Se você curte ação, aventura e tesouros perdidos essa é sua série!

A série de TV Black Sails, transmitida pelo canal Starz (mesmo canal que transmite as maravilhosas séries Spartacus e Outlander) atualmente está em sua terceira temporada e caminhando para a quarta e infelizmente última.
Criada por Jon Steinberg e Robert Levine, a série combina fantasia e aventura com toques de histórias reais. Sim! Há personagens na trama que realmente existiram. Alguns fiéis ao papel, outros nem tanto, mas mesmo assim, todos são muito cativantes. Em Black Sails, podemos ver os famosos Barba Negra, Anne Bonny (diva dos mares), Calico Jack e Charles Vane.

black-sails-2
A trama de Black Sails se passa em meados do século XVIII, 20 anos antes de A Ilha do Tesouro, um clássico dos livros de piratas escrito por Robert Louis Stevenson, em 1883 que conta a história do Capitão Flint e do pequeno Jim Hawkins em busca de um tesouro perdido. A série conta a história do Capitão Flint e seu contramestre John Silver em busca do tesouro do galeão espanhol Urca de Lima.

Hoje eu vim aqui mostrar para vocês 6 razões para assistir essa série que eu tanto admiro (se você ainda não se convenceu):

1º Dérie no estilo pirataria!

Yo Ho! Yo Ho! E uma garrafa de rum!
Esse enredo pode ser considerado um pouco escasso no cardápio Netflix hoje em dia, certo?
Para os amantes das histórias de pirataria que envolvem homens sujos mau caráteres e barbudos sexys, sangue, suor e cenas de sexo… essa série é recheada de conteúdo para satisfazer esse seu lado contrabandista.
A série ainda conta com personagens que realmente existiram na história da pirataria como Charles Vane, Calico Jack e Anne Bonny.

2º A produção motherfucking e a fotografia

Desde a temporada 2, na qual eles realmente encontraram o enredo perfeito para te prender na frente da TV, assistir Black Sails é como assistir a um filme de duas horas em um canal premium. Em um dos episódios, chamado Storm, eles navegam através de uma tempestade. Os produtores da série trouxeram motores a jato para criar ventos acima de 80 km/h, construíram um navio que se inclina a 30 graus e depois jogaram muita água em cima de tudo isso. O resultado? Você pode ver no vídeo abaixo:

3º O elenco

Toby Stephens (007: Um Novo Dia Para Morrer) interpreta o Capitão Flint, um dos mais temidos piratas em Nassau juntamente com Luke Arnold como John Silver, além de Charles Vane (interpretado por Zach McGowan).

black-sails-5
Mas vamos focar aqui nos personagens femininos. Na primeira temporada, você pode até pensar “poxa, como as mulheres são retratadas como sexo frágil, servem somente para prostituição e blábláblá”. Ok! também pensei isso quando assisti a primeira temporada repleta de cenas de sexo e inferiorização do gênero, porém, na segunda temporada podemos ver a força feminina em ascensão (parece que o jogo virou, não é mesmo?).

Eleanor Guthrie (interpretada por Hannah New, de Malévola) é quem que controla TODO o porto de Nassau e passa por cima de tudo e todos para conseguir o que quer (não importando se ele é o mais violento pirata, Capitão Vane). Temos também a rainha Anne Bonny (Clara Paget de Velozes e Furiosos 6), uma pirata do sexo feminino que realmente existiu e que mostra para todos os machões o quão ~fodona ela pode ser e que mulher não é um sexo frágil. Além disso, a atuação de Jessica Parker Kennedy como a prostituta Max merece muitos prêmios. No começo da trama ela é inferiorizada, feita de refém, estuprada,… mas aí ela dá a volta por cima, coloca todo mundo no seu devido lugar e consegue uma posição de destaque na trama.

black-sails-6

4º Barbas

Você não pode ter uma série sobre piratas sem ter barbas incríveis na história, né?
Toby Schmitz, que interpreta Jack Rackham (baseado no famoso pirata Calico Jack), trouxe em todos os episódios sua representação semelhante ao pavão da pirataria que só quer ser lembrado, mas não consegue realmente ter ninguém do seu lado. Sua barba muda a cada episódio, às vezes dentro até de um mesmo episódio.

Black Sails 2 2015

Se você gosta dos barbudos essa série é para você. E se você e prefere um rostinho mais liso do tipo bumbum de bebê, temos também Billy Bones para alegrar as telespectadoras.

5º Diversidade

Nos dias de hoje, sabemos que a diversidade conta bastante pontos positivos, certo?
Em Black Sails temos isso de monte. Homens, mulheres, brancos, negros, héteros, homossexuais, bissexuais,… a série retrata tudo isso de uma forma digna e convincente. Pensando em Hollywood, vemos praticamente todas as histórias interessantes serem retratadas por um homem branco. A série representa mais diversidade do que o que estamos acostumados, personagens que vivem a vida em seus próprios termos e não têm medo de defendê-los.

black-sails-7

6º Barba Negra

Ray Stevenson se juntou ao elenco de Black Sails como Edward Teach ou como nós o conhecemos, o lendário Barba Negra! O verdadeiro e real Barba Negra – também incluído na saga de Piratas do Caribe – foi um dos mais bem sucedidos piratas da história caribenha, apesar que muitos historiadores afirmam que sua crueldade não era um traço de sua personalidade calculista e estrategista, o cinema e os livros imortalizaram Barba Negra como um dos mais perigosos e maléficos piratas de todos os tempos. Em suas primeiras aparições em Black Sails, Ray Stevenson tem retratado-o como um sábio, indo para várias linhas do que só pode ser comparado à poesia pirata. Muitos podem não concordar com essa retratação do personagem, mas tem sido engraçado vê-lo como completamente o oposto do que a história o fez ser.

black-sails-4

E aí? Consegui convencer você a assistir a série ou não? Atualmente estão disponíveis na Netflix as duas primeiras temporadas da série.

A quarta temporada (e última) tem previsão para estrear dia 29 de janeiro de 2017 no canal Starz.

Compartilhe: