Pirinerds: uma espécie em evolução

Pirinerds: As "caça-marido" do século XXI.

Acho que todo mundo já está careca de saber que o “ser geek/nerd” adquiriu diversas características positivas depois da explosão “.com” dos anos 90, quando a tecnologia ganhou status de poder e dinheiro.
E com a popularização do nerd lifestyle (e dos gênios da computação ganhando dinheiro) nos últimos anos, muitas espécies começaram a surgir neste habitat selvagem da internet. E uma delas vem crescendo e se reproduzindo rapidamente em todas as redes sociais: do Twitter ao Facebook, do WordPress ao Tumblr, do norte ao sul do http. São as PIRINERDS, a nova espécie de caça-marido que vem surgindo na internet.
Conheça os costumes, métodos de acasalamento e as diferentes espécies das “Pirinerds” em uma viagem pelo habitat do mundo geek. Hoje, aqui no Globo Repórter Garotas Geeks. *roda vinheta*

SOOOOOOOO GEEK!

Uso óculos de aro grosso e isso faz de mim MUITO nerd.
Não, não faz, amiga. Nerd tr00 sabe que não precisa gritar aos quatro ventos O QUANTO ELE É NERD. Ele só é nerd e pronto. É como gostar de um tipo de comida: Você não fica gritando por aí o quanto adora arroz, feijão e batata frita.
E vocês sabem do que eu tô falando: até parece que essa gatinha peituda de óculos de aro grosso no avatar do Twitter sabe o quanto é ruim sofrer bullying durante os anos da escola só porque todo mundo te achava um CDF esquisitão. Tenho certeza que as coisas foram bem mais fáceis pra ela.
As Pirinerds são as “marias-gasolinas” do século XXI, e estão aí loucas para conseguir dar um fatality em um nerd/gamer/geek. Por isso, meu amigo, nós vamos desbravar esse habitat selvagem e vamos mostrar todas as espécies de Pirinerds que estão ativas no mercado.
Depois não vá dizer que nós não avisamos. (não era amor, era CILADA! já dizia o Molejo LOL)

Olha a carinha de geek dela. #not

Espécies:
Maria-mouse: A pioneira das Pirinerds. Essa é aquela “sua amiga” que só te liga quando o computador dela dá problema ou quando ela precisa que você instale algum programa no PC dela, e só você ÓH GURU DA INFORMÁTICA pode ajudá-la. Essa espécie é a mais antiga e também a mais inofensiva, normalmente só aparece em algumas épocas do ano.

Maria-Star-Wars-Trek-Whatever: Essa adora Star Wars, Star Trek ou qualquer outra série/filme de ficção científica que tenha feito sucesso e esteja ~na moda~. É fácil reconhecê-la: a maioria usa camiseta do Darth Vader “customizada” com um decotão ou faz cosplay feminino de Spock safadinho.

Maria-Social-Media: Essa só pega caras com mais de 10 mil seguidores no Twitter. Aqui o que importa é popularidade, blog famoso e destaque na ~alta xoxalmedia~.
Se você for um anônimo na internet, esqueça suas chances com essa espécie.

Maria-Comic-Con: Essa espécie é uma das mais perigosas porque é uma das mais atraentes. É comum encontrá-las batendo cartão em eventos de cosplays com alguma fantasia BEM HOT e com muitos nerds babando ao seu redor. Normalmente elas não sabem muito bem sobre a história do personagem que estão fazendo cosplay, mas isso não é muito cobrado, pois afinal, ela tem peitos.

Maria-wanna-be-a-sexy-character: Nessa última espécie se encaixam todas aquelas meninas que usam camiseta/avatar/username de personagens femininos SENSUAIS, mas não sabem o MÍNIMO da história sobre elas. Apenas se identificam porque elas são, hm, bonitas.

Maria-Gamer: OMG, SHE’S SUCH A GAM3333333RRRRR! Esse tipo adora dizer o QUANTO ADORA passar horas e horas jogando na frente do PC ou da televisão. É no Twitter, no Facebook, no Steam, em todos os lugares ela posta falando COMO ELA AMA jogar tal game.
Essa espécie é TÃO gamer que tira até foto pelada com o controle de Xbox para mostrar como ela é feminina jogando, só que ao contrário.

É que jogar videogame dá calor, né gente?

Basicamente estas são as principais espécies de Pirinerds que você pode encontrar por aí.
Mas os meninos devem estar pensando: THANKS GOD! Eu é que não vou reclamar de encontrar uma dessas pra mim!
Bem, você pode até ter razão em ficar feliz com a sua “Pirinerd”, mas saiba que ela pode te trocar por um processador mais rápido, um Twitter com mais seguidores ou um videogame mais novo.
E pra ser uma nerd tr00 é preciso muito mais conteúdo do que peitos e uma foto bonitinha com óculos de aro grosso. #fikdik

_____________________________________________________________________________________

UPDATE: Para explorar o assunto e responder os comentários daqui gravamos um episódio de Podcast! Confiram.

Play

Quem escreve? Tammy

Jornalista, pedreira, uma das fundadoras do Garotas Geeks e desbravadora de indie games. Muda a cor do cabelo 1 vez por mês, é a encarnação humana do Snorlax e faz cospobre de Pikachu nas horas vagas.