América Chavez vai arrasar em HQ solo, e fazer tributo à Beyoncé!

marvel-comics-america

Capa da segunda edição da revista fará um tributo à música bapho da Beyoncé, Formation

Miss América Chavez, uma adolescente super-poderosa, lésbica, latina e filha de duas mãe, vai ganhar revista solo, escrita por Gabby Rivera, que estreará em março deste ano nos EUA. Já dá para entender o tom do novo quadrinho com esta capa, desenhada por Joe Quinone:

america formation

Nela, usando um top com as cores da bandeira americana, além do colar de águia, outro símbolo patriótico, América faz referência à Beyoncé, no clipe Formation. E ao seu lado, dando maior apoio, tem a Capitã Marvel, Carol Danvers e Espectro, Monica Rambeau, que já faziam parte de uma equipe junto com ela nas histórias dos Ultimates.

beyonce formation

Sabemos que o conteúdo será voltado para garotas jovens, uma vez que as HQs mostrarão a América tendo de lidar com essa vida difícil de super-heroína, mais escola, mais família, mais amigos e vida social (ufa, bota cansaço nisso). E não tô sendo irônica! A gente bem sabe como essa fase é complicada e trabalhosa. Imagine se tiver que salvar o mundo de ataques alienígenas? Kamala quem o diga…

kamala ms marve

Se você não á conhece, segue uma breve descrição de América Chavez: a heroína surgiu em 2011 e sempre figurou nos títulos Jovens Vingadores e na linha Ultimate. Ela é super forte e veloz, e tem um soco capaz de atravessar as dimensões do espaço/tempo, e não leva desaforo pra casa (como era maravilhoso ver as discussões dela com teen Loki! Se não leu, saiba que vale a pena).

america loki

Já estou aguardando ansiosamente esta estreia e me arrepiei toda com essa capa!

Okay, ladies, now let’s get in formation

beyonce formation

 

Quem escreve? Belle Felix

Belle Felix, ou Lilo para os íntimos, não sabe dançar a hula, mas veste sua roupa de coelho e tenta sempre fazer seu melhor! Tradutora do material da editora Valiant no Brasil, resenhista no Universo HQ e tem um site e canal no YouTube, o Plano Infalível. E, sim, pretende dominar o mundo.