Acompanhe uma incrível jornada de autodescobrimento na HQ Terapia

Terapia imagem-destacada

Belíssima graphic novel embalada por clássicos do blues <3 !

Todo mundo já passou por uma fase na vida em que se sentiu vazio, deslocado, sozinho, com uma tristeza meio inexplicável. Por isso, é tão fácil se identificar com o protagonista da graphic novel “Terapia – Volume 1”.Terapia HQ Capa

Lançada no Festival Internacional de Quadrinhos (FIQ) de 2013, a HQ tem roteiro de Rob Gordon e Marina Kurcis e arte e cores de Mario Cau. Originalmente criada em 2011 como uma webcomic do site Petisco, “Terapia” ganhou sua versão impressa por meio de financiamento coletivo no Catarse. A publicação traz os sete primeiros capítulos da webcomic, que atualmente está no capítulo 10. E ainda conteúdo extra, com comentários da equipe, esboços e trechos do roteiro.

A proposta da graphic novel pode parecer simples: um rapaz que, mesmo tendo uma vida normal, não se sente feliz. Por não conseguir identificar a razão de sua angústia, ele se afoga em um infinito de questões. Para sair deste turbilhão e encontrar respostas, o personagem começa a fazer terapia. Começa aí uma jornada, embalada por velhas canções de blues, em busca compreensão sobre o mundo e de si próprio.HQ-Terapia-rapaz

Na minha opinião, para desfrutar plenamente de tudo que “Terapia” traz, é preciso ler a HQ pelo menos três vezes. Na primeira leitura, você acompanha os questionamentos, os dilemas e as angústias do rapaz e vai se descobrindo, junto com ele, nas sessões de terapia. E é impossível não se identificar com esse personagem sem nome. Ele poderia ser qualquer um de nós. Por isso, o roteiro de Rob e Marina é tão bom. Porque as dúvidas, os sentimentos vividos por este rapaz são comuns, possíveis, reais. São questões de quem procura entender seu lugar na vida e no mundo. Como todos nós. Mas cuidado! Essa primeira leitura de “Terapia” pode ser ao mesmo tempo saborosa e dolorosa. Vai depender de como você está se sentindo, de como as coisas podem estar encaixadas ou remexidas aí no seu interior.

A segunda leitura da graphic novel deve ser muito atenta à fantástica arte de Mario Cau. O quadrinhista aproveita todas as possibilidades que uma viagem pelas emoções podem proporcionar. Nas páginas de “Terapia” ele utiliza variadas técnicas, texturas e cores para expressar o estado emocional do rapaz, seus sonhos, pesadelos e ainda os flashbacks e até mesmo a trilha sonora que embala a narrativa. A criativa e elaborada escolha de enquadramentos e layouts da HQ nos transportam para dentro da história. E tem ainda a inúmera quantidade de referências a vários quadrinhos clássicos como “Little Nemo”, “O Corto Maltese”, “Watchmen“, “Tim Tim”, entre outros, e ainda artistas como Will Eisner, Jack Kirby, Frank Miller e Maurício de Sousa, só para citar alguns. Toda esta experimentação não esconde o estilo marcante do traço de Mario Cau, que vocês também já viram em “Pão e Rosas” (você conferiu nosso post, né?).terapia1-blues

A terceira leitura demanda pesquisa ou experiência prévia para conseguir entender e acompanhar as referências de blues que costuram toda a narrativa. Vale à pena fazer uma pesquisa musical e conhecer “A Santíssima Trindade do Blues”: Muddy Waters, Robert Johnson e John Lee Hooker. Você vai perceber como “Terapia” fica ainda mais rica de significados e emoções. Para ajudar a vida da gente, ou autores montaram uma playlist com as canções de um CD que o rapaz ganha de presente.

