Curiosidades e armaduras femininas da nova edição de Magic

Conspiracy 2

Conspiração e uma guerreira linda

A Wizards anunciou o lançamento de uma nova coleção divertidíssima de Magic: The Gathering para dia 26 de agosto de 2016 que tem chamado muita atenção. No dia 22 de fevereiro, a página oficial da empresa no Brasil fez o anúncio da nova coleção Conspirancy: The Reign of Brago com detalhes como quantidade de cartas, datas de lançamento, valor sugerido e línguas que serão adaptadas.

Primeiro anuncio na página oficial

Primeiro anuncio na página oficial

Contudo, no dia 23 de fevereiro foi informado que o Rei Brago não estará mais presente na coleção sem dar muitos detalhes. Se você não sabe, o Rei é o monarca que apareceu em todas as versões de Conspiracy até então, e sempre reinou. Assim, é uma grande mudança para os jogadores. E instigante.

O rei fantasma eterno morreu!

O rei fantasma eterno morreu!

Porém, logo em seguida (sim, no dia seguinte mesmo), a Wizard já divulgou o motivo do sumiço, e adivinhem só! O Rei fantasma eterno foi morto! E agora começa a rede de conspiração para lutar pelo trono. E ela inclui todos os jogadores. Inclusive, no site, fizeram questão de alterar o número total de cartas da coleção de 221 para 220.

Conspiracy é uma edição casual, ou seja, suas cartas podem ser usadas nos formatos Vintage, Legacy e Commander, e podem ser jogadas mesmo por quem não tem muita experiência. Ela foi planejada para que seis a oito jogadores montem seus baralhos na hora por um sistema de draft (abrem-se os boosters, os pacotinhos de cartas, tira-se uma das cartas e passa o restante para o próximo).  Após a escolha das cartas cada jogador monta seu baralho e dividem-se em dois mesões com três ou quatro jogadores e o ultimo que sobrar vivo ganha o jogo. Para mais informações sobre esse formato específico, leia aqui. Ou seja, a cada jogo teremos amigos que tentam virar realeza, e é muito comum criar alianças para matar os jogadores mais fortes. Mas essas alianças não são explícitas durante o jogo,  é uma conspiração de amigos… O que faz jus ao nome da coleção

Outra coisa que chamou atenção foi pela ilustração de um personagem:

A personagem lembra muito a Brienne de Tarth de Game of Thrones

A personagem me lembra muito a Brienne de Tarth de Game of Thrones

 

Notem a figura imponente da mulher em uma armadura, em que não são destacados atributos femininos de maneira exagerada como estamos acostumadas em certos games. Aproveitei essa imagem para dizer que o Magic procura não utilizar imagens sexistas e ainda ressalta quando pertinente que é um jogo para ambos os gêneros, por exemplo quando utiliza os pronomes “his or her” (ele ou ela) nos textos de suas cartas.

Um dos muitos exemplos que as cartas mostram os dois pronomes

Um dos muitos exemplos que as cartas mostram os dois pronomes

O simples fato de tomarem cuidado de fazer uma roupa ou forma físicas mais condizentes com o personagem torna o ambiente de jogo mais agradável. No Brasil, é um pouco mais complicado realizar essa adaptação por completo, já que não temos gênero neutro. Por exemplo, nos Estados Unidos, você pode dizer apenas President, enquanto aqui é Presidente ou Presidenta, o que já revela o gênero. Assim, na tradução nacional, o gênero usado é sempre o masculino. Assim:

Exemplar cavaleiro

Exemplar cavaleiro

Cavaleiro da Estrada dos Peregrinos

Cavaleiro da Estrada dos Peregrinos

Chefe do Gume

Chefe do Gume

Aspirante a nome de guerra

Aspirante a nome de guerra

 

O que você acha da tradução? Comente! 🙂 E também diga o que faria se virasse o Rei ou Rainha Fantasma.

Quem escreve? Lu Couto

Jogadora de Magic the Gathering desde 2000 e agora estou com um grupo de garotas estudando mais e mais para aumentarmos a representatividade nos torneios competitivos.