Dez coisas que já sabemos sobre Fallout 76

Fallout76_capa

Fallout 76 é um dos mais esperados jogos de 2018!

Muitos dos fãs parecem curiosos sobre como exatamente irá funcionar o primeiro jogo multiplayer online da franquia. Na última semana, a Bethesda permitiu a diversos veículos de imprensa especializada que testassem o jogo. Assim, muitas das dúvidas do público foram sanadas e trazemos para vocês as informações mais importantes.

1. Fallout 5 ainda vai acontecer

Existe uma grande preocupação por parte dos fãs que Fallout 76 cause uma mudança no estilo dos jogos da Bethesda. Mas os desenvolvedores afirmaram profusamente que isso não acontecerá. “Nós ainda faremos enormes jogos single-player, não pararemos com isso”, afirmou o diretor de design Emil Pagliarulo. “76 não é o que fazemos a partir de agora, entende o que quero dizer?”. Quando questionado se ainda há espaço para Fallout 5 em um cenário dominado por jogos multiplayer, ele respondeu “100 por cento”.

2. Fallout 76 nunca veio para substituir Fallout 5

Fallout76_1

Ainda nesse tema, Fallout 76 não deve ser julgado como algo que roubou ideias ou tirou espaço do que deveria ser Fallout 5. “Nunca houve nada disso de ‘oh, talvez devêssemos fazer Fallout 5’, e depois isso ter se tornado o 76. Sempre foi o 76, e de fato, originalmente a discussão era sobre um modo multiplayer [para Fallout 4]”, afirmou Pagliarulo. E isso era de fato o que os fãs mais cobravam e esperavam acontecer.

3. O jogo possui uma história principal

Apesar de ser um jogo multiplayer massivo, você pode sim seguir a história até o final, assim como faria em qualquer jogo de Fallout. Como habitante do Vault 76, seu trabalho é recuperar o mundo para os humanos e seguir seu superintendente na busca por silos nucleares. “O final do jogo é você procurando as bombas, tentando descobrir o que causou a carbonização”, afirmou o produtor chefe, Jeff Gardiner. “É parte do objetivo principal e o resto do mundo está poluído de missões paralelas. É definitivamente desafiador afastar as árvores de diálogo para nossa equipe de desenvolvimento. É a forma como fizeram jogos por muito tempo… Esses caras tiveram de pensar de forma realmente criativa para encontrar novas formas de contar a história e novas formas de prender os jogadores”.

4. Você pode jogar sozinho

Fallout76_2

O fato de o jogo ser multiplayer não te impede de jogar a história sozinho. “A história não é menos importante, apenas contada de uma forma diferente”, afirmou Pagliarulo. “Eu mesmo sou mais um jogador solo, mesmo em 76. Você aprende a história por fitas de robôs, notas, terminais de computador. A história realmente importante vem das holotapes, que te permitem ouvir a voz da pessoa contando a história… E eu gosto de absorver tudo isso, seguir a história principal… E então captar todas as pequenas histórias aqui e ali, de todas as diferentes pessoas”.

5. O jogo é uma carta de amor ao estado da Virgínia Ocidental (West Virginia)

Fallout 76 é um dos jogos mais exuberantes já produzidos pela Bethesda, e o trabalho em ambientação é incrível. “Com a Virgínia Ocidental, tudo encaixou”, afirmou o diretor de design, ao comentar a ambientação do jogo. “Tipo, podemos fazer uma prequel, nós já teremos todas essas diferentes áreas. Nós temos a guerra, os cenários, e é parecido com Washington, onde você tem a continuidade das coisas do Governo. Foi perfeito”.

Um ponto que vale o destaque é a recriação do Resort Greenbrier. Chamado de “White Springs” no jogo, o local é uma área fortificada cheia de robôs, scorchbeasts, yao gaui e ghouls. Os robôs não são hostis até que você os ataque e o local é claramente centro de uma missão importante posteriormente no jogo. Na vida real, o Greenbrier é situado acima de um massivo abrigo nuclear, construído em 1959 para abrigar os congressistas em caso de um ataque nuclear. Será possível a presença de outro Vault abaixo de White Springs? Será que o resto do governo do mundo está abrigado por lá?

6. O jogo possui uma roda de acesso rápido

Fallout76_3

Na verdade, o jogo possui duas rodas independentes e muito úteis para os jogadores: a primeira é a roda de acesso rápido, em que você pode armazenar os itens de cura ou armas; a segunda por sua vez é composta por emojis, para fins de comunicação com outros jogadores.

7. Comida e água são importantes

Além de cuidar de sua vida e do nível de exposição à radiação, você também deverá se preocupar com a frequência em que seu personagem se alimenta e hidrata. Quanto mais você luta, mais seu personagem se desgasta, então apesar de poder jogar solo, talvez seja bom para você se unir a um grupo, ou pelo menos estar aberto a fazer trocas de suprimentos com outros jogadores que venha a encontrar pelas estradas.

8. V.A.T.S. se tornou quase fácil demais

Fallout76_4

Diferentemente da pontaria em câmera lenta de Fallout 4, V.A.T.S. em 76 acontece em tempo real. Apesar de haver um receio sobre como isso vai funcionar durante o jogo, aparentemente o funcionamento ficou bem interessante, apesar de tirar um pouco a graça do combate. Um clique e você automaticamente dispara a arma com pontaria letal, o que nos faz pensar se isso será útil ou irritante durante o combate PVP.

9. Viagem rápida é uma salvadora de vidas

Se você se perder, pode imediatamente viajar para o local onde qualquer membro do seu grupo esteja, assim como ao Vault 76 ou mesmo ao seu acampamento. Mas é importante manter em mente que você não pode viajar se estiver sendo atacado.

10. Não há mascotes ou companheiros robôs… Ao menos até agora

E isso é um problema. Qual a graça de enfrentar um mundo pós-apocalíptico se você não pode viajar com um cachorrinho?

***

Fallout 76 será lançado no dia 14 de novembro de 2018.


Fonte: Nerdist

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).