Cientista cria bebês geneticamente modificados ilegalmente

bebes-geneticamente-modificados-trabalho-china-ilegal

O trabalho do cientista He Jiankui foi considerado ilegal pelas autoridades chinesas.

Em novembro do ano passado, o geneticista chinês He Jiankui afirmou que desenvolveu os primeiros bebês geneticamente modificados do mundo em laboratório. O pai das gêmeas é portador de HIV e, utilizando a técnica Crispr (conheça mais sobre a técnica aqui!), os embriões se tornaram imunes ao vírus.

Apesar do trabalho revolucionário e de não haver proibição na China em relação à pesquisa em modificação genética de embriões, um grupo de mais de cem cientistas chineses se manifestaram negativamente ao cientista, alegando que este tipo de desenvolvimento causa impactos negativos na reputação da comunidade científica chinesa.

Ao que parece, a preocupação dos cientistas envolve ética e política, já que este tipo de modificação genética pode causar um movimento de busca pelo desenvolvimento de bebês com características físicas (e até mentais) específicas – e não pelo motivo original do desenvolvimento, que é a prevenção de doenças hereditárias. Além disso, também se teme que a modificação de genes específicos possa causar reações em cadeia em outros genes, algo que causaria resultados totalmente inesperados.

bebes-geneticamente-modificados-trabalho-china-ilegal

A Comissão Nacional de Saúde da China vai abrir uma investigação para apurar o caso e os procedimentos utilizados, já que o geneticista não publicou qualquer estudo que apontasse os métodos utilizados. Ainda, outros órgãos envolvidos consideraram o projeto antiético e afirmaram que entrarão com as punições cabíveis.


Fonte e imagem: Jovem Nerd

Quem escreve? Mindy (Yasmim Alvarez)

Cosplayer e graduanda em Direito. Amante de World of Warcraft, invencível no Super SmashBros, Batman-lover e fã de carteirinha da Princesa Zelda. Queria ser a toda-poderosa Sailor Moon, mas se contenta em ser apenas uma princesa da Disney nas horas vagas