Dica de leitura: O Livro dos Coelhos Suicidas, uma fofurice bem sombria e engraçada

bunny capa

Uma reflexão profunda sobre depressão e suicídio entre coelhos.

O polêmico livro ilustrado de quadrinhos sobre coelhinhos fofos em situações tragicômicas é de autoria de Andy Riley e foi publicado no Brasil pela Editora Todavia. Andy nasceu em 1970, na Inglaterra, e trabalha como roteirista para cinema e televisão. Seus créditos incluem a animação da Disney “Gnomeo e Juliet”. Ele desenha uma tirinha semanal chamada “Roasted” para a revista The Observer.

A descrição do livro é a seguinte:

Nesta coleção, coelhos não são apenas animaizinhos adoráveis, eles são criaturas obcecadas com a morte e especialmente brilhantes quando se trata de tirar a própria vida. Com humor sombrio e irresistível, a série acompanha dezenas desses coelhos na sua busca por maneiras criativas de morrer, desde o sabre de luz de Darth Vader até se enfiar dentro de uma torradeira elétrica. Lançado originalmente em 2003 na Inglaterra, a série dos coelhos suicidas se tornou desde então um fenômeno cult e um clássico moderno do humor.

Em matéria publicada pela Folha, Andy afirma que nem mesmo sabe por que escolheu coelhos para fazer as tirinhas, apesar de sempre relacionar coelhos com morte porque quando criança uma raposa matou seu coelhinho de estimação. Na entrevista ele explica que as tirinhas inicialmente não foram bem recebidas mas que a partir de 2003 elas viralizaram na internet – e isso trouxe muitas reações positivas e negativas: algumas pessoas mandavam-lhe cartas contando terem superado momentos de crise rindo das tirinhas e outras mostravam-se desagradas com o fato de que ele desenhava cenas que supostamente sugeriam violência com animais. Mas o autor afirma que sente simpatia e compreende quem não gosta dos quadrinhos puramente por causa do aspecto do suicídio – afirma que cada pessoa tem limites diferentes e tipos de humor diferentes.

Para aquelas pessoas que já têm o humor sombrio em questão, o livro é bem divertido, especialmente pra quem adora o humor de Happy Tree Friends, South Park, Monty Python e coisas do gênero. Confiram algumas das ilustrações contidas no livro:

suicide bunny 1 suicide bunny 2 suicide bunny 3Posso resumir meus sentimentos durante a leitura do livro em apenas um meme:

CACO_RINDO

Apesar de que não tenho arrependimentos. Com certeza foi um dos livros mais divertidos e criativos que arranjei  – fora que é super baratinho e tem 96 páginas de quadrinhos. Vale muito a pena adquirir e eu recomendo muito pra quem gosta desse tipo de humor.

Agradecimentos à Todavia pelo envio do livro pra gente <3

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).