5 Motivos ótimos para jogar INSIDE!

destacada

Damos o nosso parecer sobre o último lançamento da Playdead!

Inside é uma game de plataforma, desenvolvido pela Playdead para PC e Xbox One. Com excelentes avaliações da crítica, o jogo é um convite aberto a todos os que amaram Limbo, e mais um grande exemplo de que os games indies se estabeleceram definitivamente na indústria moderna dos jogos digitais, e não tem deixado a desejar. Então aqui vão, cinco ótimos motivos para se aventurar no universo deste indie sensacional.

1 – Sombrio como o antecessor

Ainda comparando Limbo e Inside, o segundo não perdeu em nada o lado sombrio de seu antecessor, e é muito provável que tenha se tornado ainda mais obscuro. Por ser menos caricato que Limbo, assimilamos com mais facilidade o universo de Inside ao mundo real. O objetivo parece bastante simples, um garoto atravessa sozinho uma aglomeração industrial mergulhada na escuridão. A única certeza é que coisas bizarras e terríveis vão acontecer diante dos seus olhos.

304430_20160714174024_1

2 – Quebra-cabeças bem estruturados

Admito, os quebra cabeças não são difíceis, ou melhor, não são impossíveis. Esse não parece ser o objetivo de Inside, como é o caso de outros jogo com todo o seu foco voltado para os puzzles. Apesar disso, os desafios não deixam de ser dinâmicos e criativos, e algumas vezes arrepiantes…

304430_20160714150550_1

3 – “Eye Candy”

Inside é um jogo bonito. O contraste entre escuro e claro, colorido e monocromático, acrescenta uma beleza peculiar ao jogo. A relação entre luz e sombra não só serve para guiar o jogador a lugares importantes, como também para transformar o cenário em um segredo. Nem todos os jogos precisam ser coloridos e felizes para serem bonitos!

304430_20160714144846_1

4 – Silêncio

Desde que os diálogos verbais passaram a ser introduzidos em games, é normal que os desenvolvedores optem por acrescentá-los nos jogos para auxiliar a narrativa. Não é o caso de Inside. Em momento algum existe diálogo, ou falas. Nada. E não é necessário do começo ao fim. Essa ausência de comunicação evindecia a sensação de solidão vivenciada pelo jogador, que é com certeza um dos pontos principais do game.

304430_20160714175957_1

5 – Crítica Social

Inside é com certeza absoluta uma crítica social, aberta a diversas interpretações. Como é comum observar em jogos silenciosos, não recebemos informação alguma sobre o que está acontecendo, sobre quem são aquelas pessoas com quem interagimos, ou quem somos nós mesmos no universo do jogo, de tal forma o jogador tem autonomia suficiente para tirar suas próprias conclusões e encotrar respostas únicas e pessoais para sua experiência com a narrativa, o que é provavelmente uma mas maiores qualidades e belezas de Inside.

304430_20160723183130_1

Finalmente, Inside talvez seja desaconselhado para quem não gosta de jogos com um tom melancólico, e de curta duração, pois como acontece com diversas produções indies, ele não é longo. Caso isso não seja um problema, então com certeza, Inside vale cada centavo gasto.

tumblr_n6y4ojtAcT1qav3uso1_500

Quem escreve? Jaque

Estudante de design e ilustração, é levemente viciada em café e possui residência fixa no reino de Hyrule. Amante de ficção fantástica e MMORPG, vez e outra se encontra escrevendo parágrafos aleatórios na esperança de que algum dia tudo faça sentido, tenha capa ilustrada e complete uma trilogia sobre elfos, anões e dragões.