O roteiro da graphic novel também merece destaque. O texto tem diálogos extremamente bem elaborados. As palavras do rapaz soam como reais, como saídas de um coração apertado de angústia. Além disso, há ainda os vários pontos de virada que nos surpreendem. Se a gente começa a ler esperando encontrar a jornada interior do rapaz, de repente se vê envolvido pela história dos demais personagens: o terapeuta, a avó e os pais do rapaz… Ou nos diversos flashbacks da narrativa.

terapia-bluesO blues tem dupla função na narrativa de “Terapia”. É ao mesmo tempo um válvula de escape das angústias e dúvidas do protagonista e também fonte de forte carga emocional, pois as letras desse estilo musical geralmente tratam de solidão, perda, desilusão.

“Terapia” ganhou o Troféu HQ Mix de Melhor Web Quadrinho de 2012, foi indicada novamente ao troféu HQMIX 2013 – Melhor Web Quadrinho e ganhou de novo em 2014. A graphic novel tem prefácios de Paulo Gazela, músico de blues de Campinas e da psicóloga e professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie (São Paulo) Ana Lucia Pandini. O posfácio é do quadrinhista norte-americano David Mack, criador da série Kabuki (Image/Marvel).

Rob, Marina e MarioAutores

Marina Kurcis – É formada em Gastronomia pela Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP. Atualmente, é estudante de Psicologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Rob Gordon – Formado em publicidade, trabalhou a maior parte da carreira como jornalista. Há alguns anos é cronista e escritor, mas sem nunca abandonar o jornalismo ou a publicidade. É autor dos blogs Championship Vinyl e Championship Chronicles . Lançou, em 2010, o livro “Anônimos e Urbanos” (coletânea reunindo textos inéditos e outros publicados no Championship Chronicles).

Mario Cau – Formado em Artes Visuais, quadrinista e ilustrador. é professor da Pandora Escola de Arte em Campinas/SP. É membro do coletivo independente Quarto Mundo, participou de várias revistas e antologias, no Brasil e no exterior, como “Nanquim Descartável”, “Café Espacial”, “Quadrinhópole”, “Contos da Madrugada”, “Machado”, “Short Stack”, “Heavy Metal”, “Negative Burn”, “Layer Zero”, entre outros. Produziu a HQ autoral “Pieces”, que foi indicada ao Troféu HQ Mix em 2010 e 2011, na categoria Publicação Independente de Autor e o autor na categoria Desenhista Revelação. Integrou o time da MSP+50, livro em homenagem aos 50 anos de carreira de Maurício de Sousa. Publicou pela Balão Editorial a edição especial “NÓS – Dream Sequence Revisited”, um misto de HQ, relato de produção da obra e uma animação em ‘motion comic’. Mario Cau conquistou com a adaptação de Dom Casmurro o 2º lugar na Ilustração e o 3º lugar, na categoria Didático e Paradidático (com Felipe Greco), no Prêmio Jabuti 2013. Também pela adaptação da obra de Machado de Assis, ganhou com Felipe Greco o Troféu HQ Mix 2013 de Melhor Adaptação para Quadrinhos. E recebeu o Troféu Angelo Agostini de 2014 como Melhor Desenhista.

terapia02A webcomic Terapia é atualizada toda quarta-feira. Você pode ler o que já foi publicado no Petisco Webcomics. A graphic novel Terapia – Volume 1 foi publicada em novembro de 2013 pela editora Novo Século. A HQ tem 144 páginas e pode ser adquirida por R$25,90 no Submarino.

“Terapia” é um trabalho muito bonito, bem feito e emocionante que vale a pena ser lido. Você vai se identificar e se emocionar nesta jornada do protagonista em busca do autoconhecimento.

Quem escreve? Luciana

Jornalista, Relações Públicas, Especialista em Gestão da Comunicação e Mestra em Análise do Discurso. Rpgista de longa data, trekker (Vida longa e próspera!) e whovian (Allons-y!)... Gosto da natureza, de literatura, HQs, cinema, séries de TV, rpg, board games, de música boa (rock and roll) e de nerdices em geral! Adoro preparar quitutes e receber os amigos. Insisto em ser feliz e sou altamente convivível! E amo o Leo - o maridão e personal-particular-chef!!!