Aventure-se com Ptolus – “O mais luxuoso RPG já publicado”

ptolus destaque

Conheça o fantástico role playing game do mesmo criador de Numenera e The Strange

Você já leu aqui no Garotas Geeks os posts sobre os role playing games Numenera e The Strange criados por Monte Cook. Mas antes de lançar estes fabulosos RPGs com o sistema de regras Cypher, o premiado game designer norte-americano desenvolveu este luxuoso cenário de campanha para o sistema D20. Ptolus publicado pela Malhavoc Press em 10 de agosto de 2006. O jogo conquistou o ENnie Award de 2007 na categoria Produto do Ano.

ptolus capa

Este RPG é baseado num cenário próprio criado por Monte Cook para Dungeons & Dragons 3a edição, enquanto o game designer ainda trabalhava para a Wizard Of The Coast. Ptolus também é o nome da principal cidade do cenário, localizada no Mar de Whitewind, nas bordas do desintegrado Império de Tarsis. A cidade fica na sombra de uma torre impossivelmente alta e estreita. Sob a cidade existem muitas dungeons, incluindo os esgotos da cidade e uma cidade anã esquecida chamada Dwarvenhearth.

Monte-Cook-Ptolus

O livro, considerado por Monte Cook o “mais luxuoso RPG já publicado” tem 672 páginas coloridas (o pdf que comprei no veio com 808 páginas: vários mapas e o Guia de Jogadores para Ptolus . O livrão é realmente muito bonito, ricamente ilustrado e a diagramação facilita bastante a utilização, por parte dos jogadores e do mestre. Dá pra perceber que a ideia que surgiu aqui foi aprimorada e apresentada de forma ainda mais elegante, e objetiva, em Numenera e The Strange.

Os primeiros 1000 exemplares de Ptolus, adquiridos em pré-venda, eram numerados e autografados por Monte Cook e contavam ainda com uma cópia impressa de The Night of Dissolution, que ainda não estava disponível para a venda e também cinco cópias do Guia dos Jogadores para Ptolus. Um super combo, não é mesmo?

Ptolus Ficha

O Guia para Jogadores de Ptolus consiste no conteúdo do capítulo 1 de Ptolus, que foi disponibilizado para venda separadamente vários vezes antes do Ptolus completo e podia ser adquirido individualmente ou em pacotes com cinco exemplares. Quem comprava o RPG na pré-venda, além de receber as cinco cópias do Guia dos Jogadores, também recebiam o Guia em formato PDF no CD que acompanhava Ptolus e o material ainda estava disponível para download. (É, o Monte Cook realmente caprichou neste negócio…)

O conteúdo do Guia dos Jogadores de Ptolus foi elaborado para representar o conhecimento comum disponível sobre a cidade para visitantes e moradores. A intenção neste RPG é que cada jogador de Ptolus tenha acesso a uma cópia deste livro.

ptolus-drow

O Cenário

O mundo onde Ptolus está ambientado é chamado Praemal. Cerca de 80% da superfície é coberta de água e o mundo atualmente está na Era do Gelo. O planeta tem duas luas visíveis. Dizem que existia uma terceira, que desapareceu há muitas eras.

ptolus-mapa

A tecnologia de Ptolus é um pouco melhor do que aquelas que normalmente encontramos em outros cenários de fantasia. Armas de fogo e objetos mecânicos à corda são bem comuns. Além disso, há a chaositech, que é uma mistura de itens mágicos e dispositivos vestíveis ciberpunks. Estes são considerados uma abominação no mundo, embora algumas pessoas considerem que estes itens tenham grande potencial. Há quem venderia sua própria alma por itens como estes. Como o próprio nome diz, esta tecnologia tem origem a partir de caos. Alguns dos maiores especialistas em chaositech são os drow .

Raças

Ptolus-raças

 

A população de Praemal é formada pelas racas básicas de D&D (Anões, Elfos, Humanos, Halflings e Gnomos), mas há também novas raças e ainda mistura das raças originais. Um exemplo são os centauros e os minotauros, considerados criaturas selvagens nos outros cenários, e que são seres civilizados em Ptolus. Mas uma das principais alterações é que em Ptolus, os elfos precisam dormir, e consequentemente, não são imunes a magias de sono e seus efeitos.

Apesar dos elfos sombrios existirem em Praemal, há outros tipos e misturas de elfos. Os elfos harrow, são terrivelmente deformados e considerados cidadãos de segunda classe em Ptolus. Os elfos harrow são parecidos com os orcs da trilogia Senhor dos Anéis, elfos que foram corrompidos por um poderoso vilão. São uma raça de tendência maligna e habilidades mágicas.

