Dica de mangá: The God’s Lie, novo lançamento da Panini

god's lie__capa

Os deuses mentem de vez em quando…

De autoria de Kaori Ozaki, Kami-sama ga Uso wo Tsuku., também conhecido por Gods Tells Lies ou The God’s Lie é um one-shot (história completa em apenas um volume) com gêneros: drama, romance, vida escolar, vida cotidiana e seinen. O mangá é composto de cinco capítulos e seu volume foi licenciado no Brasil pela editora Panini.

A história gira em torno de três crianças: o jovem Natsuru Nanao e os irmãos Rio e Yuuta Suzumura. Natsuru é, de maneira geral, um garoto de onze anos que vive com sua mãe e é órfão de pai; é o ás da equipe de futebol e se dedica com paixão ao esporte, esperando um dia se tornar um jogador profissional. Um pouco por causa da timidez, ele tem alguns probleminhas de comunicação com garotas – com exceção de Rio, que é provavelmente a única garota da classe por quem sente admiração e pouco ou nenhum receio para conversar.

god's lie (1)

Na ordem: Rio, Natsuru e Yuuta.

Certo dia Natsuru resgata um gatinho da rua mas, sem poder deixá-lo em casa por culpa da alergia da mãe, acaba não podendo ficar com ele. Neste momento, ele se encontra com Rio e seu irmão mais novo andando pela rua e, de cara, pergunta se os dois poderiam cuidar dele. Apesar de um receio inicial, Rio acaba concordando e convidando Natsuru para levar o gatinho até em casa. Ao chegar lá, porém, Natsuru se choca ao descobrir que os dois têm vivido sozinhos, numa casa estranha que parecia carregar alguns pesares e segredos profundos. Rio faz Natsuru prometer que não contaria a ninguém que ela morava sozinha naquela casa com o irmão pois se descobrissem provavelmente os mandariam para um reformatório.

De qualquer forma, Natsuru acaba firmando um forte laço com os dois irmãos, visitava-os de vez em quando. Quanto mais tempo Natsuru passava com eles, mais as circunstâncias daquela situação estranha e os segredos escondidos da casa eram lentamente trazidos à tona…

god's lie

Comentários pessoais: o mangá é surpreendentemente emocionante. O drama é forte, os temas do enredo são relativamente pesados e acima de tudo, bem atuais: tratam de forma bem direta sobre preconceitos na vida de mães solo, o abandono de crianças e por fim o delicado elo que une a vida e a morte.

Se eu pudesse dar uma nota para o mangá de maneira geral, seria 9/10 só por causa da impressão estranha que a relação do Natsuru com a mãe dele deixa… Mas acabo deixando esse tipo de conclusão a cargo de cada leitor. No mais, a arte é muito bem feitinha, a coloração da capa é linda, o enredo é bem amarradinho. Os painéis da histórias são bem clean, o que ajuda muito a deixar os diálogos mais leves. A pureza da história realmente torna tudo ainda mais bonito! Quem gostar de The God’s Lie vai querer ir atrás de mais trabalhos da Ozaki, que em geral são muito bacanas e sempre bem recomendados.

A Panini já liberou o mangá nas bancas pelo valor de R$15,90, com capa fosca. Novamente, vale muito a pena principalmente porque é um one-shot, com 216 páginas no total.

Boa leitura! C:

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).