas…


É sério. Baratas adoram viver dentro de aparelhos eletrônicos. Eles são ambientes aquecidos, elas estão seguras lá dentro e às vezes, quando fazem cocô lá dentro (yuck), elas queimam alguns circuitos e parecem ficar muito animadas com isso. Se você suspeitar que tem baratas vivendo dentro de seu console, o processo de limpeza é bem simples e deve resolver o seu problema:

1. Jogue o console no lixo.
2. Taque fogo no lixo.

Mas sério, se você quer limpar um console cheio de baratas vivendo dentro, antes você precisa cuidar da infestação no resto da casa. E esse é um guia diferente.

Videogames limpos são videogames felizes

O auge da vida de um console é o momento em que saiu da fábrica, sem ter conhecido poeira, gordura, migalhas de comida, crianças ou insetos. E a melhor maneira de garantir que eles tenham uma longa e feliz vida é mantê-los o mais próximo possível das suas condições de fábrica. Tudo que você precisa fazer é cuidar um pouquinho dele, e se falhar nisso, abri-lo para fazer as coisas voltarem ao seu devido lugar (poeira=fora).

Ou você pode nunca removê-lo da embalagem. Isso é sempre uma opção. Talvez não a mais divertida, mas uma opção. 8D


Traduzido e adaptado da Kotaku.com.

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).