Criadores de “No Aranhaverso” falam sobre a importância de Miles Morales

miles morales

Miles não é Peter Parker. E esse fato bem simples é realmente essencial.

As diferenças que Miles traz – e o poder de representatividade – foram os pontos centrais da discussão em entrevista concedida pelos criadores e pelo elenco à Variety, por ocasião do lançamento do filme – que comentamos nesse post.

“Eu acho que por eles terem feito esse filme… e o transformado completamente em uma representação do mundo em que vivemos, e das famílias que moram nas nossas vizinhanças, isso é muito importante para algumas crianças, porque essa será sua primeira visão do Homem-Aranha”, afirmou Bryan Tyree Henry, interprete do pai de Miles, o policial Jefferson Davis.

Eles estão abrindo a imaginação das pessoas para deixá-las descobrir que tudo é possível.

spider-man-spider-verse-animated-film-1

O diretor, Bob Persichetti, seguiu a mesma linha ao afirmar que “Essa é uma versão do Homem-Aranha que representa como é viver no mundo ou na América em 2018”. Gwen Stacy também recebeu atenção quando Kristine Belson, presidente da Sony Pictures Animation enfatizou que seu lugar como uma heroína-aranha também tem esse papel para com as garotas assistindo ao filme.

Miles e seu mundo tem sido parte do universo de Homem-Aranha há algum tempo, mas é a primeira vez que ele chega às telonas. O que torna No Aranhaverso muito mais do que um ótimo filme de heróis. Ele é um filme importante.

Homem-Aranha: No Aranhaverso chega aos cinemas brasileiros em 20 de dezembro. Junto com ele vem um elenco extraordinário na dublagem, com Jake Jonhson (New Girl), Nicolas Cage, Lily Tomlin (Grace and Frankie), Shameik Moore, Hailee Steinfeld e Chris Pine.


Fonte: io9

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).