Ptolus-elfos

Os Elfos Querubins – elfos alados com ossos finos e pele pálida, são mais frágeis, porém, mais ágeis. Geralmente, vivem nas montanhas e não costumam interferir na vida dos outros mortais. Há ainda os Litorianos – são leões humanoides, que tem um forte senso de honra e extraordinárias habilidades físicas e sentidos apurados (semelhantes aos Trolls de Changelling).

Descrevendo o livrão

A primeira parte de Ptolus funciona como um guia. Dá uma visão geral básica do mundo, da cidade e seus arredores , conhecimento suficiente para um jogador inicial, mas sem muitos detalhes dos mistérios ou segredos deste cenário (No spoilers, Sweet…). Contém mapas da cidade, informações sobre o meio ambiente assim como de todo o império. E ainda a ficha de personagem e um guia para Delver’s Square, a região de Ptolus onde se concentram os aventureiros. Uma ótima referência para ser consultada ao longo do jogo.

A segunda parte, o livro apresenta o background deste RPG, com informações sobre o mundo – as luas e as estrelas, o império, as línguas conhecidas, entre outras coisas. São detalhadas as raças jogáveis e disponíveis para serem usadas como NPCs e a relação entre elas. Aqui conhecemos também as cosmologias e as religiões, incluindo os novos deuses e cultos. E ainda a história do mundo e as organizações que comandam, ou tem alguma forma de influência, ou poder, em Ptolus.

ptolus4

A terceira parte do livro é um guia da cidade, com informações sobre cada um dos distritos: as Docas, o distrito das Guildas, Midtown, a Necrópole, Nobles’ Quarter, o Mercado do Norte, a Cidade Velha, o distrito de Rivergate, o Mercado do Sul, o distrito do Tempo e Warrens. Aqui encontramos descrições detalhadas sobre as construções, personagens importantes e as localidades.

ptolus

Na quarta parte, descobrimos o que há sob a cidade: a Undercity, os esgotos, as cavernas e as ruínas da cidade anã Dwarvenhearth. O subterrâneo é vasto, com muitos locais para pilhar e destruir. Temos aqui uma visão geral sobre estas áreas, o que pode se encontrado e ainda detalhes sobre algumas localidades.

A quinta parte do livro, trata dos mistérios e segredos das duas fortalezas do mal que estão localizados na torre que paira sobre a cidade: Goth Gulgamel e Jabel Shammar.

ptolus2

Vivendo em Ptolus é o nome da sexta parte do livro (calma, tá quase). Esta seção traz um excelente panorama sobre como é ser um morador desta fantástica cidade, tanto como um cidadão normal, quanto como um aventureiro. A breve, porém maravilhosa de descrição da vida em Ptolus oferece para os jogadores ideia de como eles irão se sentir durante a aventura. Aqui, encontramos informações sobre as leis que regem Ptolus, sua tecnologia e a chaositech.

Agora sim! Como jogar com Ptolus! A sétima parte do livro traz dicas de como criar uma aventura urbana, com foco no grande acesso aos diversos tipos de recursos disponíveis – mágicos ou tecnológicos. Nesta parte o Mestre de Jogo encontrará quatro aventuras prontas, além da descrição de monstros, magias e itens mágicos e classes de prestígio. Tanto os jogadores que preferem vasculhar dungeons, quanto aqueles que gostam mais de crime e intriga, e até mesmo quem busca aventuras épicas para salvar o mundo. Em Ptolus tem diversão garantida para todo tipo de rpgista.

ptolus3

Para quem ficar perdido em Ptolus com todas estas informações, o livro traz ainda um enorme glossário, dividido por locais e NPCs. Para facilitar a vida do Mestre, o livro também tem uma indicação de ‘amigos’ e ‘inimigos’ que podem ser usados de acordo com o nível dos personagens.

Ficou interessado e quer se aventurar por este incrível RPG criado por Monte Cook? No DriveThru RPG você vai encontrar, além do livro ‘básico’, mais três dezenas de materiais complementares, como as aventuras The Night of Dissolution, Queen of Lies, The Banewarrens e os suplementos Ptolus: The World of Praemal, Ptolus: Organizations, Ptolus: Districts of the City Vol. 1 e 2, entre várias outras coisas. Quer uma amostra? O Guia dos Jogadores para Ptolus está disponível de graça.

Quem escreve? Luciana

Jornalista, Relações Públicas, Especialista em Gestão da Comunicação e Mestra em Análise do Discurso. Rpgista de longa data, trekker (Vida longa e próspera!) e whovian (Allons-y!)... Gosto da natureza, de literatura, HQs, cinema, séries de TV, rpg, board games, de música boa (rock and roll) e de nerdices em geral! Adoro preparar quitutes e receber os amigos. Insisto em ser feliz e sou altamente convivível! E amo o Leo - o maridão e personal-particular-chef!!!