Capitã Marvel pode ter nos apresentado sorrateiramente a primeira super-heroína negra do MCU

captain-marvel-monica-rambeau-1156409-1280x0

Atenção: o texto a seguir contém spoilers sobre o filme da Capitã Marvel!

O primeiro filme de super-heróis da Marvel protagonizado por uma mulher tem, além do maravilhoso desempenho de Brie Larson no papel de Carol Danvers, uma infinidade de personagens que roubam a cena. O adorável Goose, por exemplo, apesar de parecer apenas um gatinho, na verdade é um Flerken, criatura alienígena capaz de derrubar uma tropa inteira de Krees. Talos, o vilão que se tornou um aliado cheio de empatia (Ben Mendelsohn), que só quer encontrar um lar para seu povo, é outro personagem assim. A jovem e otimista versão de Nick Fury (Samuel L. Jackson) não pode ficar de fora desta lista. E claro, Maria Rambeau (Lashana Lynch), melhor amiga da protagonista, racional e feroz piloto de caça, mãe solteira e um baita exemplo de mulher forte que não se deixa abalar apesar de todos os problemas.

Mas ainda temos mais uma adorável personagem que roubou a cena, e que também pode ser a chave para o futuro do Universo Cinematográfico Marvel: a filha de Maria Rambeau, Monica.

Jesse Grant/Getty Images Entertainment/Getty Images

Jesse Grant/Getty Images Entertainment/Getty Images

Apesar de no filme a personagem ser apenas uma criança normal de 11 anos, esperta e confiante, suas ações demonstram que ela tem muita maturidade para sua idade, além de ter bastante inteligência tanto intelectual quanto emocional. Ela consegue colocar as necessidades dos outros acima das suas próprias, incentivando sua mãe a ir para o espaço com Carol, por perceber que os Skrull precisariam das duas, ainda que pudesse nunca mais ver a sua mãe caso a missão falhasse. Ela idolatra tanto Maria quanto Carol, e quer se unir à ação, ainda que saiba de todo o perigo. Ela sonha em voar pela Força Aérea e quer ser como Carol, com poderes ampliados pelo Tesseract e tudo mais. Mas é nos quadrinhos que o seu verdadeiro destino como super-heroína é revelado.

Marvel Studios

Marvel Studios

Monica Rambeau é na verdade outra versão da Capitã Marvel.

monica

E sua história de origem é bastante similar à jornada de Carol no filme: quando ela era uma tenente na patrulha costeira de Nova Orleans, tentou impedir a criação de uma perigosa arma, sendo exposta a uma energia “extradimensional” que lhe concedeu o poder de converter seu próprio corpo em energia. Assim, ela conquistou o título de Capitã Marvel, se tornando a primeira super-heroína negra a liderar os Vingadores. Após algum tempo, ela aposentou o nome “Capitã Marvel” em respeito ao legado de Mar-Vell e adotou os nomes Fóton, Pulsar e Espectro. E como ela não envelhece a partir daquele ponto, ela é essencialmente imortal.

Nos quadrinhos, Monica inclusive troca algumas farpas com Carol por causa do nome.

monica x carol

Vendo como Carol é na verdade a sétima pessoa a carregar o manto de Capitã Marvel nos quadrinhos (no Universo Cinematográfico Marvel ela é a primeira), não é tão difícil imaginar que ela não precisará ser a única Capitã Marvel no futuro do Universo Cinematográfico. Quando Brie Larson decidir pendurar o traje, ela já pode saber que sua sucessora está pronta e aguardando para abrir suas asas, disposta a seguir seus passos. Se a sucessora será a jovem Akira Akbar, intérprete de Monica Rambeau no primeiro filme ou não, é difícil prever.

ultimates

Mas assim como a Capitã Marvel é elemento chave na salvação do Universo Cinematográfico das mãos de Thanos, Monica pode ser a pessoa a seguir seus passos e salvar o universo da próxima ameaça cósmica que o futuro nos reserva. E após vê-la roubando a cena em Capitã Marvel, mal podemos esperar pra saber se ela seguirá o destino que os quadrinhos reservaram para ela.


Fonte: Refinery29

Quem escreve? Liao

Débora é musicista, pesquisadora e otaku (não fedida, prometo). 1/3 gamer, 100% sonserina. A alcunha de Liao veio de um site aleatório de geração de nomes japoneses (Liao é chinês, mas tudo bem).