Hater app: uma rede social pra quem odeia tudo

hater

Você é uma daquelas pessoas que sempre quis um botão “dislike” no Facebook?
Então, esse post é pra você.

Seus desejos foram atendidos! Ou quase isso.
O aplicativo feito especialmente pra você se chama “Hater”, foi criado por Jake Banks e tem como objetivo “compartilhar o que você odeia com quem você ama”.
MAS QUE POR$%A É ESSA?
O slogan do app é “express yourself and share what you hate”.
A ideia é simples: uma rede social para compartilhar tudo o que você odeia com os seus amigos.
Mas, calma. De acordo com o criador do app, ele não foi feito para ser negativo. “Você pode deixar um feedback para quem postou algo que você não gostou com a intenção de fazer uma crítica construtiva”, explica Banks.
AHAM, SENTA LÁ, BANKS.
O app é como um Instagram de tudo o que as pessoas mais odeiam na vida. Duck Face? Trânsito? Fila de espera? Ressaca? Aquela vagabunda que não para de floodar o Facebook? Pronto: agora você tem um lugar destinado a reclamar de tudo isso sem ninguém pra te julgar.

hater3

De acordo com a descrição do app, ele oferece várias funções. Olha só:

• Siga os amigos e recebe os “hates” deles em sua timeline.
• Tire uma foto com a sua câmera ~Hater~, adicione um filtro, escreva um comentário e compartilhe o que você odeia!
• Explore as fotos mais odiadas.
• Compartilhe fotos utilizando um user anônimo.
• Compartilhamento imediato para o Facebook e Twitter.
• Geolocalização e Hashtag para marcar o que você odeia.
• E muito, muito mais.

hater2Bizarro, né?
Basicamente, o “Hater” é o Instagram da reclamação, com filtro vintage, claro. LOL
Se você é daquele tipo que adora reclamar da vida no Facebook/Twitter, dá uma olhada nesse aplicativo. Talvez seja um bom lugar pra reclamar da vida com pessoas que também adoram reclamar da vida.
O app é free e está disponível para iPhone e iPad.
Ou se você conhece amiguinhos que só reclamam na timeline, envia o link desse post e dá a dica do “Hater” pra eles. Ou, se preferir, manda eles virem lavar a minha pia cheia de louça aqui em casa e parar de frescura.
Por uma internet com menos reclamação e mais conteúdo, pfv.

Quem escreve? Tammy

Jornalista, pedreira, uma das fundadoras do Garotas Geeks e desbravadora de indie games. Muda a cor do cabelo 1 vez por mês, é a encarnação humana do Snorlax e faz cospobre de Pikachu nas horas vagas.