Como ontem foi dia dos pais, pensamos numa forma de relembrar alguns bons filmes, animações e jogos em que a figura paternal tem um papel importante – sendo bom ou ruim. Então listamos alguns dos melhores pais da cultura geek, daqueles que nos deixam cheios de orgulho, calorzinho no peito e lágrimas nos olhos. Mas também os pais que numa próxima reencarnação a gente espera que nasçam melhores ou que não tenham filhos de-forma-alguma. Porque logicamente pais também são seres humanos e seres humanos às vezes são… Meio bosta.

Sem mais delongas, a lista:

PIORES PAIS:

10 – Harry Wormwood, de Matilda

Danny DeVito tem um personagem digno dessa lista. Sempre procurando o próximo esquema em vez de prestar atenção e tratar dignamente a filha, não dá para julgar quando Matilda cola o chapéu de seu pai na cabeça dele.

9 –  Homer Simpson, de Os Simpsons

Homer é provavelmente o pai mais famoso da TV, mas não é exatamente um modelo. Ele pode ter um bom coração, mas alguns de seus momentos favoritos incluem beber, deitar no sofá e estrangular seu filho Bart sempre que ele sai da linha. Apesar de tudo, tem aquela cena fofinha do “Do it for her”. A gente dá um desconto.

8 – Naruto, de Boruto

Me dói colocar o Naruto nesta lista? Sim. Tenho outra escolha? Não. Pode ser que no desenvolvimento de Boruto tenha mostrado um pai menos ausente, que não usa clones pra brincar com os filhos ao invés de brincar pessoalmente, mas o começo do anime deixa isso infelizmente muito claro. E olha, prefiro nem começar a comentar sobre o quão bem o Sasuke entra nessa categoria também.

7 – Senhor do Fogo Ozai, de Avatar – O Último Mestre do Ar

Queimar o rosto do filho numa luta injusta, só para ensinar a ele uma lição, não é a única coisa que Ozai fez para ser premiado nesta lista. Mesmo após a punição, Zuko foi banido de casa por quase uma década com uma missão inicialmente impossível de achar o Avatar e trazer sua cabeça para o país do fogo – quando todos sabemos que nem isso daria redenção ao rapaz, já que costumeiramente ele tenta matar o filho toda vez que o encontra – ou manda a irmã dele fazer esse serviço.

6 – Endeavor, de Boku no Hero no Academia 

Enji Todoroki, pai de Shoto Todoroki, é responsável pelo enlouquecimento (e consequentemente pela queimadura em seu rosto) da mãe – uma pessoa com poderes de gelo – depois de forçá-la a ter filhos apenas para que uma junção perfeita de poderes de fogo e gelo nascesse e ele pudesse moldá-lo da forma como quisesse. Daí nasce o Shoto, que foi obrigado a aprender a lidar com seus poderes e a batalhar desde muito novo com um pai abusivo, sendo maltratado bastante durante a infância até criar uma rejeição extremamente forte por seus poderes de fogo e a ter completo ódio pelo pai.

5 – Walter White, de Breaking Bad

Pode até ser que no começo da viagem os princípios de Walter fossem apenas conseguir continuar vivendo e dar a família uma vida um pouco mais digna, mas bem… Os planos foram de mal a pior. Seu comportamento virou vicioso, abusivo, perigoso e violento. Mesmo com Jesse, que foi seu último elo próximo de família, seu relacionamento foi cheio de traições e punições absurdas (como ser omisso e deixar propositadamente a namorada dele morrer).

4 – Thanos, de Vingadores: Guerra Infinita

Se queimar sua vila e matar todos os seus conhecidos e parentes não for suficiente, pense em treinar sua filha para matar – inclusive usando sua segunda filha como isca para isso – e daí jogue-a de um penhasco para poder aniquilar metade da população de todo o universo. Melhor pai ¯\_(ツ)_/¯

3 – Stephen Stotch, de South Park


South Park tem uma coleção de péssimos pais, Randy Marsh que o diga. Mas o Stotch com certeza está no topo da lista de maldade. O pobre Butters sofre todo tipo de abuso na mão do pai, desde apanhar, ser trancado no porão ou ganhar castigos aleatórios por coisas que ele não controla. Tentando suprimir sua própria homossexualidade, Stephen usa todas as oportunidades que tem para punir o filho em qualquer coisa que ele achar “gay”, inclusive enviando-o em acampamentos bizarros de “cura-gay”.

2 – Darth Vader, de Star Wars

Em uma das maiores reviravoltas da história do cinema, Darth Vader revelou-se o pai de Luke Skywalker. Seu primeiro ato de amor paterno: cortar a mão do filho. Isso fora o abandono e os estrangulamentos telepáticos. Paizão.

1 – Shou Tucker, de Fullmetal Alchemist


Claro que ele seria o número um, É CLARO. Essa é outra série com uma lista de paternidade bem zoada, mas de longe ninguém aqui ganha desse desgraçado. Pense que ele foi capaz de usar primeiro a esposa em uma pesquisa científica que a matou e depois usar a própria filha e o cachorro de estimação numa transmutação quimérica – só e unicamente pra continuar tendo o financiamento como alquimista.

Bônus:

  1. Craster, de Game of Thrones, que estuprava as próprias filhas para ter bebês homens que pudessem ser usados em sacrifício para um deus obscuro.
  2. Peter McCallister, que esqueceu o filho em casa CINCO vezes na série de filmes “Esqueceram de Mim”;
  3. John Winchester, de Supernatural, que contrariou o desejo da esposa em não se envolver com caça mais, acabou atrapalhando os filhos de terem uma infância normal entre viagens e sumiços (fora o tratamento violento e agressivo com eles) até que eles não tivessem opção senão a continuar caçando pois não se encaixavam mais em outra coisa;
  4. Harry Morgan, de Dexter, que transformou uma criança com tendências psicopatas em um psicopata completo, com conhecimentos de legista e ideias de como burlar a polícia.

Veja na próxima página a lista com os MELHORES PAIS <3

Páginas: 1 2

Compartilhe: