Dica de Livro: Feios

feios-destaque

Feios é o primeiro de uma série de quatro livros escrito por Scott Westerfeld e publicado pela Galera Record. É uma distopia voltada para os jovens e, portanto, tem uma linguagem bem leve – e uma história que bate forte na lista de interesses 😉

Nessa história, Tally Youngblood é a personagem principal de um universo onde os adolescentes, ao completarem 16 anos, passam por uma transformação para se tornarem perfeitos. Ela fica ainda mais ansiosa pelo processo quando seu amigo Peris vai para “Nova Perfeição” e vive lindo (literalmente) e divando com seus olhos brilhantes em meio a diversas festas.

Borbulhante!

Boa parte das pessoas que eu conheço adoraria ganhar aos 16 o combo “beleza + festas” (e por que não, né?). Foi exatamente esse o motivo que me fez querer conhecer o livro, para imaginar qual seria o “gostinho” da mutação mudança.

feios_quote

Um belo dia Tally resolve visitar seu amigo, uma coisa que é totalmente proibida ali, para saber se ele ainda se lembrava dela. No meio do caminho conhece Shay, a “menina problema” que sabe de todas as tretas que ser “perfeita” implicam e que quer mais é ir para Fumaça, o lugar aonde todos os feios se refugiam.

O livro é dividido em três partes e cada uma delas descreve um processo do trajeto de Tally. Pra mim a coisa fica boa mesmo a partir da segunda e especialmente na terceira parte, mas a história toda vale a pena, claro.

Pranchas e carros voadores, pílulas com várias utilidades, perseguições e invasões também fazem parte do enredo só pra apimentar a aventura. E, confesso: o final é meio UAAAT?, e por ele vale MUITO a pena ler e continuar a série.

“Talvez, depois que eles quebram e esticam seus ossos até alcançar o formato ideal, depois que arrancam seu rosto e raspam a pele, depois que enfiam maças do rosto plástico na sua cara para que você fique igual a todo mundo… talvez depois disso tudo, você simplesmente não seja mais tão interessante.”

Quem escreve? Fran

Jornalista recém formada, blogueira de raiz, escritora de faz de conta e boa leitora. Considera pecado dizer não a um chocolate e a uma compra de livros. Gosta da cultura latina e tem uma parede de cartões-postais.