Os Aproveitadores e a Moda Nerd

aproveitadores destacada

Quero começar falando observando que tempo que não rola um post desabafo na seção de comportamento né? os últimos que rolaram foram antes da gente começar a fazer podcast e chorar por lá mesmo, enfim… coisas do blog =D. Último nesse estilo “desabafo/crônica” que eu fiz foi “A constante Necessidade de Provação” e depois disso teve o “Por que tá todo mundo jogando Counter de novo?” da Giovana. Só recapitulando!

Bom, quero falar de um tema que quase todo nerd já passou: Os aproveitadores. Sempre tinha um espertinho que te tratava bem na véspera da prova mas no dia seguinte voltava a te xingar, alguém que tratou bem e após conseguir alguma gentileza vaza. Lógico essa raça não se aproveita exclusivamente de nerds, tem os aproveitadores-canalhas, os aproveitadores, as empresas-aproveitadoras (por exemplo, aquelas que adoooram falar que apoiam causas ecológicas pra fazer marketing institucional), tem pra tudo! O problema é que o nerd desde muito criança convive muito com isso. Achei que os anos me trariam sabedoria, que a faculdade por ser pública e extremamente diversificada, (da patricinha lésbica cadeirante ao pseudoplayboy esportista ultra religioso) seria diferente, mas ledo engano!
E eu ainda trabalho de help-desk/monitora no laboratório algumas noites da semana e a coisa só piora… tem gente que é super simpática, te oferece até um sorvete e após a formatação do laptop e no dia seguinte não olha na sua cara. Poxa eu tava apenas esperando um “oi bom dia” não amizade eterna e um adesivo colado no laptop “eu amo a babs”. VOU LANÇAR A IDÉIA XO ANOTAR AQUI . Acreditava também até pouquíssimo tempo atrás que a “moda nerd” era muito benéfica aos nerds tr00s e sempre tive EXTREMA aversão àquelas pessoas que odeiam quando “o seu lance” vira moda e chama tudo de modinha e fica de mimimi reclamando. Acreditava que a “moda nerd” diminuísse o preconceito e abriria mais espaço pra uma integração. “poxa Babs como você é engraçada/inteligente/diferente!” Quantas vezes ouvi isso, vezes demais pra abaixar a guarda e virar “pop”, olha só justo eu que já tomei cuecão na porta da escola! Que reviravolta! Convidada pra todas as festas, super requisitada no MSN, cheia de amigos… mas aí as asinhas da galera começam a abrir desde coisas do tipo: “ai não sei usar o PC, faz essa parte do trabalho pra mim??” até DISPARATES do tipo “olha eu tenho namorado e faz tempo que eu não o vejo então não vou poder fazer o trabalho, você é nerd e não tem namorado então faz o trabalho aí” Ei! Tem que apender a se programar né, pô! Mania da galere de deixar de última hora e jogar o peso em você? Já fiz a MINHA parte do trabalho! posso não ter namorado, mas tenho pai, mãe, amigos NERDS e uma cachorra que eu amo de paixão mais do que qualquer ser humano. Ok e eu também tenho um pc fodido com vários jogos no steam mas isso não ENTRA na conversa LOL

nhóum s2

Antes da tal “moda nerd” a coisa era mais declarada, o interesseiro/aproveitador era mais cara de pau, a guarda não baixava tanto e situações onde é necessário engolir muito sapo e vestir a máscara com o sorriso amarelo-falso se tornam piores e piores! Suponho que isso faz parte de crescer e de encarar o mundo dos adultos, mas antes, na escola, apesar do bullying parecia mais fácil, bem mais fácil…

PS: Sintam-se livres pra desabafar aqui… nenhum comentário é grande demais =D Opiniões galerë!
PPS:Mais discussões sobre Moda Nerd na nossa Podcast #2. Confere lá se você ainda não ouviu!
PPPS: não tô triste não… meio desapontada e me sentindo levemente idiota mas de boa já ;)
PPPPS: destacada achei no Joven nerd hahaha

Quem escreve? Babs

Paulistana, nanica, nerd e editora de vídeo. Gosta de gadgets super hightechs, mas seu brinquedo favorito é o Cubo mágico. Casada com um Alienware Aurora (foi amor ao primeiro frame da ATI), vive competindo com a Minhoca pra ver quem dorme por último, e sempre ganha porque afinal de contas dormir não dá XP nem upa skill.