Personagem da Semana: Cupido

Personagem da Semana: Cupido

Se você está tentando fugir do dia dos namorados, mas não consegue… E o pior! Entra no Garotas Geeks e ainda dá de cara com esse Personagem da Semana… Calma, não se desespere. Eu também estou solteira e mesmo assim não deixo de achar esse pequeno diabinho com cara de anjo um ser interessante! E temos que admitir que love is in the air.

O Deus do Amor

Músicas inspiradas no Cupido (também conhecido como Amor em Roma), como essa:

mostram a essência do rapaz, que desespera a muitos e alegra a poucos.

Filho de Vênus (Afrodite) com Marte (Ares), a gente já vê que o negócio vai ser complicado. Isso porque ela é a deusa da beleza e do amor, e ele, deus da guerra sangrenta (isso explica muita coisa, não?). Uma combinação perigosa. E Júpiter (ou Zeus, pai dos deuses) percebeu isso assim que o moleque nasceu, e pediu para que Vênus se livrasse dele para evitar todas as desgraças que ele traria.

Mas mãe é mãe, né. Ela não teve coragem de matar o filho, então o escondeu num bosque e, por isso, ele teve que se alimentar do leite de animais selvagens para sobreviver. Pobre garoto, não é a toa que ele resolveu se vingar de todo o mundo por toda a eternidade. Mas whatevs…

O Amor do Deus do Amor

E você pensando que por ele ser um deus ele tinha escapado dessa, não é?

Tudo começou quando Vênus conheceu uma mortal tão bonita quanto ela, chamada Psiquê. Só que para ela, não basta ser linda, diva e maravilhosa, ela tem que ser a mais de todas, óbvio (¬¬)! Para se vingar da menina, ela lhe envia uma carta a amaldiçoando, dizendo que ela se casaria com o homem mais feio do reino. Psiquê fica inconsolável e vai chorar para suas irmãs. Porém, estas nem lhe dão bola, porque tinham inveja dela também.

Aí que entra o nosso estúpido Cúpido. Vênus lhe pede o favor de fazer Psiquê se apaixonar pelo maior barango da região. Só que, ao ver a moça, ele fica abobado com tamanha beleza, e sem querer acaba atingindo uma flecha do amor nele mesmo, se apaixonando completamente pela jovem mortal (mas que babaca, não?).

No dia seguinte, ele foi ter uma conversa com Zéfiro (o mensageiro dos deuses), pedindo para ele que transportasse Psiquê para os ares e a instalasse em seu palácio maravilhoso. Quando a noite caiu, a moça ouviu uma voz misteriosa e doce: “- Não se assuste, Psiquê, sou o dono desse palácio. Ofereço a ti como presente de nosso casamento, pois quero ser seu esposo. Tudo que está vendo lhe pertence. E tudo que deseja será concebido. Zéfiro estará às suas ordens, ele fará tudo o que você quiser. Eu só lhe faço uma exigência: não tente me ver. Só sob esta condição poderemos viver juntos e sermos felizes”.

A moça ficou felicíssima no castelo perfeito de Cupido, porém, como todo ser humano, ela não pode conter sua curiosidade. E, em uma certa noite, ela tentou ver Cupido. Ficou tão impressionada com a beleza do rapaz que dessa vez foi ela que ficou abobada e sem querer acabou derrubando óleo no deus. No momento em que ele acordou e a viu, ele desapareceu, junto com todo o resto: o encanto se acabou (outra babaca).

Mas Cupido protestou. Será que Júpiter (Zeus) que tinha tanto poder não podia tornar Psiquê imortal? O senhor dos deuses sorriu lisonjeado. Caindo na artimanha do deus do amor, ele transforma Psiquê em deusa também. Até a inveja de Vênus sumiu ao ver casamento tão belo, e todos viveram felizes para sempre. Diferente da sua história de amor… HÁ! Mas também, para um deus tudo fica mais fácil.

Controvérsias no Monte Olimpo

O tamanho do Cupido é um dos assuntos mais comentados por toda a Grécia (estou falando de sua estatura). Isso porque em algumas histórias (como a que eu contei anteriormente) ele já aparece com corpo de homem adulto. Porém, a forma que ele é mais conhecido é como criança.

No segundo caso, Cupido era tipo um Peter Pan. Ele nunca crescia. Tanto que Vênus ficou preocupada com isso e foi perguntar a Têmis porque seu filho continuava sempre pequeno. Ela lhe respondeu que ele não cresceria enquanto não tivesse um companheiro que o amasse. Vênus deu então de presente para Cupido o amigo Anteros (amor partilhado). Quando estão juntos, Cupido cresce, porém, quando Anteros vai embora, ele volta a ser criança.

Essa história é um símbolo de que o afeto precisa ser correspondido para crescer. E que o amor é gay.

Vídeos

Cupido na Terça Insana (engraçadiiinho)

Cúpido em Ação (vale pelo final medonho)

Quer Mais?

E se você está mesmo no clima do amor hoje, dá uma olhadinha nos nossos outros posts:

Romantismo Nerd (as declarações de amor mais geeks e fofas que você já viu)

Vantagens de ter um(a) namorado(a) nerd (excelentes motivos)

Casais geeks que adoramos (se você não tem um amor, pode pelo menos suspirar pelo dos outros)

Quem escreve? Marina (Feiurosa)

Jornalista, escritora e invocadora nas horas vagas. Também resolveu se aventurar no mundo do empreendedorismo abrindo sua própria empresa de marketing digital. Foi assim que começou a ter cabelos brancos. O apelido "Feiurosa", usado em todos os jogos, é uma homenagem ao seu maior amor canino, uma viralatinha chamada Feiura, que já partiu, mas continua em seu coração.